Ghirelli é o novo campeão da AutoGP

RIO DE JANEIRO – O japonês Kimiya Sato e o indiano Narain Kartikheyan bem que tentaram melar a festa de Vittorio Ghirelli, a quem bastava terminar a corrida até a 8ª posição para levar o título da AutoGP World Series sem sustos. Sato fez sua parte na pista: assumiu a ponta vindo da quinta posição do grid logo na largada e liderou praticamente de ponta a ponta. O piloto fez também o ponto extra da melhor volta e alcançou a pontuação máxima na etapa. Mas não adiantou: com o terceiro lugar, Ghirelli consagra-se o novo campeão da categoria gerida pela família Coloni.

O piloto de 19 anos, que já levara antecipadamente o título simbólico da categoria Under-21 da AutoGP, destinada aos jovens valores do automobilismo, chegou a 222 pontos, fruto de duas vitórias (Hungaroring e Donington Park), dez pódios e somente um abandono, em Silverstone. Campanha regular e, porque não, impecável. Título merecido.

Sato, que dominou a temporada durante grande parte do ano, vacilou quando não devia. Ganhou cinco corridas, incluindo a de hoje. Mas além de também ter um abandono apenas, foi 14º em Donington, resultado que ‘matou’ suas possibilidades. Pelo menos teve o consolo do vice-campeonato, somando 213 pontos, nove a menos que Ghirelli.

Narain Kartikheyan também venceu cinco provas neste ano e melhorou bastante seus desempenhos após um início errático. O ex-piloto da Fórmula 1, todavia, acabou o campeonato deste ano de forma melancólica: chegou em segundo na quadriculada, mas acabou excluído do resultado final. Com isso, perdeu não só o vice-campeonato para Kimiya Sato como também a 3ª posição para Sergio Campana, que herdou a segunda posição com a desclassificação do piloto da Super Nova.

O italiano Andrea Roda igualou o melhor resultado dele no ano, com um 4º lugar nesta etapa derradeira, seguido pelo húngaro Tamas Pál Kiss e por Kevin Giovesi, da Ghinzani. O pole position Roberto La Rocca completou em 7º lugar, com os holandeses Meindert Van Buuren e Daniel De Jöng em oitavo e nono, respectivamente. Max Snegirev fez o último ponto do campeonato de 2013.

Resultado final da corrida #2 da AutoGP World Series em Brno:

1. Kimiya Sato (Euronova) – 16 voltas em 28’48″297
2. Sergio Campana (Ibiza) – a 15″625
3. Vittorio Ghirelli (Super Nova) – a 21″678
4. Andrea Roda (Virtuosi UK) – a 22″647
5. Tamas Pál Kiss (Zele Racing) – a 25″126
6. Kevin Giovesi (Ghinzani) – a 25″752
7. Roberto La Rocca (Comtec by Virtuosi) – a 27″015
8. Daniel De Jöng (Manor MP) – a 29″254
9. Meindert Van Buuren (Manor MP) – a 35″112
10. Max Snegirev (Virtuosi UK) – a 35″774

Classificação final do campeonato:

1. Vittorio Ghirelli (campeão) – 222 pontos; 2. Kimiya Sato – 213; 3. Sergio Campana – 197; 4. Narain Kartikheyan – 195; 5. Tamas Pál Kiss – 99; 6. Kevin Giovesi – 91; 7. Daniel De Jöng – 77; 8. Robert Visoiu – 67; 9. Meindert Van Buuren – 57; 10. Riccardo Agostini – 53; 11. Luciano Bacheta – 49; 12. Andrea Roda – 45; 13. Max Snegirev – 24; 14. Antonio Spavone – 22; 15. Yoshitaka Kuroda e Roberto La Rocca – 20; 17. Fabrizio Crestani – 11; 18. Christian Klien – 6; 19. Michela Cerruti – 5; 20. Michele La Rosa – 4; 21. Giuseppe Cipriani – 3.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s