DTM segue internacional em 2014

dtm-2013-nurburgring-start-534

RIO DE JANEIRO – Apesar de se chamar Deutsche Tourenwagen Masters e ter sua base na Alemanha, o DTM continua internacional na próxima temporada e com 10 etapas no calendário, que ainda vai passar pelo crivo da FIA para ser aprovado.

Serão seis corridas na Alemanha e quatro em território estrangeiro – Rússia, Hungria, Áustria e, talvez, China – um mercado para o qual o DTM volta suas atenções novamente. Após duas apresentações no país em circuito de rua, com duas vitórias de Gary Paffett, da Mercedes-Benz, os organizadores do campeonato estão inclinados a fazer uma apresentação em Zhuhai ou no Cantão.

Outras novidades no calendário são a saída de Brands Hatch (Inglaterra) e Zandvoort (Holanda), para a entrada do Hungaroring e da China, logicamente. A temporada 2014 começa e termina em Hockenheim, nos dias 4 de maio e 19 de outubro.

Calendário provisório do DTM para 2014:

04/05 – Hockenheim
18/05 – Oschersleben
01/06 – Hungaroring
29/06 – Norisring
13/07 – Moscou
03/08 – Red Bull Ring
10/08 – Nürburgring
14/09 – Lausitzring
28/09 – China (a confirmar)
19/10 – Hockenheim

Anúncios

13 respostas em “DTM segue internacional em 2014

  1. Se for para a China, vai para um circuito permanente tipo Zhuhai/Shanghai, ou vai para a rua que nem Pudong?

  2. Rodrigo,
    Sem querer ser chato, mas já sendo, pois se trata da língua natal de minha velha mãe, que já partiu para melhores lugares, o “M” do DTM não é Masters, é Meisterschaft, ou seja, campeonato.
    Abraço, Alvaro

    • Deutsche Tourenwagen Meisterschaft era o nome até 1995. Desde 2000, o campeonato tem a denominação de Deutsche Tourenwagen Masters. Abrs

      • Caraca, é isso mesmo! Nada como falar com quem tem tanta informação, sempre aprendo com você, cara!
        Entschuldigung, und Danke, mein Herr!

  3. Calendário muito curto…
    10 corridas é muito pouco. O piloto que não completa 2 provas, perde a chance de disputar o titulo.
    Outra coisa, com tanto autodromo bacana na Europa, escolher Hungaroring é sacanagem.
    Opções:
    Monza, Mugello, Spa, Zolder, Donington, Truxton, Jerez, Paul Ricard, Le Mans, Istambul.

    Mesmo com esses “problemas” continuará sendo o campeonato de automobilismo mais bacana do planeta.

  4. Penso ser a repetição de um erro que a categoria já cometeu. Esta internacionalização já não deu certo na década de 90, quando tivemos até corrida em Interlagos com Max Wilson barbarizando numa Alfa 155. Se ficasse só na Europa seria melhor. Pena o circuito de Portimão não estar presente.

  5. Po, tiraram duas das principais etapas do campeonato. Enfim, coisas que só estando lá dentro da categoria para entender.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s