Saudosas pequenas – Minardi, parte IX

RIO DE JANEIRO – Em 1999, a Minardi ganhou um rumo ‘novo’ em sua administração. Com Flavio Briatore finalmente fora da sociedade, Giancarlo recebeu a bem-vinda ajuda de Gabriele Rumi e da Fondmetal Technologies, que contribuiu com um túnel de vento para o desenvolvimento aerodinâmico do novo carro.

Até a sigla foi mudada: a equipe não usou a designação M199 e sim M01, como que marcando um turning point na história do time de Faenza. Com projeto de Gustav Brunner e Gabriele Tredozi, o M01 seria equipado com o motor Ford Cosworth VJ e os pilotos seriam Luca Badoer, de volta à equipe após quatro anos e o estreante espanhol Marc Gené.

marc_gene__australia_1999__by_f1_history-d5rs5kd

Como sempre, sem dinheiro, a Minardi começou o ano na cauda do pelotão. Ambos os pilotos ocuparam a última fila na Austrália, mas até que na corrida não foram tão mal: Gené vinha em 12º quando colidiu com Jarno Trulli e Badoer, que chegou a figurar ocasionalmente em quinto, abandonou na 43ª volta, quando era nono.

1026101

O italiano se machucou no intervalo entre as corridas de Melbourne e Interlagos e não foi para o GP do Brasil, onde seu substituto foi o francês Stéphane Sarrazin. Sem conhecer a pista e por conseguinte o carro, Sarrazin conseguiu um mais do que razoável 18º posto nos treinos. Mas é sempre lembrado pela cena do vídeo abaixo.

Gené chegou em 9º em Interlagos e Badoer voltou para ser oitavo em San Marino, com o espanhol de novo em nono. Até o GP da Áustria, pelo menos um dos M01 teve presença cativa na última fila do grid de cada corrida. Mas o carro melhorou ligeiramente e os Arrows, cujo desenvolvimento parou no tempo devido a um desentendimento entre Tom Walkinshaw e seu suposto sócio, Malik Ado Ibrahim, começaram a ficar para trás na segunda metade do campeonato.

5115198856_214206aa7f_z

Em Hockenheim, Gené conseguiu um sobrenatural 15º lugar no grid, o que para aqueles tempos da Minardi, era fantástico. O espanhol raramente se sobressaía em relação a Badoer em qualificação, mas naquela ocasião foi soberbo. Ele chegou em 9º na corrida, com o companheiro de time em décimo.

A situação do time seguiu a mesma dos três anos anteriores até o GP da Europa. Naquele dia 26 de setembro de 1999, a Minardi voltou a ganhar a atenção da mídia de uma forma não vista durante todo o campeonato.

157

Choveu no circuito de Nürburgring durante a corrida e a verdadeira loteria causada pela pista molhada criou uma situação incomum: Luca Badoer chegou ao 6º posto, vindo de décimo-nono no grid, na quadragésima-quarta volta. Quando Giancarlo Fisichella, que liderava a bordo da Benetton, quebrou logo depois, o italiano foi para quinto, subindo para quarto com o pit stop da Williams de Ralf Schumacher.

Uma Minardi em quarto lugar! Coisa rara naqueles tempos. Ainda mais por três voltas. E faltavam treze – ou menos – para a quadriculada. Aí…

Apesar do incontido pranto de Badoer, que perdeu uma rara chance de marcar pontos na Fórmula 1, coisa que nunca conseguiu, a Minardi não teve motivos para ficar triste. A quebra do carro do italiano, protagonista da cena mais comovente da temporada, ajudou Marc Gené, outro que também fez boa corrida, a chegar na 6ª posição, marcando um ponto muito festejado pela turma da Faenza, o primeiro do time após 63 corridas de jejum.

A Minardi conseguiu ficar entre as dez primeiras e à frente da BAR, que estreara com muito dinheiro, pompa, circunstância e Jacques Villeneuve a bordo. E que não somou NENHUM ponto naquele campeonato.

minardi (1)

Para 2000, a situação financeira do time italiano era um pouco mais saudável. Havia a grana da Telefónica de Espanha, levada por Gené e entraram mais alguns cobres, cortesia do novo contratado, o argentino Gastón Mazzacane, que desbancou o brasileiro Max Wilson do posto de titular do time. Giancarlo Minardi mostrou preferência absoluta pelo brasileiro após alguns treinos, mas como Max não tinha uma garantia financeira, foi preterido por Mazzacane, apoiado pela finada rede de televisão PSN (Panamerican Sports Network).

Minardi-M022

O M02 era mais um projeto de Gustav Brunner e Gabriele Tredozi e desta vez a equipe participou de algumas sessões de treinos coletivos de pré-temporada. Num deles, em Barcelona, Marc Gené conseguiu a façanha de ser o 3º mais rápido, superando até o então campeão Mika Häkkinen, da McLaren. Um resultado que se revelaria, como os resultados da temporada denunciariam, o famoso “fogo de palha”.

minardi gene

Mazzacane também não colaborou muito, a não ser com seu patrocínio. Em dezesseis corridas naquele ano de 2000, foi melhor que Gené apenas três vezes em qualificação. Seu melhor grid foi 20º, duas vezes, no Brasil e em San Marino – sendo que em Interlagos os dois Sauber não largaram por falta de segurança nos carros. Trocando em miúdos: o argentino foi último ou largou da última fila em 15 oportunidades.

autowp.ru_minardi_m02_4

Gené foi um pouquinho melhor, pero no mucho. Largou duas vezes em 18º, mas normalmente suas qualificações eram vigésimo ou vigésimo-primeiro. Apesar de partir quase sempre do fundo do pelotão, foi ele quem conseguiu os melhores resultados do M02 em corrida – foi duas vezes oitavo, na Austrália e na Áustria. Mazzacane, que pelo menos chegou ao fim em onze oportunidade, mesmo sendo o mais lento dos pilotos do lote, também chegou em 8º pelo menos uma vez, no GP da Europa.

A Minardi passaria por mudanças mais substanciais a partir de 2001, mas isto é assunto para o décimo post da série.

Anúncios

11 respostas em “Saudosas pequenas – Minardi, parte IX

  1. Me lembro da panca do Sarrazin em Interlagos. Naquele dia, a transmissão da corrida foi tão ruim que, quando vi a imagem, parecia não acreditar que deixaram o acidente passar em branco.

    Rodrigo, por favor, não pare com as pequenas! Faça as saudosas médias também! Essa seção do blog é absolutamente fantástica!

    Um grande abraço!

  2. O quê não gosto dessa época, são os pneus frisados,os carros apesar dos pesares são até mais bonitos do quê de hoje em dia.

  3. A cena do Badoer no GP de Nurburgring é tocante.

    Rodrigo, porque uma das fotos tá com o patrocinador borrado?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s