Deu MC Tubarão na abertura do Gaúcho de Endurance

tubarao

RIO DE JANEIRO – Quarenta carros na pista e um festival de sons e cores. Assim foi a primeira etapa do Campeonato Gaúcho de Endurance, disputada em prova de 3 horas de duração no tradicional Autódromo de Tarumã, em Viamão. Um velho conhecido das provas do certame levou a melhor na corrida inaugural: o MC Tubarão de Tiel de Andrade resistiu brilhantemente ao rigor da disputa e faturou a vitória após 137 voltas percorridas no circuito de 3,016 km de extensão.

Quem disputou a vitória palmo a palmo com o #5 foi o protótipo MRX número #12 de Jindra Kraucher/Luciano Cardoso, recuperado após um acidente na qualificação. A dupla brigou o quanto pôde pelo primeiro posto, mas acabou mesmo em 3º lugar, uma volta atrás do vencedor. A segunda posição foi do MRX #65 de Nílson Ribeiro/José Cintra Ribeiro: os sul-matogrossenses chegaram a 15″186 do MC Tubarão e faturaram o primeiro lugar na subclasse II de protótipos.

10157232_619163928167190_826567556_n

Pole position, o MR18 Audi Turbo dos irmãos Felipe e Vinícius Roso, ajudados pelo sempre rápido Cláudio Ricci, enfrentou alguns problemas. Tanto que ao fim da primeira hora, o carro #4 estava atrasado quatro voltas em relação aos líderes, desvantagem que subiu para 10 passagens ao fim da segunda hora. Refeitos dos percalços, ainda conseguiram levar o carro ao 6º posto na geral e quarto na subclasse I.

10154910_619165698167013_533363142_n

Outro favorito, o MRX #10 de Tigrinho Almeida/Machão Cardoso/Vicente Orige também não teve chances de repetir seus desempenhos de outras provas. A exemplo do #4, tiveram problemas e perderam 10 voltas já ao fim da primeira hora de disputa. Recuperaram duas passagens apenas e terminaram em oitavo na classificação final.

Na classe III, o melhor dos inscritos (todos protótipos Spyder Race), foi o #2 de Sandro Loff/Igor Eberle. A dupla acabou, contudo, em 25º na geral, com 23 voltas a menos que o MC Tubarão. Entre os inscritos da classe IV, a principal dos modelos Turismo, com um velho Maserati Trofeo, Fernando Poeta, Gustavo e Vicente Daudt levaram a melhor: acabaram em 10º lugar na geral, único carro do gênero em meio aos protótipos que dominaram as nove primeiras posições.

1978839_619167788166804_1145713537_n

Cléber e Celso Schuler fizeram excelente corrida com o Fiat Linea Turbo e conseguiram o primeiro posto entre os carros da subclasse V, chegando em 12º lugar. Com um carro idêntico, o trio Oppelt/Rodrigues/Silveira foi o segundo no grupo, seguidos por Martin/Souza/Bacher, num antigo Aldee RTT 2 litros.

1888567_619166798166903_1090041628_n

Na divisão VI, o Volvo C30 de Lemke/Bacher/Cícero foi o melhor na disputa, completando a prova num razoável 14º lugar na geral. O Gol de Délcio, Marcelo e Renato Dornelles chegou em segundo e a terceira posição foi dos Halmenschlager, noutro VW Gol. E, por fim, na classe VII, triunfo de Rafael Apolo/Daniel Elias, num VW Gol.

O resultado final das 3 Horas de Tarumã:

1º #5 Tiel de Andrade
Protótipo MC Tubarão – categoria I
137 voltas em 2h59min42seg918, média de 139 km/h

2º #65 Nílson Ribeiro/José Cintra Ribeiro
Protótipo MRX Ford Duratec – categoria II
a 15seg186

3º #12 Jindra Kraucher/Luciano Cardoso
Protótipo MRX Audi Turbo – categoria I
a 1 volta

4º #98 Guaracy Costa/Luiz Fernando Costa/Rafael Costa
Protótipo Tornado Hayabusa – categoria II
a 3 voltas

5º #26 Marco Garcia/Oswaldo Scheer Fº
Protótipo MRX Opel Turbo – categoria I
a 7 voltas

6º #4 Felipe Roso/Vinícius Roso/Cláudio Ricci
Protótipo MR18 Audi Turbo – categoria I
a 7 voltas

7º #31 Luiz Carlos Crestani
Protótipo Tornado Hayabusa – categoria II
a 8 voltas

8º #10 Tigrinho Almeida/Machão Cardoso/Vicente Orige
Protótipo MRX Audi Turbo – categoria I
a 8 voltas

9º #19 Jorge Machado
Protótipo Spyder Race – categoria I
a 8 voltas

10º #18 Fernando Poeta/Vicente Daudt/Gustavo Daudt
Maserati Trofeo – categoria IV
a 9 voltas

Anúncios

3 respostas em “Deu MC Tubarão na abertura do Gaúcho de Endurance

  1. Que bom que ao menos no Rio Grande do Sul o endurance consiga se manter, porque em nível nacional não há nenhum promotor que se mostre capaz de tocar a categoria com decência.

  2. Pingback: Palmas pra gauchada | BLuc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s