Em meio ao caos, Huff e Muller fecham WTCC com vitórias e Tarquini leva o vice

RIO DE JANEIRO – A última etapa do Mundial de Carros de Turismo (WTCC) não fugiu à tradição do Circuito da Guia, em Macau. Com um pelotão de mais de 30 carros largando em cada uma das provas, cortesia da beligerância dos organizadores, que permitiram a participação de cinco pilotos que não marcaram tempos dentro do limite estabelecido de 110% da pole position, só podia ter confusão. E foi exatamente isso o que aconteceu na largada da corrida #2, a última do campeonato.

A confusão toda foi causada pelo húngaro Norbert Michelisz, que perdeu o controle de seu Honda Civic metros após a largada e o que aconteceu após isso foi pura reação em cadeia. Quem não pôde escapar teve os carros destruídos e os que vinham mais atrás frearam a tempo. A pista ficou totalmente bloqueada e a corrida, claro, foi interrompida. Confira o acidente no vídeo abaixo.

É claro que este não foi o único acidente da corrida final, onde seis pilotos não puderam voltar para a relargada. O Safety Car ainda entrou mais uma vez para retirar os carros destruídos do piloto local Eurico de Jesus e do britânico Tom Chilton, que assim viu as chances do vice-campeonato irem por água abaixo.

Quem ficou com o 2° lugar ao fim do campeonato foi o veterano Gabriele Tarquini, que passou por enormes contratempos no dia da corrida: o motor titular de seu Honda Civic estourou no treino de aquecimento e a equipe não teve tempo hábil para proceder a troca do motor titular pelo reserva. Tarquini não largou na corrida #1 e na #2 chegou em oitavo lugar. Como James Nash, o único que lhe ameaçava, foi o 4° colocado, o italiano ficou com o vice por 16 pontos de vantagem.

Chilton ainda perdeu o quarto posto geral, pois a vitória na última prova do ano ficou com Robert Huff, despedindo-se do número #1 em seu carro e da equipe de René Munnich em grande estilo. O espanhol Pepe Oriola completou a corrida em segundo lugar, trazendo o irreverente Tom Coronel na terceira posição.

Huff foi ao pódio na corrida #1 com o 3º lugar. Yvan Muller, já campeão com sobras, venceu pela sétima vez no ano, o que não acontecia desde a rodada da Argentina, em Termas de Río Hondo. O português Tiago Monteiro também subiu ao pódio, em segundo.

Resultado da corrida #1 do WTCC em Macau:

1 – Yvan Muller (Chevrolet Cruze) – RML – 9 voltas em 22’54″522
2 – Tiago Monteiro (Honda Civic) – Honda Jas – 1″265
3 – Rob Huff (Seat Leon) – Munnich – 1″592
4 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Zengo – 5″147
5 – Alex MacDowall (Chevrolet Cruze) – Bamboo – 7″096
6 – James Nash Chevrolet Cruze) – Bamboo – 7″632
7 – Marc Basseng (Seat Leon) – Munnich – 28″148
8 – Pepe Oriola (Chevrolet Cruze) – Tuenti – 20″345
9 – Stefano D’Aste (BMW 320TC) – PB – 20″644
10 – Tom Boardman (Seat Leon) – STR – 21″213

Resultado da corrida #2:

1 – Rob Huff (Seat Leon) – Munnich – 11 voltas em 1.23’32″152
2 – Pepe Oriola (Chevrolet Cruze) – Tuenti – 0″723
3 – Tom Coronel (BMW 320TC) – Roal – 1″173
4 – James Nash Chevrolet Cruze) – Bamboo – 2″909
5 – Alex MacDowall (Chevrolet Cruze) – Bamboo – 3″428
6 – Yvan Muller (Chevrolet Cruze) – RML – 4”642
7 – Marc Basseng (Seat Leon) – Munnich – 5″665
8 – Gabriele Tarquini (Honda Civic) Honda Jas – 30”963
9 – Henry Ho (BMW 320Si) – Engstler – 47″079
10 – Celio Alves Dias (Chevrolet Lacetti) – China – 48″255

Classificação final do campeonato:

1. Yvan Muller – 431 pontos
2. Gabriele Tarquini – 242
3. James Nash – 226
4. Rob Huff – 215
5. Tom Chilton – 213
6. Norbert Michelisz – 185
7. Michael Nykjaer – 180
8. Tiago Monteiro e Pepe Oriola – 164
10. Tom Coronel – 163
11. Alex MacDowall – 141
12. Mehdi Bennani – 80
13. Marc Basseng – 57
14. James Thompson – 41
15. Pechito López – 35
16. Stefano D’Aste – 22
17. Fredy Barth – 15
18. Charles Ng e Darryl O’Young – 7
20. Hugo Valente, Franz Engstler e Tom Boardman – 4
22. Henry Ho – 2
23. Fernando Monje e Celio Alves Dias – 1

Anúncios

Uma resposta em “Em meio ao caos, Huff e Muller fecham WTCC com vitórias e Tarquini leva o vice

  1. Hola amigos:
    – Pechito López voltou a testar el Citroen Elysee WTCC na MONZA the last 17 de Noviembre, e ja FICA CONFIRMADO como el tercer Piloto de Citroen en 2014, y Citroen ya le comunicou a ele que NÄO le permitirá mais correr con el FIAT en el Super TC2000.., Pechito deberá correr con Peugeot, ou nao correr nada!!

    Abrazos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s