24h de Daytona, treinos livres: Westbrook sai na frente

15776676293896132500Dagys_-2014_227148

RIO DE JANEIRO – A temporada 2014 do Tudor United SportsCar Championship teve início oficialmente nesta quinta-feira, com a disputa do primeiro treino livre da 52ª edição das 24 Horas de Daytona. Com sessenta e três dos 67 carros inscritos a marcar tempo, a primazia do primeiro P1 do ano coube à equipe Spirit of Daytona e seu Corvette DP número #90.

O carro guiado pelo britânico Richard Westbrook liderou a folha de tempos com 1’39″462, 0″302 melhor que o #5 da Action Express Racing em que correrá o brasileiro Christian Fittipaldi. O #01 da Chip Ganassi Racing apareceu com a terceira marca do dia graças a Scott Pruett, seguido pelo #78 da Starworks, com uma surpreendente performance de outro Scott, o Mayer.

Oswaldo Negri e seus parceiros da Mike Shank Racing cumpriram um bom treino e ficaram com a quinta posição, a pouco mais de um segundo do melhor tempo do treino, com o #99 da Gainsco/Bob Stallings na sexta colocação. O melhor LMP2 veio em oitavo: foi o carro #6 da Muscle Milk Pickett Racing, com Klaus Graf a bordo, a 1″570 do carro de Westbrook e à frente do #02 da Chip Ganassi Racing, em cuja tripulação está Tony Kanaan. Kyle Larson, revelação da Nascar, foi quem marcou o tempo do carro no primeiro treino de hoje.

Na Prototype Challenge, Colin Braun foi o piloto mais rápido com o #54 da CORE Autosport, com a marca de 1’43″023, que lhe fez ficar com o 16º tempo geral. Sean Rayhall ficou em segundo – a quase um segundo e meio do melhor tempo de sua subcategoria, seguido do carro #52 da PR1/Mathiasen Motorsports com Gunnar Jeannette e do #25 da 8Star Motorsports, que teve Tom Kimber-Smith na melhor volta.

Entre os carros dos brasileiros, o #38 da Performance Tech Motorsports não fez uma única volta no primeiro treino livre. Já o #09 da RSR Racing, onde correrá Bruno Junqueira, foi o sexto do grupo – 1’45″826, tempo obtido por Duncan Ende.

Antonio Garcia, a bordo do novíssimo Chevrolet Corvette C7-R, foi o mais rápido do grupo GTLM, com o tempo de 1’46″036, 0″054 abaixo do #91 da SRT Motorsports, conduzido por Marc Goossens. Darren Turner fez a terceira marca no #97 da Aston Martin Racing e o #93 foi o quarto graças a Jonathan Bomarito. A diferença entre os quatro primeiros foi inferior a dois décimos de segundo, ficando a Ferrari #62 da Risi Competizione a meio segundo do quarto colocado.

BerNrD7IgAAaoWl.jpg_large

Entre os carros desta classe, a BMW #55 de Bill Auberlen e companhia acabou sofrendo um acidente após completar apenas seis voltas. O carro da equipe de Bobby Rahal se envolveu numa colisão que provocou bandeira vermelha, em que o #23 do Team Seattle/AJR também sofreu danos e teve que voltar aos boxes via reboque.

Na GTD, a melhor marca do primeiro treino foi do Audi #46 da Fall-Line Motorsport, com Oliver Jarvis cravando 1’47″892, contra 1’48″077 do #81 da GB Autosport, conduzido por Damien Faulkner. James Davison foi o terceiro mais rápido no #007 da TRG-AMR, seguido por Jan Heylen no Porsche #58 e Augusto Farfus, com a BMW #94 da Turner Motorsport, ficou em 5º, com a marca de 1’48″263. Daniel Serra, na Ferrari F458 #65 da Scuderia Corsa/Via Italia Racing, ficou com o 15º tempo do grupo – 1’49″991.

A partir de 16h30, horário de Brasília, será realizada a segunda sessão de treinos livres para as 24 Horas de Daytona.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s