Uma nova chance para Gutiérrez

4279520131221113255

RIO DE JANEIRO – A temporada de estreia de Estebán Gutiérrez na Fórmula 1 não foi das mais fáceis. O mexicano demorou a obter resultados no mínimo razoáveis em qualificação, se comparado ao alemão Nico Hülkenberg, mais experiente que ele. Mas ao mesmo tempo, o novato vindo da GP2 Series também tirou partido do crescimento da Sauber na segunda metade do campeonato, depois das mudanças nos pneus Pirelli, bem aceitas pelo chassi C32. Conseguiu pela primeira vez um top 10 num grid e depois pontuaria com a 7ª posição no GP do Japão, terminando o Mundial de Pilotos em décimo-sexto lugar.

Por isso, muitos apostavam até que ele não conseguiria emplacar uma segunda temporada na categoria máxima. A equipe deu de ombros para isso e oferece a Gutiérrez uma nova chance. O contrato do piloto foi renovado por mais uma temporada e ele permanece em 2014 como piloto titular, ao lado de outro alemão – Adrian Sutil. Estebán permanece com o apoio do mecenas Carlos Slim, mas teremos que aguardar o visual do novo carro para ver em que base o dinheiro do bilionário mexicano comparece para salvaguardar o o compatriota na Fórmula 1.

Sergey Sirotkin? Ah, sim… pois não: o russo será o terceiro piloto do time, aquele que na teoria não faz praticamente nada na pista, exceto trabalhar nos simuladores – uma vez que pouco se testa na categoria se comparado há alguns anos atrás. O nome do jovem de apenas 18 anos foi muito falado para ocupar o posto de titular da equipe, mas em que pese seus dotes de velocista mostrados na AutoGP World Series e também na World Series by Renault, nem Peter Sauber e muito menos Monisha Kaltenborn optaram por queimar o filme do conterrâneo de Lênin.

Melhor assim.

E com o anúncio da contratação de Gutiérrez pela Sauber, as vagas vão ficando cada vez mais escassas. Na verdade, sobram apenas Caterham e Marussia, para os chamados pay drivers. Quem tiver mais “cacau” leva. Na Marussia, por influência da Ferrari, que fornecerá os motores, Jules Bianchi já está assegurado. A aguardar pelos três nomes que fecharão os 22 inscritos para o Mundial de 2014.

Anúncios

3 respostas em “Uma nova chance para Gutiérrez

  1. Tinha esperanças que o Nasr ia conseguir essa vaga… Quais são as chances dele conseguir alguma vaga ? infelizmente só tem as equipes pequenas …

  2. Felipe Nars se deu mal nessa . Uma pena , estava torcendo pra ele arranjar essa vaga .
    Porém o próprio ja estava aceitando o fato de ser “piloto de testes” em alguma equipe intermediária . E também já tinha falado que não iria correr nas equipes nanicas … em suma … mal e mal veremos o Brasileiro em 2014.

  3. A verdade é que Nasr não merecia a vaga.
    Apesar de ter se destacado nas categorias de base, suas 2 temporadas de GP2 foram um fiasco, principalmente 2013.
    E se porventura chegar algum dia à F1, vai ser só mais um. . .
    Zé Maria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s