Direto do túnel do tempo (128)

Bocao 93RIO DE JANEIRO – Dos bons tempos da Fórmula 3 Sul-Americana: eis o Ralt de Cezar “Bocão” Pegoraro na temporada de 1993, a última do piloto gaúcho na categoria continental de monopostos e também aquela onde os argentinos apelaram para a “crocodilagem” de parar seus carros para impedir o título de Hélio Castroneves em Buenos Aires, favorecendo Fernando Croceri. Uma polêmica que fez os brasileiros criarem seu próprio campeonato no ano seguinte.

Esse carro do “Bocão”, com o requinte do patrocínio Puma, corria com motor Mugen Honda e era da Amir Nasr Racing. Era um chassi Ralt com a aerodinâmica do modelo RT35, o mesmo com que Rubens Barrichello ganhou o título inglês de 1991. Naquele ano, a Ralt produzia o RT37, mas já estava perdendo a hegemonia e o prestígio de antes, com a ascensão da Dallara, que a partir de 1994 passou a dominar a Fórmula 3 no mundo inteiro.

Há 20 anos, direto do túnel do tempo.

Anúncios

3 respostas em “Direto do túnel do tempo (128)

  1. Se a memória não falha, nessa época a categoria era transmitida em canal aberto, e o campeonato tinha bom nível técnico, além de ótimas corridas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s