Quatro vezes Coma

MOTORSPORT -  DAKAR 2014 PART 2

RIO DE JANEIRO – O espanhol Marc Coma deu o que se chama de “volta por cima”, após não disputar o Rali Dakar no ano passado em decorrência de uma contusão. O piloto da KTM chegou ao quarto título dele na competição, o 13º do construtor austríaco entre as motocicletas.

Com uma vantagem muito confortável em relação ao vice-líder e “mochileiro” do piloto, o catalão Jordi Viladoms, Coma nem precisou terminar entre os dez primeiros na última etapa. Correu com cautela nos 157 km da especial entre La Serena e Valparaíso, chegando à terra do poeta Pablo Neruda em 18º, resultado mais do que suficiente para lhe dar a taça de campeão na categoria.

O piloto não esqueceu de Kurt Caselli, seu substituto no Rali Dakar do ano passado e que morreu após um acidente na Baja 1000 ano passado, nos EUA. “De algum lugar, onde quer que esteja, Kurt nos ajudou muito”, comentou Coma.

A vitória na última especial, a 13ª desta edição 2014 do evento, foi do espanhol Joan Barreda Bort, que se converteu no maior vencedor de especiais nas motos – cinco. O piloto perdeu um vice-campeonato certo na penúltima especial, com problemas elétricos decorrentes de um dos muitos tombos que sofreu ao longo da competição. Barreda mostrou que é um excelente piloto. Só precisa ter paciência – o que Coma, pelo visto, tem de sobra.

Com o tempo de 1h59min24seg, o piloto da Honda completou a etapa quarenta segundos à frente de Olivier Pain, que assim se converteu no 3º colocado na classificação geral, superando ninguém menos que Cyril Despres, que acabou mesmo em quarto, à frente do português Hélder Rodrigues, na soma dos tempos.

Outros destaques deste Dakar foram o 6º lugar do polonês Kuba Przygonski e a oitava posição do chileno Daniel Gouet, que foi o melhor piloto sul-americano na classificação geral. A espanhola Laia Sanz também deu show, terminando em décimo-sexto na geral e reinando absoluta entre as mulheres que participaram da prova. Ao todo, 78 motociclistas conseguiram terminar o Rali em 2014.

Classificação na 13ª etapa La Serena-Valparaíso:

1º Joan Barreda Bort (Honda) – 1h59min24seg
2º Olivier Pain (Yamaha) – 2h00min24seg
3º Hélder Rodrigues (Honda) – 2h01min07seg
4º Juan Pedrero Garcia (Sherco) – 2h01min19seg
5º Cyril Despres (Yamaha) – 2h02min14seg
6º Jordi Viladoms (KTM) – 2h03min15seg
7º Michael Metge (Yamaha) – 2h03min52seg
8º Daniel Gouet (Honda) – 2h04min01seg
9º Kuba Przygonski (KTM) – 2h05min00seg
10º David Casteu (KTM) – 2h07min04seg

Classificação Final:

1º Marc Coma – 54h50min53seg
2º Jordi Viladoms – 56h43min20seg
3º Olivier Pain – 56h50min56seg
4º Cyril Despres – 56h56min31seg
5º Hélder Rodrigues – 57h02min02seg
6º Kuba Przygonski – 57h22min39seg
7º Joan Barreda Bort – 57h44min54seg
8º Daniel Gouet – 58h01min27seg
9º Stefan Svitko – 58h41min03seg
10º David Casteu – 58h49min02seg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s