BhaiTech Racing faz dobradinha: Suzuki e Pantano vencem e Razia é 2º

204581_352121_3513_2_365

RIO DE JANEIRO – Dobradinha saborosa para a BhaiTech Racing na abertura da penúltima rodada dupla do International GT Open. Correndo em casa, a equipe dos McLaren MP4-12C GT3 conquistou sua primeira vitória no certame – e em grande estilo.

Os dois carros do time dirigido pelo engenheiro brasileiro Roberto Costa tiveram desempenho impecável. O #65 de Giorgio Pantano/Rafael Suzuki andou no pelotão da frente o tempo inteiro. E beneficiado pela regra do handicap, que obriga alguns carros a ficar mais tempo no pit stop obrigatório que o previsto, o brasileiro e o italiano venceram merecidamente a corrida após 38 voltas e pouco mais de 1h11min.

204581_352125_3513_5_359

Luiz Razia e seu parceiro Chris van der Drift tiveram um pouquinho mais de trabalho: largaram em 14º lugar, mas o neozelandês fez um excelente primeiro turno, com várias ultrapassagens. Entregou o carro inteiro ao baiano, que se manteve bem à frente de Stefano Gattuso, que assumira a Ferrari da Ombra Racing no lugar de Stefano Costantini.

Só que este carro foi punido com uma volta de decréscimo do total percorrido, porque a dupla e a escuderia violaram a regra do handicap, por fazerem o pit stop obrigatório antes do início da janela – talvez um erro de cálculo. Imperdoável, até.

Assim, a 3ª posição ficou com a Ferrari da ESTA Motorsport, que saiu da pole position e foi guiada por Alessandro Pier Guidi/Aleksandr Skryabin. Outra escuderia conterrânea de Lênin obteve um excelente resultado: a SMP Racing fechou em quarto com Roman Mavlanov/Pol Rosell, a bordo de outra Ferrari.

Andrea Montermini liderou em seu turno de pilotagem com autoridade, mas não abriu vantagem suficiente para poder entregar o carro a Davide Rigon e este voltar à pista com chance de vencer a corrida. O handicap de 2 minutos atrasou o carro #3 da Villorba Corse e, numa corrida de recuperação, a dupla acabou em 5º lugar na geral, vencendo na divisão Super GT.

O gaúcho Cesar Ramos fez uma boa corrida com a Ferrari #53 da Kessel Racing. Entregou o carro ao dinamarquês Johnny Laursen em perfeitas condições e a dupla encerrou a disputa em 7º na geral, quinto na divisão GTS.

Resultado final:

1º #65 Giorgio Pantano/Rafael Suzuki
McLaren MP4-12C GT3 (GTS)
38 voltas em 1:11’08″663

2º #66 Chris van der Drift/Luiz Razia
McLaren MP4-12C GT3 (GTS)
a 7″522

3º #67 Alessandro Pier Guidi/Aleksandr Skryabin
Ferrari F458 GT3 (GTS)
a 11″286

4º #63 Pol Rosell/Roman Mavlanov
Ferrari F458 GT3 (GTS)
a 24″128

5º #3 Andrea Montermini/Davide Rigon
Ferrari F458 Italia (Super GT)
a 34″254

6º #1 Aliaksandr Talkanitsa Sr./Aliaksandr Talkanitsa Jr.
Ferrari F458 Italia (Super GT)
a 41″629

7º #53 Cesar Ramos/Johnny Laursen
Ferrari F458 GT3 (GTS)
a 45″416

8º #59 Joël Camathias/Mario Cordoni
Ferrari F458 GT3 (GTS)
a 57″670

9º #51 Lorenzo Bontempelli/Marco Frezza
Ferrari F458 GT3 (GTS)
a 1’15″877

10º #4 Miguel Ramos/Nicky Pastorelli
Chevrolet Corvette C6-R (Super GT)
a 1’17″703

Fotos: divulgação BhaiTech Racing

Anúncios

Uma resposta em “BhaiTech Racing faz dobradinha: Suzuki e Pantano vencem e Razia é 2º

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s