ACO anuncia a criação de uma nova classe de protótipos: vem aí a LMP3

Pesca1 (1)

Projeto da Sora Composites, o Pescarolo 02 poderá integrar a nova divisão LMP3 na Europa e Ásia em 2015. Categoria terá custo limitado e regulamento restrito.

RIO DE JANEIRO – Será para 2015, mas todo mundo já fala na novidade que o Automobile Club de l’Ouest (ACO) anunciou na abertura da última semana de novembro. A entidade gestora das 24 Horas de Le Mans vai lançar a subclasse de protótipos LMP3, usando como base os modelos CN, que disputam provas regionais na Europa.

A LMP3 foi criada  para fortalecer o European Le Mans Series (ELMS) e o Asian Le Mans Series (AsLMS), que têm na LMP2 a classe principal porque a LMP1 estará restrita somente ao Mundial de Endurance (WEC) em 2014.

O regulamento será bastante restrito: motor e câmbio serão de um único fornecedor, assim como os pneus. Somente os chassis, em construção de fibra de carbono e possivelmente atendendo às especificações do modelo que a Sora Composites pretende construir para o próximo ano, serão de livre procedência. O custo total de um running da nova LMP3 não poderá ultrapassar € 150.000, pouco mais de 400 mil reais.

Os protótipos Oreca FLM09, concebidos pela fábrica de Hughes de Chaunac para uma subcategoria que se chamou Formula Le Mans e originou a subdivisão denominada Le Mans Prototype Challenge (LMPC) estão, portanto, com os dias contados. Somente nos EUA, onde esses carros terão classe própria no Tudor United SportsCar Championship eles deverão continuar nas pistas.

A transição começa para o próximo ano: em 2014, o Asian Le Mans Series poderá receber qualquer modelo CN (Sora-Pescarolo, Tatuus, Wolf, Norma e Ligier) existente para correr numa mesma subclasse em conjunto com os Formula Le Mans, mas no ano seguinte só serão admitidos os LMP3 construídos em carbono. No European Le Mans Series, a substituição será plena apenas em 2015.

Anúncios

6 respostas em “ACO anuncia a criação de uma nova classe de protótipos: vem aí a LMP3

  1. Proposta bem interessante para esses campeonatos regionais, com custo igualmente interessante. Vamos ver o desempenho desses novos carros na pista, além de qual pacote motor/pneus será escolhido.

  2. E não é que a ACO adotou o regulamento do VdeV, Mattar?

    Quanto ao motor, qual a configuração que usam no VdeV?

      • Até onde sei o motor é da Honda, um K20A Type-R de 2 litros… uns 255 cavalos. Só que os protos pesam menos de 600 kg.

    • Vale lembrar que esses motores Honda são preparados pela Mugen, mas existem uma pá de preparadores principalmente na Inglaterra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s