Duels definem grid da Daytona 500

Bg9exTICIAAd1l_

RIO DE JANEIRO – Disputados à noite pela primeira vez em sua história, os Duels que servem como um treino de luxo para as 500 Milhas de Daytona, abertura da temporada 2014 da Sprint Cup Series, tiveram vitórias de Matt Kenseth na primeira corrida e Denny Hamlin na segunda. Dois Toyota Camry nas duas primeiras posições – dois carros da Joe Gibbs Racing e ambos estão na segunda fila. Hum… sei não, viu?

Sob todos os aspectos, a Daytona 500 do próximo domingo serão muito interessantes pela presença maciça de bons pilotos novatos e pelo início de uma temporada longa de 36 etapas onde as grandes perguntas são:

Poderá Jimmie Johnson igualar Richard Petty e Dale Earnhardt em número de títulos?

Há alguém capaz de superar Jimmie Johnson?

A resposta para ambas as perguntas, por incrível que pareça, é sim. Johnson é o natural favorito, é um grande piloto, tem uma excelente equipe e desde que o Chase foi implantado em 2004, JAMAIS ficou fora da briga pelo título. Por outro lado, o novo regulamento do próprio Chase, com o sistema de mata-mata, acirra a vontade dos rivais em derrotar o piloto do Chevrolet SS número #48. É uma responsabilidade que cabe inclusive a nomes de dentro da própria equipe do atual campeão – a Hendrick Motorsports – como também às feras de potências como Stewart-Haas, Joe Gibbs Racing, Roush Fenway e, hoje num patamar mais abaixo, Richard Childress Racing e Team Penske.

Voltando aos Duels, na corrida #1, disputada mais cedo, Austin Dillon largou na pole position (posição já assegurada oficialmente pelo piloto no grid) e se manteve no comando nas primeiras 14 voltas de um total de 60 percorridas, quando a prova passou a ser liderada pelo #88 de Dale Earnhardt Júnior. Eventualmente o #5 de Kasey Kahne também esteve no comando, mas no fim da disputa – que durou apenas 46 minutos – prevaleceu Matt Kenseth, que cruzou a linha de chegada num 3 wide espetacular com Kevin Harvick em segundo e Kasey Kahne na terceira colocação.

Todavia, o carro #4 da equipe Stewart-Haas Racing não passou na vistoria pós-corrida (a Nascar é sempre rigorosa nesse aspecto) em razão de uma irregularidade numa das trackbars, as barras onde a regulagem dos carros é feita. Com isso, Harvick foi penalizado e caiu para a 24ª posição.

Isto possibilitou o ganho de um posto aos pilotos que terminaram atrás de si no Duels #1 e Kahne herdou o segundo posto, seguido por Marcos Ambrose e Dale Earnhardt Júnior. Dentre os pilotos que necessitavam do resultado da prova para se classificar, Josh Wise deu um show: largou em 22º e com a punição acabou em quinto. Décimo-segundo colocado, Cole Whitt também conseguiu uma vaga direta para o grid sem ter que depender da velocidade nos treinos ou o top 35 no campeonato dos proprietários no ano passado. Do mesmo modo, Danica Patrick e Alex Bowman também asseguraram suas vagas entre os 43 pilotos aptos a largar domingo.

A corrida número #2, com Martin Truex Jr. – outro que estava assegurado previamente com o 2º lugar no grid – na pole position, teve cinco líderes diferentes ao longo de 60 voltas. E um final bastante acidentado.

Na última volta, vários carros bateram e um deles, o Toyota número #15 de Clint Bowyer, capotou espetacularmente, caindo com as quatro rodas no asfalto. Um dos envolvidos na colisão foi o atual campeão Jimmie Johnson, cujo carro ficou bastante danificado, após um contato com o #1 de Jamie McMurray – que inclusive causou toda a confusão.

Todos os pilotos que se acidentaram foram conduzidos ao Centro Médico, no infield do oval: felizmente nenhum deles teve lesões sérias. A direção de prova demorou bastante para oficializar o resultado e Denny Hamlin venceu, seguido de Jeff Gordon, Kurt Busch, Paul Menard, Brian Scott e Trevor Bayne. O rookie Kyle Larson acabou em sétimo. Landon Cassill, que estava entre os que dependia do resultado para largar na Daytona 500, terminou na 9ª posição.

Mesmo tendo completado apenas 20 voltas no Duels #1, Reed Sorenson foi um dos pilotos que obteve lugar no grid pela posição de seu carro no campeonato de proprietários. Do mesmo modo, classificaram-se Justin Allgaier, Parker Kligerman e o infame Michael Waltrip. A última vaga ficou com David Ragan, posto que todos os campeões da Sprint Cup presentes na lista de inscritos conseguiram classificação pelos outros critérios. Ryan Truex, Eric McClure, Joe Nemechek, Michael McDowell e Morgan Shepherd terão que assistir a corrida pela televisão, pois ficaram de fora. Dave Blaney, o 49º inscrito, foi obrigado a desistir após o big one do treino de ontem, onde Kligerman capotou com seu carro.

O grid não-oficial da Daytona 500 2014 é este:

1ª fila:

#3 Austin Dillon (Richard Childress Racing) – Chevrolet SS
#78 Martin Truex Jr. (Furniture Row Racing) – Chevrolet SS (**)

2ª fila:

#20 Matt Kenseth (Joe Gibbs Racing) – Toyota Camry
#11 Denny Hamlin (Joe Gibbs Racing) – Toyota Camry

3ª fila:

#5 Kasey Kahne (Hendrick Motorsports) – Chevrolet SS
#24 Jeff Gordon (Hendrick Motorsports) – Chevrolet SS

4ª fila:

#9 Marcos Ambrose (Richard Petty Motorsports) – Ford Fusion
#41 Kurt Busch (Stewart-Haas Racing) – Chevrolet SS

5ª fila:

#88 Dale Earnhardt Jr. (Hendrick Motorsports) – Chevrolet SS
#27 Paul Menard (Richard Childress Racing) – Chevrolet SS

6ª fila:

#98 Josh Wise (Phil Parsons Racing) – Ford Fusion
#33 Brian Scott (Richard Childress Racing) – Chevrolet SS

7ª fila:

#43 Aric Almirola (Richard Petty Motorsports) – Ford Fusion
#21 Trevor Bayne (Wood Brothers) – Ford Fusion

8ª fila:

#47 AJ Allmendinger (JTG Daugherty Racing) – Chevrolet SS
#42 Kyle Larson (Chip Ganassi Racing with Felix Sabates) – Chevrolet SS

9ª fila:

#38 David Gilliland (Front Row Motorsports) – Ford Fusion
#40 Landon Cassill (Hillman Racing) – Chevrolet SS

10ª fila:

#31 Ryan Newman (Richard Childress Racing) – Chevrolet SS
#15 Clint Bowyer (Michael Waltrip Racing) – Toyota Camry (**)

11ª fila:

#14 Tony Stewart (Stewart-Haas Racing) – Chevrolet SS (*)
#1 Jamie McMurray (Chip Ganassi Racing with Felix Sabates) – Chevrolet SS (**)

12ª fila:

#26 Cole Whitt (Swan Racing) – Toyota Camry
#32 Terry Labonte (Go FAS Racing) – Ford Fusion

13ª fila:

#16 Greg Biffle (Roush-Fenway Racing) – Ford Fusion
#52 Bobby Labonte (Phoenix Racing) – Chevrolet SS (*)

14ª fila:

#10 Danica Patrick (Stewart-Haas Racing) – Chevrolet SS (*)
#13 Casey Mears (Germain Racing) – Chevrolet SS

15ª fila:

#23 Alex Bowman (BK Motorsports) – Toyota Camry
#99 Carl Edwards (Roush-Fenway Racing) – Ford Fusion

16ª fila:

#55 Brian Vickers (Michael Waltrip Racing) – Toyota Camry
#48 Jimmie Johnson (Hendrick Motorsports) – Chevrolet SS (**)

17ª fila:

#2 Brad Keselowski (Penske Racing) – Ford Fusion
#17 Ricky Stenhouse Jr. (Roush-Fenway Racing) – Ford Fusion

18ª fila:

#22 Joey Logano (Penske Racing) – Ford Fusion
#7 Michael Annett (Tommy Baldwin Racing) – Chevrolet SS

19ª fila:

#18 Kyle Busch (Joe Gibbs Racing) – Toyota Camry
#4 Kevin Harvick (Stewart-Haas Racing) – Chevrolet SS

20ª fila:

#36 Reed Sorenson (Tommy Baldwin Racing) – Chevrolet SS
#51 Justin Allgaier (HScott Motorsports) – Chevrolet SS

21ª fila:

#30 Parker Kligerman (Swan Racing) – Toyota Camry
#66 Michael Waltrip (Michael Waltrip Racing) – Toyota Camry (**)

22ª fila:

#34 David Ragan (Front Row Motorsports) – Ford Fusion

(*) por troca de motor, largam no fim do pelotão na Daytona 500

(**) por terem que usar o carro reserva, largam no fim do pelotão da Daytona 500

Anúncios

4 respostas em “Duels definem grid da Daytona 500

  1. Olá Mattar!!! Transmissão só no Foxsports 2 mesmo? Pelo menos poderiam colocar um VT no domingo de madrugada. Li que o Foxsports 2 entra na NET dia 27. Está correto? Abraço!

  2. só em abril renatao entrara nas outras operadoras o fox sports 2 enquanto isso só os sortudos que tem gvt verão a nascar o restante dos fãs da nascar que não pegam gvt terão que ver pela net, isso é uma vergonhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa,nem vt a f0x sports passara sequer das primeiras etapas da nascar esse ano sortudos são os que tem gvt, o resto se f.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s