Vídeos históricos – Bobby Unser vence a Indy 500 (1981)

RIO DE JANEIRO – O vídeo acima é uma dupla homenagem aos dois aniversariantes deste dia 20 de fevereiro. Duas lendas do automobilismo estadunidense têm o que comemorar: Robert “Bobby” Unser completa 80 anos. E Roger Penske, um dos maiores chefes de equipe da história, chega a 77 “primaveras”.

Os dois têm alguns fatos em comum. Os dois correram pelo menos um Grande Prêmio de Fórmula 1. Penske, que nunca foi grande coisa como piloto, apareceu em duas edições da corrida disputada em seu país, ambas em Watkins Glen. Foi 8º colocado em 1961 a bordo de um Cooper T53 Climax e nono em 1962, quando dispôs de um Lotus 24 Climax.

Bobby Unser fez uma aparição: guiou um BRM P138 no GP dos EUA em 1968. Largou em 19º e abandonou com quebra de motor. Como a Fórmula 1 nunca foi o forte dos dois, tanto Penske quanto Unser se destacaram mesmo nas provas da USAC, especialmente nas 500 Milhas de Indianápolis.

Não é para menos: o Team Penske tem 15 vitórias no mítico oval de 2,5 milhas, a primeira em 1972, com Mark Donohue. Bobby Unser foi participante regular da clássica prova a partir de 1963 e a venceu três vezes: em 1968, 1975 e 1981.

Nesta última oportunidade, na qual o piloto disputou sua última Indy 500, Bobby guiava um Penske PC9B Cosworth do Team Penske. Os dois, que já haviam juntado forças a partir de 1979, ganharam juntos a prova pela terceira vez. Vale lembrar que Bobby não era nenhum garotinho: tinha 47 anos quando comemorou a conquista.

E foi uma corrida bastante polêmica, pois o 2º colocado, Mario Andretti – que largou inclusive da última fila com o carro #40 da equipe de U.E. “Pat” Patrick, fez um protesto formal à direção de prova contra Bobby Unser, que teria feito ultrapassagens sob bandeira amarela na volta 149 de um total de 200 da corrida. O protesto foi primeiramente acolhido após a análise do tape da corrida e Unser trocou de posição com Andretti, que chegou a ser declarado o vencedor da prova – o que teria acontecido pela segunda vez na carreira do velho Mario. Mas o Team Penske fez novo protesto e o resultado da pista foi mantido.

Dizem que, revoltado com a perda da vitória, Mario Andretti atirou o anel de vencedor da Indy 500 num rio. Mas pode ser só lenda…

Anúncios

Uma resposta em “Vídeos históricos – Bobby Unser vence a Indy 500 (1981)

  1. em 68 Unser tambem tentou uma participação no GP da Itália, Monza, com a mesma equipe BRM com a qual largaria no Glen, mas o rendimento nos treinos foi tão ruim que ele desistiu da corrida e embarcou de volta aos EUA para ainda participar de uma etapa da USAC no domingo. Nao lembro os detalhes da história, li numa revista inglesa, mas houve algum desentendimento,ou com a equipe ou com a direção da prova, e Andretti, que tipo ‘ciceroneava’ Unser nessas tentativas na F1, foi embora junto com Bobby para a tal corrida norteamericana no mesmo domingo do GP italiano.

    Quanto à estória do anel jogado no rio por revolta com a injustiça, bem, já ouvi essa mas a respeito de Muhammad Ali revoltado com alguma atitude racista contra ele, ou talvez pela perda do título que detinha quando se recusou a ir servir na Guerra do Vietnã, e jogou sua medalha de ouro olimpica(Roma/1960) no rio que atravessa sua cidade natal; pode ser que alguém apenas decidiu ‘colorir’ o episódio de Andretti utilizando a do campeão dos pesados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s