V8 Supercars: vitória de Lowndes na corrida #3

RIO DE JANEIRO – Simplesmente imbatível: o veterano Craig Lowndes voltou a vencer na temporada 2013 do International V8 Supercars, com o Holden #888 da equipe Red Bull Australia. Correndo em casa, já que é da região da Tasmânia, o piloto de 39 anos segue também na liderança do campeonato com mais este triunfo.

A corrida #3 do fim de semana de provas no Symmons Plains International Raceway foi a mais longa do evento. Após duas etapas de tiro mais curto, ambas com 42 voltas e vencidas por Jamie Whincup, desta vez o grid de 25 pilotos largou para uma prova com o dobro do percurso, justificando os 400 km que dão nome à 2ª etapa do campeonato – Tyrepower Tasmania 400.

Lowndes venceu com cinco segundos de vantagem para o rival e colega de equipe Whincup, enquanto James Courtney fez mais uma boa corrida e completou em 3º lugar. Will Davison, de novo em quarto, repetiu o bom resultado do Erebus Mercedes-Benz C63 AMG em Symmons Plains. Outra sensação foi Scott McLaughlin, 6º colocado com seu Volvo.

O melhor Ford Falcon ficou somente em nono, com Mark “Frosty” Winterbottom e os Nissan Altima não tiveram a menor chance na corrida #3. Apenas um modesto 19º posto para Michael Caruso e os carros do fabricante japonês chegaram até vigésimo-segundo.

Concluídas duas rodadas e disputadas seis corridas, a classificação do International V8 Supercars está assim:

1. Craig Lowndes – 532 pontos
2. Jamie Whincup – 462
3. Fabian Coulthard – 447
4. James Courtney – 429
5. Mark Winterbottom – 406
6. Shane Van Gisbergen – 389
7. Scott McLaughlin – 334
8. Tim Slade – 308
9. Garth Tander – 282
10. Russell Ingall – 274

Anúncios

5 respostas em “V8 Supercars: vitória de Lowndes na corrida #3

  1. Lógico que os pilotos da equipe Red Bull são ótimos tanto o Craig Lowndes como o Jamie Whincup, mas a equipe também é sensacional. Palmas pra todo mundo lá. Me impressiona mesmo a Volvo e o Scott McLaughlin. Esse muleque é muito bom.

    Fiquei com uma dúvida que a princípio pode parecer trivial, mas… quando a Chevrolet fechar a Holden na Austrália ano que vem, as equipes vão mudar para as outras montadoras né ?

    • E não é só a Holden. A Ford também vai cair fora. Outras montadoras deverão chegar até porque a organização não vai querer deixar a V8 Supercars ir pro saco, não acha?

    • Não necessariamente. Além de os carros ficarem ainda mais alguns anos nessa configuração (os carros atuais estrearam em 2012), a Chevrolet pode simplesmente trocar a marca. Aí os pilotos correriam com Chevys SS no lugar de Holden Commodore. Já no caso da Ford, as equipes aos poucos já estão trocando de marca.

      • Estes carros estrearam em 2013, programa COTF, car of the future, chassi tubular para substituir os verdadeiros.

  2. Campeonato simplesmente sensacional…e acho que a Volvo não veio para apenas figurar no grid…logo logo belisca vitórias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s