Roma respira na volta do “Tango de Orly”

51-b (1)

RIO DE JANEIRO – O “Tango de Orly” está de volta no Rali Dakar: Orly Terranova, melhor sul-americano na competição dos carros, venceu nesta quinta a 11ª etapa disputada entre Antofagasta e El Salvador. Com o Mini #307, ele e o navegador português Paulo Fiuza completaram os 601 km cronometrados em 5h58min00seg.

Foi uma etapa conquistada, aliás e a propósito, nos últimos quilômetros das Dunas de Copiapó, presentes no último quarto do percurso. Tudo porque o príncipe Nasser Al-Attiyah, que rumava para uma vitória enfática e categórica, teve um inesperado problema com os pneus do Mini All4Racing e acabou a etapa no aro da roda, em 5º lugar, quase 21 minutos atrás do tempo de Terranova. Uma pena.

A segunda posição caiu no colo de Nani Roma/Michel Périn, que enfim tiveram um respiro na batalha contra Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret. A dupla do #304 chegou a 10min57seg de Terranova e o francês do #300 foi quarto colocado, a 14min14seg do vencedor. Trocando em miúdos, a diferença entre os dois primeiros é de exatamente cinco minutos e 32 segundos e restando duas etapas para terminar o Rali Dakar. Mas apesar disso, a decisão está tomada: veio a ordem da equipe para que Peterhansel reduza o ritmo a partir de amanhã, o que indica que o Team X-Raid – leia-se Sven Quandt – está inclinado a dar o título a Nani Roma e a Michel Périn desta vez.

“Devo dizer que foi 100% correto dizer  para os pilotos abrandarem para “trazer os carros para casa” e que a única maneira de trazer os carros para casa em segurança é trazê-los para casa nas posições que ocupam agora”, afirmou o chefe de equipe.

50-b

Giniel De Villiers continua como líder na categoria T1.1, para modelos 4 x 4 derivados de veículos de série com motor a gasolina. O gnomo sul-africano foi o 3º colocado da etapa, com o melhor não-Mini entre os dez primeiros colocados. Ronan Chabot, a bordo do único SMG restante, fez um bom trabalho hoje e chegou em 6º na etapa, seguido pelos argentinos Federico Villagra e Lucio Álvarez.

Mais dois Mini completaram o top ten da etapa, com Krzyzstof Holowczyc chegando à frente do russo Vladimir Vasliyev. Na geral, onde três pilotos poloneses figuram com destaque, Holowczyc, que é inclusive deputado em seu país, está em sexto lugar.

Classificação na 11ª etapa Antofagasta-El Salvador:

1º Orly Terranova/Paulo Fiuza (Mini) – 5h58min00seg
2º Nani Roma/Michel Périn (Mini) – 6h08min57seg
3º Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz (Toyota) – 6h10min38seg
4º Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret (Mini) – 6h12min14seg
5º Nasser Al-Attiyah/Lucas Cruz Senra (Mini) – 6h18min57seg
6º Ronan Chabot/Gilles Pillot (SMG) – 6h28min18seg
7º Federico Villagra/Jorge Pérez-Companc (Mini) – 6h31min55seg
8º Lucio Álvarez/Bernardo Graue (Ford) – 6h33min38seg
9º Krzysztof Holowczyc/Konstantin Zhiltsov (Mini) – 6h36min17seg
10º Vladimir Vasilyev/Vitaly Yevtekhov (Mini) – 6h37min06seg

Classificação Geral:

1º Roma/Périn – 45h01min54seg
2º Peterhansel/Cottret – 45h07min26seg
3º Al-Attiyah/Cruz Senra – 45h57min55seg
4º Terranova/Fiuza – 46h05min33seg
5º De Villiers/Von Zitzewitz – 46h17min51seg
6º Holowczyc/Zhiltsov – 48h46min45seg
7º Dabrowski/Czachor – 49h53min28seg
8º Lavieille/Garcin – 50h11min16seg
9º Kaczmarski/Palmeiro – 51h19min40seg
10º Vasilyev/Yevtekhov – 51h36min51seg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s