WEC, 6h de Fuji: Toyota larga na frente em casa

WEC 6 Hours of Fuji

RIO DE JANEIRO – Em seu quintal de casa, o circuito japonês Fuji Speedway, a Toyota começou bem diante da rival Audi no primeiro treino livre para a 6ª etapa do Mundial de Endurance (WEC). Com Anthony Davidson a bordo do TS030 Hybrid #8, a marca nipônica largou na frente com o tempo de 1’28″325 na melhor das 39 voltas que o protótipo completou na primeira sessão.

O carro #1 dos atuais campeões Marcel Fässler/Andre Lotterer/Bénoit Tréluyer ficou com o segundo tempo – 1’28″438, a 0″113 dos rivais e com 37 voltas percorridas, ao contrário do #2 de Loïc Duval/Tom Kristensen/Allan McNish. O e-tron quattro dos líderes do WEC deu apenas cinco voltas em decorrência de um acidente onde a equipe de mecânicos Audi precisará trocar câmbio e motor do carro, mas saiu do treino livre com a terceira posição geral. Em quarto ficou o #7 de Kazuki Nakajima/Nicolas Lapierre/Alexander Wurz, a mais de seis décimos do Toyota gêmeo.

Como já é habitual, o Lola da Rebellion Racing, único entre os LMP1 particulares, ficou com a quinta posição a 2″329 do melhor tempo do dia, com Mathias Beche dividindo o #12 com Andrea Belicchi. Na LMP2, o Oreca #26 da G-Drive Racing guiado por Mike Conway estabeleceu o tempo de referência – 1’33″619, meio segundo mais rápido que o Morgan #47 da KCMG, guiado por Richard Bradley.

A terceira posição da subdivisão secundária de protótipos ficou com o #49 da Pecom Racing guiado por Nicolas Minassian, em 1’34″580, seguido pelo #25 da Delta-ADR e pelo Zytek da Jim Gainer International, outra das boas surpresas do primeiro treino.

Entre os LMGTE-PRO, domínio absoluto do Aston Martin #97 de Stefan Mücke/Darren Turner/Fred Makowiecki com o melhor tempo da sessão em 1’39″548, oito décimos mais rápido que o Porsche de Jörg Bergmeister/Patrick Pilet. O outro carro do construtor britânico, partilhado por Pedro Lamy/Richie Stanaway veio com o 3º melhor tempo da divisão, à frente do outro Porsche, de Richard Lietz/Marc Lieb. Os dois carros da AF Corse ficaram com as posições de quinto a sexto, com o #51 de Giancarlo Fisichella/Gimmi Bruni à frente do #71 de Toni Vilander/Kamui Kobayashi.

Jean-Karl Vernay estabeleceu a melhor marca entre os carros da LMGTE-AM: com o Porsche #76 da IMSA Performance Matmut, o francês virou em 1’41″902, na melhor das 35 voltas percorridas na sessão. O carro #95 do brasileiro Bruno Senna, partilhado também com os dinamarqueses Christoffer Nygaard e Kristian Poulsen, ficou em segundo lugar ao fim do treino, mesmo tendo provocado uma bandeira vermelha que interrompeu a sessão. Bruno, que completou 30 anos na última terça-feira, fez o tempo de 1’41″939.

O Porsche #88 de Christian Ried/Paolo Ruberti/Gianluca Roda ficou em terceiro com 1’42″047, seguido pelo Aston Martin #96 de Jamie Campbell-Walter/Stuart Hall/Jonny Adam e pela Ferrari #81 de Rui Águas/Davide Rigon/Enzo Potolicchio. O Corvette #50 do brasileiro Fernando Rees, que terá ainda os franceses Julien Canal e Patrick Bornhauser, ficou em último na primeira sessão, com 1’42″937.

O segundo treino livre para as 6h de Fuji será nesta madrugada, a partir de 3h30 pelo horário de Brasília.

Anúncios

5 respostas em “WEC, 6h de Fuji: Toyota larga na frente em casa

  1. E o CORVETTE continua la atrás, realmente essas corridas do WEC e a PETIT LE MANS serão de despedida par o CR6., não tem como andar contra os 997 e contra os carros da AMR

    • vale lembrar que este é o Corvette do ano passado nas mãos de um time não oficial, basta comparar os desempenhos de ambos em Le Mans pra ter uma idéia da diferença entre os dois times.

  2. Incrível comparar os tempos de volta do WEC com os do Super GT. Esse ano a pole da GT500 foi na casa dos 1:32, mais rápido que todos os LMP2 e não muito longe dos LMP1!
    Enquanto os GT300 são incrivelmente parelhos com os GTE-PRO com tempos exatamente iguais. Seria legal demais deixar os campeões do Super GT andarem em Le Mans, ou pelo menos em Fuji.

  3. Rumor corre aqui no paddock em Fuji que ha uma proposta de dar uma inscricao ao campeao GT500 para Le Mans…a conferir. Do nosso lado segundo tempo na segunda sessao livre apos liderar o pelotao LMP2 por toda a sessao, com um bom tempo do Wirdheim…a tal ponto que a G-Drive quimou um terceiro jogo de pneus no fim da sessao para passar na frente….a briga G-Drive vs. Greaves vai continuar amanha… e deixamos a Oak e a Pecom para tras…amanha tem mais, e corrida interessante, com chuva previsto.
    abracos
    Ricardo Divila

    • pois é, essa idéia do campeão da GT500 ir para Le Mans já escuto a um tempo. A dúvida seria se a ACO deixaria ele correr “solto” ou com algum handicap que mantenha ele no meio do bolo dos LMP2.
      O Nissan utilizado nos LMP2 tem muitas modificações em relação aos da GT500?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s