Coisa de louco

RIO DE JANEIRO – Existem duas corridas onde o nível de insanidade dos pilotos atinge o ápice quando se fala de motociclismo. A primeira, claro, é o Tourist Trophy da Ilha de Man, onde se acelera em estradas perigosíssimas a mais de 200 km/h. Mas há uma concorrente à altura: o Macau Motorcycles Grand Prix.

A prova, disputada neste ano em sua 47ª edição, reuniu vinte e nove competidores que se arriscaram pelos 6,12 km do Circuito da Guia, acelerando suas máquinas ladeados o tempo inteiro pelos guard rails. Um simples erro e adeus corrida.

Entre os inscritos estavam dois pilotos com passagem pelo Mundial de Motovelocidade na antiga classe 500cc. John McGuinness, do alto de seus 41 anos de idade, já soma 20 triunfos no TT da Ilha de Man. O outro veterano das pistas, também já com 41 anos, é Michael Rutter, que esteve na categoria-rainha em 1999 e faturou o GP de Macau nada menos que oito vezes – recorde absoluto.

Só que desta vez, não deu para os dois “velhos de guerra”. Outro britânico, Ian Hutchison, fez a festa dessa vez numa corrida interrompida antes do previsto, graças a uma bandeira vermelha em decorrência de um acidente – aparentemente sem muita gravidade. Acompanhe a corrida no vídeo abaixo e veja o que é a loucura de correr numa pista feito a de Macau.

Anúncios

2 respostas em “Coisa de louco

  1. Uma coisa é clara: para correr em Macau, só mesmo jogando a sanidade fora, pois é um dos circuitos mais difíceis do mundo.

    Por sinal, este Macau Motorcycles GP vale para algum campeonato ou é um evento independente?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s