Acidente fatal ensombra treinos das 500 Milhas de Londrina

mrx71

RIO DE JANEIRO – Por volta de 14h, começou a circular uma notícia que muitos de nós não gostaríamos de saber. Durante mais uma sessão de treinos para as 500 Milhas de Londrina, o piloto catarinense Robson Kölling, radicado no Paraná, saiu reto com seu protótipo MRX que dividiria com Marco Garcia na 22ª edição da tradicional corrida brasileira de Endurance, no fim da reta dos boxes. É um trecho de alta velocidade, onde os carros mais velozes superam a marca de 230 km/h. Kölling passou pelo no trecho que divide a variante de 3,055 km onde aconteceria a corrida neste fim de semana com a parte que forma o traçado de 3,145 km – e bateu de frente na proteção de pneus.

Informações dão conta de que o carro não deixou marcas de frenagem no asfalto, o que pode ser um sinal de que o piloto talvez tenha sofrido um mal súbito antes da batida propriamente dita – informação, até aqui, não confirmada. No impacto, houve afundamento do crânio e o socorro nada pôde fazer. Robson Kölling tinha 35 anos e terminou em 12º lugar na classificação final do Paranaense de Turismo 5000, de acordo com o amigo Jorge Kraucher, via Facebook.

Kölling e seu parceiro estavam inscritos na categoria I, a principal da disputa das 500 Milhas de Londrina, onde também figuram entre os participantes o governador Beto Richa, o antigo piloto de Fórmula 1 Enrique Bernoldi e também Xandy Negrão, que dividem a Ferrari F458 Italia com Chico Longo.

Antes do acidente, Robson tinha feito uma volta em 1’16″331, tempo que deixou o protótipo #71 na quarta posição entre os carros Protótipos e Força Livre que treinavam no momento do acidente. As atividades de pista não foram retomadas desde então. Estava previsto um treino de 1h30 para os carros de Turismo, mas pelo visto o treino foi cancelado.

A morte de Kölling é a segunda no circuito de Londrina em menos de quinze dias. No início do mês, o empresário Walid Ali, de Campo Mourão (PR), morreu num Track Day de motocicletas ao cair no Curvão após perder o controle de sua máquina. Ele tinha apenas 37 anos.

Adendo às 16h48: o quarto treino livre para os carros de Turismo foi mesmo cancelado. Haverá um treino noturno de 19h30 às 21h após um briefing e o treino classificatório foi transferido para amanhã, às 11h de Brasília.

Foto: Sergio Sanderson/Divulgação

Anúncios

7 respostas em “Acidente fatal ensombra treinos das 500 Milhas de Londrina

  1. Não é uma questão de benzer o circuito. E também não me venham com histórias de que é por causa da sexta-feira 13. Simplesmente acontece. Se o cara teve um mal súbito mesmo ele nem morreu por causa da batida caramba. Uma pena que ele tenha morrido, mas a vida continua.

  2. Pingback: Robson Kolling | BLuc

  3. E muito triste. ficar sabendo destas noticias a gente lamenta profundamente. que mais um colega de esporte tenha sua vida seifada. nas pistas que ilumine sua alma robson, e de sua familia sem mais betomclaren,

  4. e infelizmente perdi um amigo q concerteza nos fara muita falta. amigo sei q vc esta correndo no ceu, com o papai. fiquei muito triste ao saber dessa noticia,pois cheguei na empresa pronta pra te entregar o presente de ano novo e me deparei com essa triste noticia. fica aqui as condolencias a todos os familiares e amigos, so quem conheceu vc pra saber a pesssoa maravilhosa, q vc era.nao consigo mais digitar. descanse em paz, meu amigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s