WSBK: Guintoli e Laverty vencem na abertura do Mundial

Sylvain+Guintoli+World+Superbikes+Qualifying+BVwh2JLZ47Wl

RIO DE JANEIRO – O Mundial de Superbike deu neste domingo a largada para a temporada 2014. Vinte e um pilotos largaram para a primeira rodada dupla, disputada em Phillip Island, na Austrália. Na primeira bateria, deu Suzuki e na segunda, Aprília. Eugene Laverty e Sylvain Guintoli foram os grandes vencedores do fim de semana e o francês da moto #50 começa como o líder do campeonato.

A vitória de Laverty na primeira prova foi a primeira de um piloto a bordo de uma moto Suzuki no WSBK desde o GP de Kyalami, na África do Sul, em 2010. Portanto, lá se vão quatro anos. O irlandês assumiu a liderança superando o pole Guintoli na 17ª de um total de 22 voltas, para vencer com quase três segundos de vantagem para Marco Melandri, que superou o companheiro de equipe para ocupar a segunda posição na quadriculada.

Segundo no grid, o italiano Davide Giugiano chegou em quarto na primeira bateria, com Loris Baz (Kawasaki) em quinto e Jonathan Rea (Honda) em sexto. O atual campeão mundial Tom Sykes, também com Kawasaki, foi apenas um modesto sétimo colocado. Chaz Davies chegou em oitavo, seguido por David Salom e Niccolò Canepa.

Na corrida #2, Laverty não teve a oportunidade de bisar sua vitória. O irlandês vinha muito perto do líder Guintoli na briga pela liderança, mas sua moto se entregou com problemas mecânicos e o piloto da Suzuki teve de abandonar. Guintoli recebeu depois grande pressão do compatriota Loris Baz para vencer a prova e também o GP da Austrália, com apenas 0″283 de vantagem. Tom Sykes salvou um fim de semana discreto para conquistar o primeiro pódio de 2014. Davide Giugiano foi de novo 4º colocado, seguido pelas duas Honda CBR1000RR de Jonathan Rea e Leon Haslam.

A grande decepção do fim de semana, após o excelente começo dos treinos livres, foi Alex Lowes, que abandonou a primeira prova e chegou apenas em 13º lugar na segunda corrida do fim de semana.

Na Supersport, a corrida acabou sendo disputada em duas partes. Na primeira, Kenan Sofuoglu, o pole position, vinha na liderança com sua Kawasaki ZX-6R, quando a disputa foi interrompida após sete voltas completadas. A corrida foi interrompida e reiniciada para somente cinco voltas. E logo na segunda passagem, Sofuoglu deixou a disputa. Assim, de forma surpreendente, o francês Jules Cluzel, que largou de 14º com uma MV-Agusta. Kev Coghlan chegou em 2º lugar e Raffaele de Rosa completou o pódio na Austrália.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s