ASO divulga a lista de inscritos para o Dakar 2014

RIO DE JANEIRO – O maior evento off-road do planeta ainda é o Rali Dakar, mesmo que em terras sul-americanas. Entre os dias 5 e 18 de janeiro, carros, motos, caminhões e quadriciclos vão disputar 12 etapas especiais, passando por três países diferentes: Argentina, Bolívia e Chile. A largada será em Rosario, onde nasceram o craque da bola Lionel Messi e o Papa Francisco e o encerramento da competição em Valparaíso, terra natal do poeta Pablo Neruda.

Nesta quarta-feira, a Amaury Sports Organisation (ASO) divulgou a primeira lista oficial de pilotos inscritos para a 35ª edição do evento, a sexta após o cancelamento do Dakar em 2008 por interferência das ameaças terroristas da Al-Qaeda, o que trouxe a competição para nosso continente.

Constam entre os participantes 176 motocicletas, 41 quadriciclos, 151 carros e 71 caminhões. Na ponta do lápis, são 439 veículos que vão ser submetidos à apreciação técnica e depois aprovados – ou não – para disputar a prova.

A participação brasileira é uma das menores no Rally Dakar em muito tempo. Teremos representantes somente nas motocicletas e nos carros. Em duas rodas, serão três pilotos apenas: Jean Azevedo, com uma Honda inscrita no numeral #29; Ike Klaumann, também de Honda, numeral #35 e Dario Júlio de Souza, noutra Honda, número #37. Nos carros, Guilherme Spinelli/Youssef Haddad retornam para mais uma participação com o Mitsubishi ASM número #310 e ainda há Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin no Mitsubishi #336. E só.

Entre os pilotos principais, várias novidades: nas motos, o antipático francês Cyril Després tentará conquistar mais um título no evento, agora como piloto oficial da Yamaha, que alinha ainda Olivier Pain e Frans Verhoeven no pelotão de elite. Afastado ano passado por uma contusão, Marc Coma deverá voltar para combater seu eterno rival a bordo da KTM do time oficial de fábrica. Com a morte de Kurt Caselli na semana passada, David Casteu ganha uma chance com a marca austríaca. Outros pilotos de peso com motos do construtor multicampeão da prova são o chileno “Chaleco” López, o português Rubem Faria e o norueguês Pal Anders Ullevalseter. O surpreendente eslovaco Ivan Jakes também vai de KTM na edição do próximo ano.

Joan Barreda Bort deixa a Husqvarna e vai liderar o ataque da Honda contra Yamaha e KTM. O espanhol é uma das novidades do construtor japonês para 2014, alinhando ao lado dos portugueses Hélder Rodrigues e Paulo Gonçalves. O argentino Javier Pizzolito também terá apoio oficial de fábrica.

Correrão por fora a francesa Sherco, que terá o francês Alain Duclos e o espanhol Juan Pedrero Garcia e a Speedbrain, que alinhará máquinas para Alessandro Botturi, Paolo Ceci, Jeremías Israel Esquerre e Juan Carlos Salvatierra, este representando a Bolívia. O restante é composto de marcas sem grande expressão e pilotos sem vínculo com esquemas oficiais.

Nos carros, após os azares a bordo de um Buggy Protótipo em 2013 e a péssima experiência com um Hummer no ano passado, Nasser Saleh Al-Attiyah conseguiu fechar um contrato com a equipe de Sven Quandt, a X-Raid. Normalmente favorita por conta da presença do multicampeão e mito Stéphane Peterhansel, a equipe ganha ainda mais peso com o campeão de 2011 a bordo. Os carros principais do time serão de Peterhansel, Al-Attiyah, Nani Roma e do polonês Krzysztof Holowczyc. Outros Mini Countrymen serão entregues a Orly Terranova, Boris Garafulic, ao russo Vladimir Vasyliev e ao chinês Yong Zhou.

Entre os outros competidores de renome, o “gnomo” Giniel de Villiers retorna com apoio oficial da Toyota; Carlos Sainz participará de novo com um Buggy Protótipo e Robby “The Flash” Gordon traz de novo seu monstrengo Hummer com motor Corvette para barbarizar nas dunas e trilhas do Dakar. O português Carlos Sousa terá mais uma vez a missão de pilotar o modelo Haval da chinesa Great Wall.

Nos quadriciclos, a difícil missão dos pilotos de fora da América do Sul é repetir o feito de Josef Machacek, o primeiro campeão do Dakar por aqui. Depois do feito do tcheco em 2009, só deu a família Patronelli, com os irmãos Marcos e Alejandro ganhando duas vezes cada um. Desta vez, apenas Marcos aparece para defender seu título. Os rivais são praticamente os mesmos de 2013: os chilenos Ignácio Casale e Sebastián Palma, o argentino Lucas Bonetto, o polonês Rafal “Super” Sonik, o holandês Sebastian Husseini e o uruguaio Sergio Lafuente.

Entre os “brutamontes” das estradas, deveremos ter uma interessante briga de construtores, especialmente dos russos Kamaz contra os modelos italianos da Iveco, os tchecos da Tatra, os alemães da MAN e os holandeses da Ginaf. Eduard Nikolaev aparecerá para defender seu título e o campeão de 2012 Gérard de Rooy aparece como a grande ameaça. O time Kamaz terá ainda Ayrat Mardeev e Andrey Karginov a bordo dos principais caminhões da marca.

Dois tchecos – Martin Kolomy e Ales Loprais – querem chegar a Valparaíso com o título de campeão na categoria. O modelo de Loprais foi todo reconstruído e ganhou um simpático apelido – Queen 69. Correndo por fora vêm o holandês Peter Versluis, que será o principal representante da MAN no Dakar e seus compatriotas – Marcel Van Vliet, Wuf Van Ginkel e Hans Stacey.

Clique nos links abaixo para conferir a relação completa de inscritos:

Rally Dakar 2014 – inscritos motos

Rally Dakar 2014 – inscritos quadriciclos

Rally Dakar 2014 – inscritos carros

Rally Dakar 2014 – inscritos caminhões

Anúncios

3 respostas em “ASO divulga a lista de inscritos para o Dakar 2014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s