Mais do mesmo: Muscle Milk vence pela oitava corrida seguida

BML_3918-350x487

RIO DE JANEIRO – Dispara-se o cronômetro para uma corrida da American Le Mans Series e ao fim do tempo máximo, invariavelmente 2h45min, com algumas exceções feito Sebring, Long Beach, Laguna Seca, Baltimore e Petit Le Mans, e o final é quase sempre o mesmo. Pela oitava corrida seguida em 2013, o HPD ARX-03c #6 de Lucas Luhr/Klaus Graf recebe a quadriculada na frente de todos os adversários.

Não pense o leitor do blog que foi um triunfo dos mais tranquilos. Desta vez, houve luta direta com a Dyson Racing e o #16 da equipe de Poughkeepsie deu muito trabalho. O Lola com motor Mazda 2 litros turbo ocupou a liderança pelo menos duas vezes e chegou na mesma volta dos vencedores, separado por menos de 23 segundos.

A corrida deste sábado em Alton, no estado da Virgínia, foi muito movimentada do início ao fim, com alternâncias em todas as subcategorias e pontuada por bandeiras amarelas que decidiram o rumo da corrida. Numa delas, inclusive, houve um violento acidente: o Porsche #48 do alemão Marco Holzer, da LMGT, colidiu com o #31 de Eduardo Cisneros, da divisão LMGTC. O resultado você confere no vídeo abaixo.

Observem, aliás, onde o #31 foi parar…

No duelo da chamada “Fórmula HPD” na LMP2, a Level 5 Motorsports voltou a levar a melhor sobre a Extreme Speed, que teve um de seus protótipos, o de Johannes Van Overbeek/Ed Brown, prejudicado durante a disputa por um princípio de incêndio. Venceu o #551 de Scott Tucker/Ryan Briscoe, 3º colocado na geral – um resultado que põe o piloto-patrão ainda na briga pelo título entre os pilotos na última etapa do campeonato.

Scott Sharp/Anthony Lazzaro completaram em segundo no grupo e o 3º posto foi do #552 de Guy Cosmo/Marino Franchitti/Stefan Johansson – que reapareceu na American Le Mans Series após uma aparição esporádica nas 12 Horas de Sebring.

A divisão LMPC teve o líder do campeonato Mike Guasch prejudicado por um contato com um outro protótipo logo na 5ª volta, o que provocou a primeira bandeira amarela da corrida. Esse incidente tirou o #52 de esquadro e ele e seu parceiro Dane Cameron correram atrás do prejuízo, após perderem 10 voltas parados. Acabaram quinze voltas atrás dos vencedores, em 26º na geral e quinto na classe.

Como efeito, Guasch viu cair drasticamente a diferença que o separa dos vice-líderes, Chris Cumming/Kyle Marcelli, que venceram hoje na Virgínia e passaram para 117 pontos, contra 128 de Guasch. Jonathan Bennett, segundo colocado hoje em dupla com o britânico Tom Kimber-Smith, ainda reúne chances, somando 116 pontos antes da última etapa do campeonato.

4178920131006072527

Na LMGT, a estratégia de pit stops foi o que decidiu a situação em favor da Ferrari #62 da Risi Competizione, dando à equipe de Houston sua primeira vitória na ALMS neste ano e a primeira do time entre os modelos Grã-Turismo desde 2011. Olivier Beretta/Matteo Malucelli tiveram uma bela disputa com Patrick Long/Colin Braun e prevaleceram sobre os rivais, terminando a disputa em 9º lugar na geral, com a dupla da CORE Autosport em décimo. Os líderes do campeonato, Jan Magnussen/Antonio Garcia, saíram da oitava posição no pelotão da categoria para terminar em terceiro. O pódio deu o título de construtores à Corvette na categoria e consolidou a dupla na liderança do campeonato com 125 pontos, contra 109 de Dirk Muller.

Entre os Porsche Cup, a TRG voltou a vencer: Damien Faulkner/Ben Keating conquistaram o segundo triunfo consecutivo para o time de Kevin Buckler, no que parece uma reação tardia do time estadunidense. A Alex Job chegou em segundo com Cooper MacNeil/Jeroen Bleekemolen e o pódio teve ainda a dupla formada por Sean Edwards e Henrique Cisneros, que foi visto nos boxes desesperado com o acidente do outro carro da escuderia que defende.

O campeonato de 2013, o último da história da American Le Mans Series, terá fim daqui a duas semanas: no dia 19, acontece a 16ª edição da Petit Le Mans, no excelente circuito de Road Atlanta, na Geórgia.

Anúncios

4 respostas em “Mais do mesmo: Muscle Milk vence pela oitava corrida seguida

  1. Esse câmera é muito profissional, mas deve ter precisado ir ao banheiro na sequência do acidente

  2. Foi uma corrida bem divertida de se assistir, mas esse acidente realmente impressionou. Tbm impressionante a segurança do Porsche, já que o piloto saiu do carro andando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s