40 kg e 400 HP? Não é possível!

19du5vmuzp56ljpg

RIO DE JANEIRO – Leio no blog do bróder e agora colega de Fox Sports Flavio Gomes que a Nissan divulgou números sobre seu polêmico protótipo ZEOD RC, inscrito nas 24 Horas de Le Mans como o “Garage 56”, para projetos experimentais, que é uma cópia escarrada do DeltaWing e que vai levar a montadora a uma briga nos tribunais com Don Panoz, que diz ser o dono das patentes de construção do bólido, embora o desenhista seja o mesmo, Ben Bowlby. Assunto que, convenhamos, não é o caso hoje.

Impressiona mesmo é o que o FG relatou num post que publicou nesta segunda-feira. Um dos motores do ZEOD RC (sigla para Zero Emission On Demand Racing Car – vivendo e aprendendo, sempre) pesa apenas 40 kg. Isso mesmo, QUARENTA QUILOS. Vejam só: o escriba aqui, por exemplo, pesa perto de 90 kg. O motor do carro tem menos da metade do meu peso. E eu posso carregá-lo comigo se eu quiser, como demonstrado na foto acima. É demais pra minha cabeça.

E de onde os japoneses conseguiram tirar tanta potência de um propulsor tão leve e tão pequeno? Como pode um três cilindros em linha, com turbocompressor, atingir 400 HP? Qual o binário desse motor? O torque é descomunal: 280 libras – maior do que os antigos V8 2,4 litros da Fórmula 1 e, pasmem, com uma relação peso-potência melhor que qualquer motor V6 da nova “Era Turbo” da categoria máxima. Essa turma fez algum negócio aí que vou te contar… estou realmente impressionado com esses números tão incríveis quanto inéditos.

Tem mais: o motor elétrico, que não tem autonomia para a corrida inteira (e vocês achavam que teria?), só vai ser acionado uma vez a cada 60 minutos de prova.

Esses japoneses… quando menos se espera é que sai alguma coisa. E nesse caso, o ZEOD RC dá o que falar. E o que pensar, também.

Anúncios

16 respostas em “40 kg e 400 HP? Não é possível!

  1. Temos um ganhador de prêmio Nobel aqui. A mesma pergunta só que com mais drama:

    COMO É QUE PODE UM MOTOR DE 40 KG DE 3 CILINDROS EM LINHA COM TURBOCOMPRESSOR ATINGIR 400 HP ? “Impossibru”

    • Vai para os tribunais, Rafa. Quanto ao ZEOD RC ficar fora de Le Mans, garanto-lhe: o único risco é técnico. Com relação a projeto, isso não atrapalha a participação do carro.

  2. Se esse propulsor vingar, uma nova era começará no automobilismo. Impressinante mesmo, e não vejo a hora – como a maioria – de ver este motor empurrando o ZEOD RC.

  3. Pode ser viajar muito longe, mas já imaginei dois desses ligados pelo virabrequim, formando um V6, equipando o protótipo LMP1 da Nissan previsto para o ano que vem…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s