Mundial de Motovelocidade 2014: quem é quem, classe Moto3

RIO DE JANEIRO – A partir desta terça-feira, o blog apresenta equipes e pilotos que vão disputar a temporada 2014 do Mundial de Motovelocidade. Começamos com a terceira categoria em ordem de importância – mas não menos emocionante: a Moto3.

Com máquinas de 250cc quatro tempos, esta subcategoria da competição é o nicho perfeito para a criação dos futuros talentos das duas rodas. Em sua maioria, os pilotos que compõem o plantel da Moto3 têm idades que variam entre 16 e 20 anos. Muitos deles são legalmente menores de idade, mas a FIM autoriza a participação de competidores a partir dos 16 anos, a idade mínima exigida – anteriormente, era 15.

As disputas sempre emocionantes desta categoria prometem bastante neste ano. Sem Maverick Viñales, campeão de 2013 que subiu para a Moto2, o campeonato tem tudo para ser disputado e equilibrado. Os torcedores brasileiros voltam mais uma vez a prestar atenção nas corridas da Moto3, pois Eric Granado, após um primeiro ano com o time de Aspar Martínez, muda de escuderia em busca de sua afirmação na carreira internacional. Outra grande atração é a criação de uma equipe com o nome do multicampeão Valentino Rossi, mostrando que caminho o Doutor seguirá quando achar que é o momento e a hora de parar de competir.

Conheça os pilotos:

#3 MATTEO FERRARI (Itália)
Equipe San Carlo Team Itália
Moto: Mahindra MGP30
Idade: 17 anos (12/02/1997)
27º colocado na Moto3 em 2013

03ferrari_img_9822d_matteoferrari_slideshow_169

O italiano Matteo Ferrari não teve um ano de estreia dos mais fáceis na Moto3 ano passado. Competiu em praticamente toda a temporada, alinhando em 16 corridas. Para quem vinha credenciado por um título europeu, chegar duas vezes em 15º lugar nas etapas de Indianápolis e Valência foi muito pouco. Neste ano, ele troca de equipe, migrando da Ongetta para o Team Itália, que vai alinhar as motocicletas da marca indiana Mahindra, construídas com chassis Suter. Nos testes da pré-temporada, não impressionou, andando sempre no meio para o fim do pelotão.

#4 GABRIEL RAMOS (Venezuela)
Equipe Kiefer Racing
Moto: Kalex KTM Moto3
Idade: 19 anos (14/09/1994)
Estreante no Mundial de Motovelocidade

img_6376_gabrielramos_slideshow_169

A Venezuela, país que revelou craques como Johnny Cecotto (o pai, que fique claro) e Carlos Lavado, está de volta ao Mundial de Motovelocidade com a estreia do jovem Gabriel Ramos, de 19 anos. E é sob a proteção do bicampeão das 250cc em 1983 e 1986 que o bolivariano sobe do CEV, o prestigioso Campeonato Espanhol de Velocidade, uma verdadeira escola de pilotos, para a Moto3. Será um primeiro ano de aprendizado e o piloto sabe que não poderá cobrar grandes resultados. Marcar pontos é a meta. A equipe escolhida para a primeira temporada é a Kiefer Racing, que tem alguma tradição na modalidade.

#5 ROMANO FENATI (Itália)
Equipe Sky Racing Team by VR46
Moto: KTM RC250GP
Idade: 18 anos (15/01/1996)
10º colocado na Moto3 em 2013

Romano+Fenati+Moto2+Moto3+Tests+Jerez+Day+BVvVwg_rDx9l

Considerado a grande revelação do Mundial de Moto3 em 2012, ano em que estreou na competição, o italiano Romano Fenati não correspondeu plenamente às expectativas ano passado. Chegou apenas em 10º lugar, distante da briga pelo título, com 73 pontos somados e um 5º lugar no Japão como melhor resultado. Mais experiente, o gordinho (62 kg para 1,63 metro de estatura) nascido em Ascoli Piceno quer apagar o ano que passou e fazer bonito em 2014. A responsabilidade é grande: Fenati agora é um dos protegidos de ninguém menos que Valentino Rossi, na estreia do time que leva o nome do ídolo italiano na Moto3. Na pré-temporada, o italiano fez bons tempos e parece ter recuperado a auto-estima perdida. Vamos ver como se sairá nas primeiras corridas.

#7 EFRÉN VÁZQUEZ (Espanha)
Equipe Saxoprint-RTG
Moto: Honda NSF250R
Idade: 27 anos (02/09/1986)
9º colocado na Moto3 em 2013

07vazquez_img_4053_efren-vazquez_slideshow_169

Nascido em Bilbao, o espanhol Efrén Vázquez já é uma espécie de “Móveis e Utensílios” da Moto3. Aquele piloto que compõe grid, que pode fazer um brilhareco, mas nunca vai passar disso. Com 107 GPs disputados em toda a carreira, Efrén já esteve nas extintas 125 e 250cc, antes de partir para o terceiro ano na Moto3. Tem quatro pódios em sua campanha, nenhum deles ano passado, quando foi nono no Mundial de Pilotos, com direito a dois quintos lugares na Catalunha e em Valência. Não deve fazer muita coisa diferente neste ano, embora tenha sido rápido em algumas sessões de treinos na pré-temporada. Correrá desta vez de Honda, pela equipe Saxoprint-RTG.

#8 JACK MILLER (Austrália)
Equipe Red Bull KTM Ajo
Moto: KTM RC250GP
Idade: 19 anos (18/01/1995)
7º colocado na Moto3 em 2013

08miller_8gn_1977_slideshow_169

O australiano Jack Miller, de 19 anos, desponta como um dos principais nomes da Moto3 para este ano. Deu um grande salto evolutivo na sua carreira dentro do Mundial de Motovelocidade, passando dos 17 pontos conquistados em 2012, no seu primeiro ano de Moto3 para 110 ano passado. Terminou 14 das 17 etapas, treze delas nos pontos. Seu melhor resultado foi um 5º lugar, duas vezes: em San Marino e diante de seu público, em Phillip Island. Para este ano, troca de equipe: o piloto está agora na equipe de Aki Ajo, com motocicleta KTM e patrocínio Red Bull. Na pré-temporada, foi muito bem. Deverá estar na linha de frente ao longo do campeonato.

#9 SCOTT DEROUE (Holanda)
Equipe RW Racing GP
Moto: Kalex KTM Moto3
Idade: 18 anos (23/12/1995)
Estreante no Mundial de Motovelocidade

09deoruescott_img_3652_scott-deroue_slideshow_169

Com 18 anos, o holandês Scott Deroue sobe de outra categoria-escola, a Red Bull Rookies Cup, para o Mundial de Motovelocidade. Espigado (1,71 metro) e magro, Deroue já trabalhou com a RW Racing GP noutros certames, especialmente na Alemanha, Holanda e principalmente Espanha, ao longo do último ano. O team manager Roelof Wanninge e o diretor esportivo Jarno Janssen, este último um antigo piloto de 500cc, depositam nele as melhores esperanças. Mas, na pré-temporada, em comparação com a espanholinha Ana Carrasco, sua colega de equipe, chegou a ser superado em algumas sessões de treinos. O confronto se desenha bem interessante neste ano, pois Ana já tem experiência em praticamente todos os circuitos e Deroue, não.

#10 ALEXIS MASBOU (França)
Equipe Ongetta-Rivacold
Moto: Honda NSF250R
Idade: 26 anos (02/04/1987)
8º colocado na Moto3 em 2013

10masbou_img_3867_alexis-masbou_slideshow_169

Outro que também “perdeu o bonde” da história, assim como Efrén Vázquez: o francês Alexis Masbou, de 26 anos, ostenta no currículo nada menos que 123 corridas disputadas no Mundial de Motovelocidade desde 2003, com apenas um pódio. Vitórias? Nem pensar! E pelo visto, não será diferente neste ano, em que pese a boa temporada que realizou ano passado, com 94 pontos somados, o oitavo posto no Mundial de Pilotos e uma 6ª posição em Valência como melhor resultado. Seguirá mais um ano pela equipe Ongetta-Rivacold.

#11 LIVIO LOI (Bélgica)
Equipe Marc VDS Racing Team
Moto: Kalex KTM Moto3
Idade: 16 anos (27/04/1997)
22º colocado na Moto3 em 2013

11loi_img_4031_livio-loi_slideshow_169

Com duas corridas a menos que a maioria absoluta dos rivais, pois só pôde estrear na Moto3 quando completou 16 anos no fim de semana do GP da Espanha, o belga Livio Loi teve em 2013 um ano para aprender. Marcou pontos em quatro etapas, conquistando como melhor posição um 12º lugar em Motegi, no Japão. Acabou a temporada em 22º e espera, neste ano, ter melhores resultados, uma vez que já conhece quase todos os circuitos. A equipe de Marc Van der Straeten confia no seu potencial e renovou o compromisso com o piloto para 2014. Será que é a hora do “Sniper” (Franco-Atirador) brilhar?

#12 ÁLEX MÁRQUEZ (Espanha)
Equipe Estrella Galicia 0,0
Moto: Honda NSF250R
Idade: 17 anos (23/04/1996)
4º colocado na Moto3 em 2013

_img_1310_slideshow_169

O pedigree, pelo menos, Álex Márquez carrega. Como o sobrenome denuncia, ele é o irmão mais jovem do novo fenômeno da Motovelocidade, o espanhol Marc Márquez. Ano passado, em sua primeira temporada completa na Moto3, o jovem de 17 anos fez corridas excelentes. Somou quatro pódios e conquistou sua primeira vitória no GP do Japão. Neste ano, mais uma vez a bordo da equipe Estrella Galicia, é considerado pela imprensa especializada o grande favorito ao título mundial.

#17 JOHN McPHEE (Grã-Bretanha)
Equipe Saxoprint-RTG
Moto: Honda NSF250R
Idade: 19 anos (14/07/1994)
19º colocado na Moto3 em 2013

img_2679jmcphee_slideshow_169

Nascido em Oban, na Escócia, John McPhee fará neste ano seu segundo ano completo na Moto3. Ano passado, fez uma temporada bem razoável, somando pontos em cinco provas e conquistando um 7º lugar bastante meritório no GP do Japão. Seu parâmetro para 2014 é o experiente Efrén Vázquez e o britânico já mostrou que pode andar no mesmo nível do rival e companheiro de equipe – e talvez, quem sabe, superá-lo.

#19 ALESSANDRO TONUCCI (Itália)
Equipe CIP Moto3
Moto: Mahindra MGP30
Idade: 20 anos (19/04/1993)
26º colocado na Moto3 em 2013

img_2645atonucchi_slideshow_169

Esperava-se mais deste piloto após seu ano de estreia na Moto3, em 2012. Alessandro Tonucci desapontou tendo marcado apenas seis pontos na última temporada, chegando entre os 15 primeiros apenas duas vezes. No fim da temporada, machucou-se e não pôde disputar as etapas finais por sua antiga equipe, a LaFonte Tascaracing. Para 2014, vai de Mahindra, com a boa equipe CIP Moto3, na qual esteve ano passado o espanhol Juanfran Guevara.

#21 FRANCESCO BAGNAIA (Itália)
Equipe Sky Racing Team by VR46
Moto: KTM RC250GP
Idade: 17 anos (14/01/1997)
Não pontuou na Moto3 em 2013

21bagnaiafrancesco_img_9689d_francescobagnaia_slideshow_169

Em seu ano de estreia na Moto3, o italiano Francesco Bagnaia teve um ano de poucos resultados. Na verdade, só chegou perto de pontuar três vezes e seu melhor resultado foi a 16ª posição na Malásia. Uma campanha com nenhum ponto somado poderia desencorajar qualquer outro, mas o jovem piloto volta para seu segundo ano prometendo evoluir. E sob a tutela do grande Valentino Rossi, talvez Bagnaia consiga vir melhor. O problema é o parâmetro que ele terá dentro da própria equipe: o já experiente e competitivo Romano Fenati. É aí que mora o perigo…

#22 ANA CARRASCO (Espanha)
Equipe RW Racing GP
Moto: Kalex KTM Moto3
Idade: 17 anos (10/03/1997)
21ª colocada na Moto3 em 2013

22carrasco_img_3502_ana-carrasco_slideshow_169

A simpática – e rápida – espanholinha Ana Carrasco promete dar muito trabalho novamente nesta temporada da Moto3. A garota de 17 anos fez uma temporada de estreia bastante razoável. Em 17 corridas, abandonou apenas uma delas e conseguiu pontuar duas vezes, com direito a um espetacular 8º lugar no GP de Valência, no circuito Ricardo Tormo. Para este ano, Ana vem com a estrutura da RW Racing GP e o confronto com o jovem Scott Deroue pelo posto de mais rápido do time em treinos e corridas promete bastante. Aposto mais na Ana Carrasco. E vocês?

#23 NICCOLÒ ANTONELLI (Itália)
Equipe Junior Team Go&Fun Moto3
Moto: KTM RC250GP
Idade: 18 anos (23/02/1996)
16º colocado na Moto3 em 2013

23antonelli_4gn_9659_slideshow_169

Com mais horas de voo dentro da Moto3, o italiano Niccolò Antonelli entra para sua terceira temporada completa com o status de um dos favoritos ao título deste ano. De fato, seus bons desempenhos da pré-temporada o credenciam, mas como dizia o grande craque Didi, “treino é treino e jogo é jogo”. Logo, Antonelli terá que ser melhor em corrida do que foi ano passado, quando terminou o campeonato num modesto 16º lugar, com 47 pontos, numa temporada mais irregular que seu ano de estreia. Em 2013, o italiano do Junior Team de Fausto Gresini abandonou nada menos que seis vezes, quatro delas de forma consecutiva.

#31 NIKLAS AJO (Finlândia)
Equipe Avant Tecno Husqvarna Ajo
Moto: KTM RC250GP
Idade: 20 anos (10/07/1994)
14º colocado na Moto3 em 2013

31ajo_img_7105_niklas-ajo_slideshow_169

O finlandês Niklas Ajo parece ter colocado a cabeça no lugar, após as terríveis atitudes de 2013, quando chegou a dar uma cabeçada num rival e ser merecidamente desclassificado em Indianápolis. Seus resultados em comparação ao outro ano foram melhores na última temporada, mas ainda o deixaram um pouco longe da linha de frente da Moto3. Sua melhor performance foi em Jerez de la Frontera, quando terminou em 6º lugar. Na pré-temporada, teve resultados razoáveis. Continua sob os olhares atentos do pai, Aki Ajo, correndo com uma KTM apesar do nome da equipe ter a lendária marca nórdica Husqvarna.

#32 ISAAC VIÑALES (Espanha)
Equipe Calvo Team
Moto: KTM RC250GP
Idade: 20 anos (06/11/1993)
17º colocado na Moto3 em 2013

32vinales_img_3664_isaac-vinales_slideshow_169

Primo do campeão de 2013 Maverick Viñales, Isaac troca neste ano a equipe Ongetta e as motos FTR-Honda pela equipe na qual seu parente mais próximo levou o título do ano passado. É um bom sinal para o jovem de 20 anos, que fez uma temporada apenas razoável na última temporada. Marcou pontos 12 vezes, mas somente duas entre os dez primeiros, com um 7º lugar em Valência como melhor resultado. Se conseguir repetir minimamente o que fez na pré-temporada, deverá melhorar – e muito – seu cartel na competição.

#33 ENEA BASTIANINI (Itália)
Equipe Junior Team Go&Fun Moto3
Moto: KTM RC250GP
Idade: 16 anos (30/12/1997)
Estreante no Mundial de Motovelocidade

33bastianinienea_img_7037_enea-bastianini_slideshow_169

Mais um dos jovens talentos que surge das fileiras da Red Bull Rookies Cup, o italiano Enea Bastianini, de apenas 16 anos, fará sua estreia no Mundial de Motovelocidade nesta temporada. O piloto não começa numa equipe qualquer: foi inscrito no Junior Team de Fausto Gresini e cercado de grande expectativa. Ano passado, foi 4º colocado no campeonato patrocinado pela marca de energéticos, com vitórias em Jerez de la Frontera e Aragão. No Campeonato Italiano, fez cinco provas de Moto3 como um primeiro contato para este ano – ou seja, não entra totalmente “verde”. E na pré-temporada, ganhou quilometragem com a KTM, embora seus desempenhos não tenham sido dos mais expressivos.

#38 HAFIQ AZMI (Malásia)
Equipe SIC-Ajo
Moto: KTM RC250GP
Idade: 17 anos (08/12/1996)
Estreante no Mundial de Motovelocidade

38azmihafiq_img_9716d_hafiqazmi_slideshow_169

Seguindo os passos do compatriota Zulfahmi Khairuddin, que tem tido bons desempenhos na Moto3, Hafiq Azmi, de apenas 17 anos, chega para seu ano de estreia na categoria de acesso à MotoGP. Ele também é mais um egresso da Red Bull Rookies Cup e fará a primeira temporada completa dele com uma KTM da equipe de Aki Ajo, após disputar as três provas finais de 2013, sem muito brilho. Com a valiosa experiência de algumas provas no CEV e também dos donos do circuito de Sepang, que vão bancar a empreitada, Azmi quer fazer um bom ano em 2014 e dar sequência à sua carreira no futuro.

#41 BRAD BINDER (África do Sul)
Equipe Ambrogio Racing
Moto: Mahindra MGP30
Idade: 18 anos (11/08/1995)
13º colocado na Moto3 em 2013

41binder_img_2714_brad-binder_slideshow_169

O bom piloto sul-africano Brad Binder vai para sua terceira temporada na Moto3, em busca de um ano melhor que o último. E pelo potencial que a Mahindra demonstrou no fim de 2013 e na pré-temporada deste ano, talvez as esperanças do representante da Ambrogio Racing não sejam tão infundadas assim. Seu melhor resultado na última temporada, quando fez 66 pontos e chegou em 13º no Mundial de Pilotos, foi um quarto posto no GP da Espanha. Ele somou pontos em 13 das 17 provas do calendário. Se conseguir uma regularidade melhor e boas posições, poderá terminar no top ten pela primeira vez na carreira.

#42 ÁLEX RINS (Espanha)
Equipe Estrella Galicia 0,0
Moto: Honda NSF250R
Idade: 18 anos (08/12/1995)
Vice-campeão da Moto3 em 2013

42rins_img_1208_slideshow_169

O grande rival de Maverick Viñales em 2013. Este foi Álex Rins, o jovem catalão de 18 anos que se apresenta como uma realidade do motociclismo espanhol – mais um, aliás, entre tantos nomes promissores e talentosos. Somou seis vitórias ao longo da última temporada, foi ao pódio 14 vezes, marcou pontos em quinze GPs e só ficou de fora da zona dos pontos uma única vez – resultado que provavelmente lhe custou o título, pois ficou a somente 12 pontos do campeão. Entra nesta temporada como um dos favoritos – talvez o maior deles – ao título.

#43 LUCA GRÜNWALD (Alemanha)
Equipe Kiefer Racing
Moto: Kalex KTM Moto3
Idade: 19 anos (10/11/1994)
Estreante no Mundial de Motovelocidade

43grunwaldluca_4gn_0062_slideshow_169

Campeão alemão de Moto3 na temporada passada, Luca Grünwald, de 19 anos de idade, sobe para o Mundial neste ano. Credenciado pela boa campanha no certame regional, o piloto assinou com a Kiefer Racing para disputar a temporada completa. A falta de experiência em 90% das pistas deve pesar contra e isso deve se refletir nos resultados no início do campeonato. Ano passado, fez duas provas de Moto3 e seu melhor resultado foi a 22ª colocação no GP da Austrália.

#44 MIGUEL OLIVEIRA (Portugal)
Equipe Mahindra Racing
Moto: Mahindra MGP30
Idade: 19 anos (04/01/1995)
6º colocado na Moto3 em 2013

img_2845moliviera_slideshow_169

O português Miguel Oliveira segue a bordo de uma Mahindra MGP30 para mais uma temporada na Moto3. Ano passado, o piloto de 19 anos conseguiu apenas um pódio e o 6º lugar na temporada, com 150 pontos somados. Diante das ausências de Maverick Viñales, Luis Salom e Jonas Folger, todos agora na Moto2, o luso pode ser chamado de “terceira força” para esta temporada. Talento ele já provou que tem. Resta saber se tem estofo de campeão.

#51 BRYAN SCHOUTEN (Holanda)
Equipe CIP Moto3
Moto: Mahindra MGP30
Idade: 19 anos (10/09/1994)
Estreante no Mundial de Motovelocidade

51schoutenbryan_img_3880_bryan-schouten_slideshow_169

Com quatro provas no Mundial de Motovelocidade no currículo, três delas como piloto convidado, o holandês Bryan Schouten, de 19 anos, entra para sua primeira temporada completa de Moto3 credenciado pela experiência adquirida nas competições do CEV com uma FTR-Honda. Não obstante, o piloto competiu de 125cc e também de Moto3 no Campeonato Holandês, bem como no certame alemão, nas mesmas categorias. Sua participação é, portanto, uma grande incógnita no horizonte.

#52 DANNY KENT (Grã-Bretanha)
Equipe Red Bull Husqvarna Ajo
Moto: KTM RC250GP
Idade: 20 anos (25/11/1993)
22º colocado na Moto2 em 2013

52kent_img_0534_danny-kent_slideshow_169

Após um excelente 4º lugar no ano de estreia da Moto3 em 2012, o britânico Danny Kent quase jogou no lixo sua boa reputação ao aceitar correr de Moto2 ano passado pela Tech3 de Hervé Poncharal. Sucumbiu à inexperiência em conduzir uma moto de 600cc quatro tempos e, embora tenha somado pontos em seis corridas, nunca brilhou. Seu melhor resultado foi um 12º lugar – duas vezes – na República Tcheca e na Malásia. Decidiu dar um passo atrás para dar dois à frente e voltou para a Moto3, na equipe de Aki Ajo, onde espera lutar por pódios, vitórias e, talvez, pelo título deste ano.

#55 ANDREA LOCATELLI (Itália)
Equipe San Carlo Team Itália
Moto: Mahindra MGP30
Idade: 17 anos (16/10/1996)
Estreante no Mundial de Motovelocidade

55locatelli_img_4034_andrea-locatelli_slideshow_169

Sem parentesco algum com o antigo piloto de 125 e 250cc Roberto Locatelli, o jovem Andrea Locatelli, de 17 anos, assinou com o San Carlo Team Itália para a sua primeira temporada completa de Moto3. Ano passado, fez duas aparições como wild-card, obtendo um 22º posto em Mugello como melhor resultado. Não deve figurar entre os primeiros neste ano de aprendizado, onde o importante será conhecer ao máximo todas as pistas, ganhar experiência e permanecer no circuito em 2015.

#57 ERIC GRANADO (Brasil)
Equipe: Calvo Team
Moto: KTM RC250GP
Idade: 17 anos (10/06/1996)
25º colocado na Moto3 em 2013

57granado_4gn_9636_slideshow_169

Primeiro brasileiro a disputar o Mundial numa temporada completa desde Alex Barros, Eric Granado optou por descer ano passado à Moto3, uma categoria bem mais compatível com sua idade e também com a relativa falta de experiência nos circuitos do Mundial. Ao assinar com a equipe de Aspar Martinez, o paulista de 17 anos criou boa expectativa, mas os resultados foram, na maioria, frustrantes. Salvou-se apenas a 9ª colocação no GP da Itália e Eric até chegou perto de marcar mais pontos noutras ocasiões, mas ficou nisso. O piloto e a equipe anunciaram a continuidade do programa para 2014, mas no início de janeiro houve um desacerto entre patrocinadores e Granado perdeu o lugar no Team Aspar. A solução, com a intervenção do próprio Martinez, foi abrir uma vaga no Team Calvo e inscrever uma terceira moto, criando um time fantasia para o tcheco Jakub Kornfeil, já com a temporada paga, não ficar de fora. Esta será uma temporada decisiva para Eric Granado, porque certamente será mais cobrado em 2014 do que foi no ano passado.

#58 JUANFRAN GUEVARA (Espanha)
Equipe Mapfre Aspar Team
Moto: Kalex KTM Moto3
Idade: 18 anos (19/08/1995)
Não pontuou na Moto3 em 2013

58guevara_img_3890_juanfran-guevara_slideshow_169

Único piloto do Mapfre Aspar Team após a saída de Eric Granado, o espanhol Juanfran Guevara não teve um bom primeiro ano na Moto3. Seu melhor resultado foi um 16º lugar na segunda etapa, em Austin – a única na qual esteve perto realmente de somar pontos. No mais, um ano sem pontos e abaixo do esperado. O que torna a missão do piloto nascido em Lorca bem mais difícil. Afinal de contas, ele está numa equipe de tradição e será cobrado se os resultados não vierem. Vamos ver se Guevara saberá lidar com pressões.

#61 ARTHUR SISSIS (Austrália)
Equipe Mahindra Racing
Moto: Mahindra MGP30
Idade: 19 anos (15/01/1995)
15º colocado na Moto3 em 2013

sissis-mah

Esperava-se bem mais do australiano Arthur Sissis no último ano. Pela equipe de Aki Ajo, o piloto nascido em Adelaide conseguiu ter desempenho ainda inferior que o da temporada 2012. Marcou pontos em onze etapas, mas seu melhor resultado foi apenas um 6º lugar em Indianápolis. Acabou o campeonato em décimo-quinto e perdeu a vaga no time finlandês. Neste ano, junta-se a Miguel Oliveira na equipe Mahindra, na qual pretende fazer uma temporada melhor.

#63 ZULFAHMI KHAIRUDDIN (Malásia)
Equipe Ongetta-AirAsia
Moto: Honda NSF250R
Idade: 22 anos (20/10/1991)
12º colocado na Moto3 em 2013

63khairuddin_img_1295_slideshow_169

O malaio Zulfahmi Khairuddin tornou-se o melhor piloto de seu país na Motovelocidade, mas com 22 anos e 67 GPs no currículo, todos nas categorias 125cc e Moto3, sua carreira começa a entrar num perigoso desvio. Comparada com a temporada de estreia na Moto3, sua participação em 2013 foi abaixo da expectativa. Acabou em 12º lugar, somando 68 pontos, sem nenhum pódio e com dez presenças nos pontos. A exemplo de Arthur Sissis, também perdeu seu lugar na equipe de Aki Ajo e o piloto mudou de ares, indo para o time Ongetta, levando consigo o valioso patrocínio da companhia aérea AirAsia, de Tony Fernandes.

#65 PHILLIP ÖTTL (Alemanha)
Equipe Interwetten Paddock Moto3
Moto: Kalex KTM Moto3
Idade: 17 anos (03/05/1996)
18º colocado na Moto3 em 2013

65oettl_4gn_9558_slideshow_169

Filho do antigo piloto Peter Öttl, que disputou o Mundial de Motovelocidade com as famosas “cinquentinhas” e também nas “oitentinhas”, Phillip Öttl fez um primeiro ano completo bastante razoável na Moto3. Pontuou seis vezes e conquistou um impressionante 6º lugar no GP de Aragão. Neste ano, o piloto de 17 anos segue competindo na estrutura montada por Daniel Epp, com o mesmo patrocínio do experiente Thomas Luthi. Agora que conhece praticamente todos os circuitos, o alemão deve vir melhor em 2014.

#84 JAKUB KORNFEIL (República Tcheca)
Equipe Calvo Team
Moto: KTM RC250GP
Idade: 20 anos (08/04/1993)
11º colocado na Moto3 em 2013

84kornfeil_8gn_0978_original

O tcheco Jakub Kornfeil melhora ano após ano suas participações no Mundial de Motovelocidade. Em 2013, conseguiu o 11º lugar na temporada da Moto3, mesmo tendo falhado o sonho de conquista de um pódio. Para este ano, o piloto troca a equipe RW Racing GP pelo Calvo Team, da Espanha. É uma boa estrutura e Kornfeil sonha com melhores resultados. Na pré-temporada, seu desempenho pela KTM do novo time foi bem discreto.

#95 JULES DANILO (França)
Equipe Ambrogio Racing
Moto: Mahindra MGP30
Idade: 18 anos (18/05/1995)
Estreante no Mundial de Motovelocidade

95danilo_img_7283_jules-danilo_slideshow_169

Com apenas quatro provas isoladas no currículo dentro da Moto3, todas ano passado, o jovem Jules Danilo, de 18 anos, vai para seu primeiro ano a tempo inteiro na categoria. Ele será o novo companheiro de Brad Binder na Ambrogio Racing, substituindo o britânico Danny Webb, que deixou a Moto3. O piloto esteve também próximo de uma vaga na Marc VDS Racing – para quem fez duas corridas ano passado, mas o budget apertado não deu condições ao time belga de oferecer a Danilo uma segunda motocicleta para dividir os boxes com Livio Loi. Será, certamente, um ano de muito aprendizado para o piloto da Terra da Bastilha que, curiosamente, tem dupla cidadania, pois nasceu em Milão, na Itália.

#98 KAREL HANIKA (República Tcheca)
Equipe Red Bull KTM Ajo
Moto: KTM RC250GP
Idade: 17 anos (14/04/1996)
Estreante no Mundial de Motovelocidade

98karelhanika_img_6919_karel-hanika_slideshow_169

Campeão do Red Bull Rookies Cup em 2013, o tcheco Karel Hanika, de apenas 17 anos, chega para engrossar as fileiras dos novatos na Moto3. Com vasta cabeleira, o piloto é o mais novo apadrinhado da marca de energéticos de Dietrich Mateschitz e fará sua estreia pelo time de Aki Ajo, com uma KTM.

Anúncios

3 respostas em “Mundial de Motovelocidade 2014: quem é quem, classe Moto3

  1. Espero que o Eric consiga fazer uma boa temporada este ano Acho difícil chegar numa disputa pelo título, mas com o material que ele tem dá para fazer um Top 10 com relativa tranquilidade.

    Eu colocaria como favoritos para esta temporada o Alex Rins, Álex Marquez, Miguel Oliveira e Isaac Viñales. Estou torcendo para ver onde a Ana Carrasco pode chegar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s