“… contra o que for hereditário…”

A cada parto
A cada luto
A cada perda
A cada lucro
O sol que dura só um dia
A cada dia, o sol diário
Contra o que for hereditário

Em cada mira
Em cada muro
Em cada fresta
Em cada furo
O sol que nasce a cada dia
A cada aniversário
Contra o que for hereditário

Titãs, na época do Titanomaquia, em 1993. Show ao vivo no Olympia de São Paulo. Nando Reis com aquele que é o visual mais radical de sua carreira. “Hereditário” é o clip da semana.

Anúncios

6 respostas em ““… contra o que for hereditário…”

  1. Para o público em geral e para a crítica, essa época dos titãs (91-94) foi obscura, com a banda saindo um pouco da mídia e tocando fora do pais. Para os fãs, essa é a fase mais ROCK da banda, isso em todos os sentidos, seja nas atitudes ou nas músicas. Época de “Tudo ao mesmo tempo agora”, tempos da Banguela records, selo/gravadora que lançou bandas como os Raimundos. Neste caminho, perderam uma peça chave, Arnaldo Antunes saiu da banda.
    “Titanomaquia” tem produção de Jack Endino, cara que produziu o primeiro álbum do Nirvana e que deu uma sonoridade mais pesada e densa ao disco dos Titãs. “Hereditário” é uma das minhas favoritas, que por sinal, foi a única que o Nando cantou no álbum.

    Parabéns Rodrigo, bela escolha pra essa semana!!!

    • Esqueci de mencionar que foi justamente nessa época, que os Titãs fizeram grandes shows no Rio, seja no Maracanã no RiR 2, ou na praça da Apoteose, isso já pelo Hollywood Rock. O da Apoteose foi ÉPICO!

      • Revi esse show ha pouco tempo.Foi impressionante.Uma banda superpesada com o público a seus pés.Acho que foi o último disco do Arnaldo com eles.

      • Pois é Rodrigo.tinha duvida se foi o Titanomaquia ou o Tudo ao Mesmo Tempo Agora.Meu último disco deles foi o ÕNblesqblom e essa época eu costumo confundir as musicas de cada disco.Valeu!!

  2. Titanomaquia foi, no geral, um album mais “áspero” para o que o Titãs vinha fazendo até então…algumas músicas viraram hits das rádios daqui de SP, como “Nem sempre se pode ser Deus”, “A verdadeira Mary Poppins” e “Será que é isso que eu necessito”…”hereditário” eu lembro que assistia no (finado) canal MTV este clip do post…eu tinha 12 anos na época e o Titãs era a minha banda nacional favorita da época. Era fascinado ainda por músicas como “Porrada”, “To Cansado”, “Comida”, “Miséria”, “Lugar Nenhum”, “O Pulso”, esta talvez a minha favorita, entre tantas outras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s