Rali Dakar no Fox Sports

logo-dakar-2014

RIO DE JANEIRO – A partir de sábado, a maior aventura off road do planeta estará em cores vivas na tela do Fox Sports. O canal transmite a largada promocional da 35ª edição do Rali Dakar neste sábado e a partir de domingo, até o próximo dia 18, serão exibidos boletins diários com os melhores momentos de cada etapa até o encerramento do evento em Valparaíso, no Chile.

Carros, motos, quadriciclos e caminhões já estão em território argentino e no dia 5, a comitiva parte para 9.374 km de trilhas a partir de Rosário, a cidade natal de Lionel Messi, do Papa Francisco e de Ernesto Che Guevara. A Amaury Sports Organisation (ASO), capitaneada por Etienne Lavigne e David Castera, fez o máximo de esforços para proporcionar aos competidores a dureza que é sempre esperada nesse tipo de competição.

Tudo bem que o Dakar se afastou de sua gênese, que foram as dunas e trilhas africanas, rumo a América do Sul por conta do cancelamento ocorrido em 2008, quando a Al-Qaeda ameaçou metralhar todo mundo que entrasse na Mauritânia. Houve uma série de críticas quanto à suposta perda de identidade da competição, mas o pessoal do ASO deu de ombros. O Dakar é uma mina de dinheiro e é um evento muito bem-organizado, embora haja ressalvas a algumas benesses auferidas a alguns pilotos. Cyril Després que o diga…

A expectativa quanto a esta 35ª edição do Rali é realmente grande. Principalmente porque, mesmo com os naturais favoritos já apontados tanto em duas quanto em quatro rodas, a competição promete ser acirrada.

Nos carros, não faltam atrações. O time X-Raid chefiado por Sven Quandt ganhou o reforço do campeão de 2011 Nasser Saleh Al-Attiyah, que deixa para trás as desventuras do projeto do ano passado, quando alinhou um Buggy patrocinado pela Red Bull, formando equipe com Carlos Sainz. Se na última edição faltou confiabilidade, neste ano não falta qualidade técnica, pois o Mini Countryman dotado de motor BMW diesel biturbinado é o suprassumo em termos de carro no evento.

hjhgjhgjhg

O grande perigo para Al-Attiyah reside no mesmo time, já que o mito Stéphane Peterhansel tenta conquistar seu sexto título na categoria e chegar à 12ª conquista no Dakar. O piloto de 48 anos volta às trilhas com o fiel escudeiro Jean-Paul Cottret e, se a idade avança inexoravelmente, “Peter” conhece bem os atalhos como boa raposa velha que é.

Serão, aliás, oito Mini Countryman nas trilhas do Dakar em 2014. Além dos carros de Peterhansel/Cottret e de Al-Attiyah/Cruz Senra, teremos Joan “Nani” Roma/Michel Perin, Krzysztof Holowczyc/Konstantin Zhiltsov, Orlando Terranova/Paulo Fiuza, Vladimir Vasiliev/Vitaly Yevtekhov, Boris Garafulic/Gilles Picard e Yong Zhou/Yu Pan Hong.

Com o Toyota Hilux da equipe Imperial Toyota, Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz, vice-campeões de 2013, se apresentam como a grande ameaça a Peterhansel e Al-Attiyah, com a picape mais bem preparada da lista de inscritos. Os Ford Ranger da dupla argentina formada por Lucio Ezequiel Álvarez/Bernardo Graue e pelos sul-africanos Chris Visser/Jacob Badenhorst correm por fora.

red-bull-smg-rally-team-buggy-dakar-2014-carlos-sainz-timo-timo-gottschalk

Igualmente outsiders na disputa são os buggies protótipos, como o SMG desenvolvido por Philippe Gache e que ganhou um pilotaço para 2014 – ninguém menos que Carlos “El Matador” Sainz, trabalhando exaustivamente no desenvolvimento do bólido em testes de resistência feitos no Marrocos. O espanhol alinha de novo com o navegador alemão Timo Göttschalk e outro SMG será visto com Ronan Chabot/Gilles Pillot. O folclórico Robby Flash Gordon se desfez do monstrengo Hummer que alinhou nos últimos anos e vem com uma versão mais leve e mais veloz, para poder duelar de igual para igual com os outros modelos nos trechos mais sinuosos.

Guérlain Chichérit regressa ao Dakar num novo projeto: o francês e o estadunidense Robert “BJ” Baldwin vão alinhar dois buggies ‘zero-bala’ desenvolvidos por Eric Vigouroux, antigo participante da competição. Eles certamente estarão na briga pelas posições da linha de frente, se houver confiabilidade, logicamente. Outras formações têm potencial para fazer parte desse rol e as duas duplas brasileiras da equipe Mitsubishi se candidatam a bons lugares nas etapas.

Com o engenheiro Thierry Viadot mais uma vez à frente das operações, a Mitsubishi Brasil vem com dois ASX para Guiga Spinelli/Youssef Haddad, que largam para tentar uma posição melhor que o nono posto obtido há três anos e também para Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin.

O português Carlos Sousa mais uma vez aparece como o “cabeça” da formação da equipe que alinha os modelos chineses Great Wall Haval. O experiente piloto terá o compatriota Miguel Ramalho na navegação e o outro carro será da dupla francesa formada por Christian Lavielle/Jean-Pierre Garcin.

A competição nas motos não será menos acirrada. Especialmente porque o grande duelo das trilhas, que não aconteceu em 2013, terá vez neste ano, com Cyril Després de casa nova. O campeão do ano passado vai em busca de seu sexto Dakar agora como piloto da Yamaha. Seu principal rival, o espanhol Marc Coma, continua na casa austríaca KTM.

cyril-despres-yamaha-dakar-rally-2014

A Yamaha “Factory” investiu num time forte: além de Després, os também franceses Olivier Pain e Michael Metge – este atuando como “mochileiro”, carregando peças extras para os companheiros de time – compõem a formação da marca dos três diapasões. Outro que correrá com Yamaha é o bom holandês Frans Verhoeven.

81066_COMA_KTM_Rally_Dakar_2014_1403_4500

Com o apoio da Red Bull, o time oficial da KTM alinha Coma como piloto principal, mas o português Ruben Faria, vice-campeão de 2013 e antigo companheiro de Després, merece ser lembrado. O chileno Francisco “Chaleco” López é o grande reforço para esta edição do Dakar e quem completa o time é o espanhol Jordi Viladoms.

Outros bons nomes vão competir com motos KTM em esquema semi-oficial: o eslovaco Ivan Jakes, 4º colocado em 2013, estará de novo entre os inscritos, desta vez no chamado “pelotão de elite”. O polonês Jakub “Kuba” Przygonski e os experientes David Casteu e Pal Anders Ullevalseter também merecem ser levados em conta.

O HRC – leia-se Honda – também espera fazer boa figura na edição 2014 do Dakar. O time está reforçado e terá cinco pilotos: o veloz espanhol Juan Barreda Bort, os consistentes portugueses Hélder Rodrigues e Paulo Gonçalves, o argentino Javier Pizzolito e o britânico Sam Sunderland. A versão brasileira do time Honda terá Jean Azevedo e Dario Júlio de Souza. O catarinense Ike Klaumann sofreu uma lesão e ficou impossibilitado de participar da prova.

Entre os construtores menores, a SpeedBrain alinha com quatro motos, para os italianos Alessandro Botturi e Paolo Ceci, o chileno Jeremias Israel Esquerre e o boliviano Juan Carlos Salvatierra. A francesa Sherco inscreveu duas máquinas para Alain Duclos e Juan Pedrero Garcia, ex-KTM e a Gas-Gas, da Espanha, terá Gerard Farres Guell e Marc Guasch alinhando suas motos de 450cc.

Outro destaque é a participação da campeã de Cross Country e Trial, a espanhola Laia Sanz. A piloto de 29 anos vem com uma Honda, esperando conseguir algo melhor que a 39ª colocação obtida nas edições de 2011 e 2012. Ano passado, com muitas dificuldades, ela completou em 93º lugar.

Marcos Patronelli - Portrait

Nos quadriciclos, urge a pergunta: quem vai repetir o feito de Josef Machacek, o único ‘estrangeiro’ a vencer o Rali Dakar em terras sul-americanas? Desde o triunfo do tcheco em 2009, só deu Argentina, com quatro vitórias dos hermanos Patronelli. Alejandro ganhou duas vezes e Marcos, mais duas – a última em 2013. E pode ser que, caso ganhe neste ano, ele não dispute mais a competição.

Neste ano, entre os poucos europeus que estão confirmados na competição, desponta o polonês Rafal “Super” Sonik como o principal nome, ao lado do holandês Sebastian Husseini e talvez o espanhol Jose Luis Espinosa Garcia. Mais uma vez, quem aparece entre os inscritos é a italiana Camelia Liparoti, que completou o Dakar ano passado em décimo-quinto.

nikolaev_22_12_1

A categoria dos caminhões deve assistir mais uma briga campal entre os russos e o resto. Campeão em 2013, Eduard Nikolaev lidera o time Kamaz com Andrey Karginov e Ayrat Mardeev como escudeiros. A principal ameaça está nos Iveco, pilotados pelos holandeses Gerard De Rooy e Hans Stacey e nos Tatra dos tchecos Martin Kolomy e Ales Loprais. A alemã MAN terá Peter Versluis e Marcel Van Vliet, enquanto os caminhões holandeses Ginaf serão conduzidos por nomes como Wuf Van Ginkel e Martin Van den Brink.

Aos 57 anos, o holandês Jan Lammers, o mesmo que competiu na Fórmula 1 nos anos 70/80, vai disputar mais um Dakar com um Ginaf. Mas ninguém impressiona mais do que Yoshimasa Sugawara, a quem podemos perfeitamente chamar de “lenda viva” do Dakar.

Também pudera: o japonês tem 72 anos (isso mesmo, 72 anos!) e 32 participações em 34 edições anteriores do Rali – um recorde absoluto. Correu de motos e carros e está nos caminhões desde 1992, tendo sido vice-campeão por seis vezes a bordo de um modelo Hino Ranger. Em 2014, ele volta para ampliar sua marca de presenças na prova ao lado do fiel Katsumi Hamura. Ano passado, terminaram em 31º lugar.

Então é isso. Estão prontos? Nós aqui já estamos. A partir de sábado, o Rali Dakar vem com tudo na tela do Fox Sports.

Anúncios

3 respostas em “Rali Dakar no Fox Sports

  1. Com o lançamento do Fox Sports 2, previsto para este mês ainda, acredito que virão outras atrações a motor, a exemplo do Ralli Dakar…ao menos uma atração motorizada para assistirmos neste mes.

  2. Começo de ano não é começo de ano sem o Dakar! Tenho uma dúvida, quem desenvolveu os buggies usados pela Qatar/Red Bull o ano passado?

    • Uma boa pergunta, Gustavo. Mas acho que foi o Nasser Al-Attiyah quem tentou tocar o projeto, tanto na parte de construção como de financiamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s