Honda segue imbatível e Barreda vence 3ª etapa

2014-dakar-joan-barreda-bort-and-honda-claim-stage-1-photo-galleryvideo_8

RIO DE JANEIRO – A Honda continua invicta na edição 2014 no Rali Dakar sobre duas rodas. Suas novas CRF450 não foram derrotadas nas três primeiras especiais do evento e hoje, entre San Rafael e San Juan, onde a comitiva atingiu 4.300 metros acima do nível do mar, não houve quem detivesse Joan Barreda Bort. Nem mesmo o touro com quem o piloto espanhol colidiu na etapa de ontem.

Com a moto reconstruída, Barreda completou a especial reduzida para motos e quads, que começou na altura do km 133, com o tempo de 3h47min03seg, resultado que o mantém na liderança geral com algum conforto sobre o 2º colocado.

Hoje foi um bom dia para Cyril Després e Marc Coma, os grandes protagonistas deste evento. Os rivais andaram juntos praticamente o tempo inteiro e o francês levou a melhor com ligeira vantagem – 1min15seg para ser mais exato. O piloto da Yamaha superou o representante da KTM no tempo agregado por 52 segundos somente.

Alain-Duclos-Primera-etapa-Dakar-2014-Befurious.com

Alain Duclos continua se destacando com a Sherco 450cc. O franco-malinês continua muito bem nas trilhas argentinas e fechou o dia em 4º lugar, a 10min51seg de Barreda Bort. David Casteu foi o quinto mais rápido do dia e Francisco “Chaleco” López completou a etapa na sexta posição.

O espanhol Gérard Farres Guell, a bordo de uma Gas-Gas, foi a boa surpresa do dia com a 7ª posição. Stefan Svitko foi o oitavo, seguido por Kuba Przygonski e Olivier Pain, um dos diversos pilotos que tiveram problemas de navegação e se perderam.

Também os espanhóis Jordi Viladoms, 11º colocado da especial e Juan Pedrero Garcia foram traídos, bem como o australiano Ben Grabham e o vencedor da véspera, o britânico Sam Sunderland, que certamente perderá várias posições ao fim do dia.

Entre as primeiras baixas já conhecidas entre os motociclistas, o norueguês Pal Anders Ullevalseter e o italiano Alessandro Botturi, ambos em razão de falhas mecânicas, foram obrigados a abandonar o Dakar. Hoje, o holandês Frans Verhoeven caiu com sua Yamaha logo após o segundo checkpoint obrigatório e quebrou um braço. O piloto está fora da prova.

dariodakar2014_ic_05012014_8799

Os brasileiros foram bem: Dário Júlio de Souza fez uma etapa muito forte e completou a especial do dia em 4h22min37seg, a 35min34seg de Barreda Bort. Isto o deixou com o 14º lugar ao fim da etapa. Jean Azevedo ficou com o 17º tempo – 4h29min29seg. Na geral, os dois estão bem próximos, com Jean em 16º, logo à frente do companheiro de equipe.

Classificação da 3ª etapa San Rafael-San Juan:

1º Joan Barreda Bort (Honda) – 3h47min03seg
2º Cyril Després (Yamaha) – 3h51min44seg
3º Marc Coma (KTM) – 3h53min59seg
4º Alain Duclos (Sherco) – 3h57min54seg
5º David Casteu (KTM) – 3h58min20seg
6º Francisco Chaleco López (KTM) – 4h03min39seg
7º Gérard Farres Guell (Gas-Gas) – 4h03min53seg
8º Stefan Svitko (KTM) – 4h06min09seg
9º Kuba Przygonski (KTM) – 4h07min15seg
10º Olivier Pain (Yamaha) – 4h07min37seg

Classificação Geral:

1º Joan Barreda Bort – 9h56min44seg
2º Cyril Després – 10h09min48seg
3º Marc Coma – 10h10min40seg
4º Alain Duclos – 10h13min22seg
5º Francisco Chaleco López – 10h15min23seg
6º David Casteu – 10h19min00seg
7º Jordi Viladoms – 10h31min17seg
8º Olivier Pain – 10h33min17seg
9º Kuba Przygonski – 10h34min38seg
10º Stefan Svitko – 10h36min53seg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s