ELMS, The Prologue: Morand Racing abre trabalhos na ponta

RIO DE JANEIRO – Com trinta e seis dos 37 carros previstos na pré-temporada, começou nesta terça-feira o The Prologue do European Le Mans Series (ELMS). Muitas equipes estão, além de trabalhando com novos equipamentos, dando oportunidade a novos pilotos que podem compor o grid da primeira prova do ano, daqui a três semanas, no circuito britânico de Silverstone.

newblood-httt-xynamic

Após a primeira sessão de treinos, disputada pela manhã em Paul Ricard, o Morgan Judd #43 da Newblood by Morand Racing começou na ponta. O austríaco Christian Klien, que esteve na Fórmula 1 pelas equipes Jaguar e Red Bull, estabeleceu o melhor tempo em 1’48″464, média de 191,7 km/h.

VSA_WEC_PRO14_OBCT7E2216

Em segundo, ficou o Alpine A450 Nissan da equipe Signatech, campeã do ano passado. Nelson Panciatici fez a melhor volta do carro em 1’49″417 – antes de um acidente que destruiu bastante a parte traseira do protótipo, que se envolveu numa carambola com a Ferrari F458 Italia da AT Racing, com Paul-Loup Chatin a bordo do #36.

Em sua estreia pela Thiriet by TDS Racing, Ludovic Badey foi o terceiro mais veloz da sessão, com 1’49″539, seguido pela surpreendente Keiko Ihara, que andou bem com o Morgan da Larbre Competition. Simon Dolan fez o 5º tempo com o Zytek #38 do Team Jota Sport e em sexto ficou Jon Lancaster, num carro idêntico inscrito pela Greaves Motorsport.

Entre os outros pilotos que nunca haviam andado em protótipos, destaque para o espanhol Dani Clos, que fez o 8º tempo com o #34 da Race Performance. O antigo piloto da GP2 foi apenas alguns milésimos mais rápido que o experiente Franck Mailleux, mas parece ter carimbado o passaporte para disputar o campeonato pelo time dirigido por Ralph Meichtry e Michel Frey. Outros que deixaram boa impressão foram Harry Tincknell pelo Team Jota e o novato Tony Wells, que andou com o #28 da Greaves.

Na LMGTE, Michele Rugolo estabeleceu o tempo de referência – 1’56″330, apenas 0″046 mais rápido que Andrea Bertolini – ambos com Ferrari: Rugolo pela AF Corse e o compatriota, guiando um bólido da SMP Racing. Marco Cioci foi o terceiro mais rápido do grupo e Soheil Ayari, o quarto.

Os F458 Italia do construtor italiano dominaram as primeiras posições na folha de tempos, pois o 5º colocado foi Pierre Kaffer, da AT Racing e o sexto foi Matteo Cressoni, da Kessel Racing. O melhor carro não-Ferrari, aliás, foi o velho Porsche 911 (997) GT3 RSR da Crubilé Sport, que registrou o nono tempo – 1’58″259, graças ao veterano Manu Collard. Na sequência, vieram o #75 da Prospeed Competition com Maxime Soulet e o #67 da IMSA Performance Matmut, de Eric Hélary.

O único Aston Martin Vantage GTE inscrito ficou em 12º, com Stuart Hall sendo o último a baixar de 2 minutos. O Porsche da Gulf Racing UK fechou a raia, porque o #76 da IMSA Performance Matmut, embora presente, não foi para a pista. Raymond Narac e Nicolas Armindo estavam a quilômetros de Paul Ricard, efetuando testes com um Porsche Cup do time no circuito Bugatti de Le Mans.

Fabién Barthez, ex-goleiro da seleção francesa campeã de 1998 e agora piloto do Team SOFREV-ASP, completou 17 voltas de manhã com sua Ferrari, a melhor delas em 1’59″237. Como comparação, ficou a mais de três segundos do rodadíssimo Soheil Ayari. Mas entre os 31 pilotos das equipes LMGTE que marcaram tempo, o carequinha foi o décimo-nono. Nada mal…

Na numerosa divisão LMGTC, sobressaiu-se o experiente Franck Perera. O antigo kartista e piloto de monopostos, agora na equipe Pro GT by Almeras, cravou 1’57″089 com seu Porsche 911 (997) GT3 R, 0″145 mais veloz que o italiano Alessandro Pier Guidi, um dos que participaram da corrida de duplas da Stock Car há duas semanas.

Jan Magnussen andou com a Ferrari F458 GT3 da escuderia Formula Racing e foi o terceiro mais rápido do treino, seguido por Cédric Sbirrazzuoli, pelo russo Kyrill Ladygin e pelo dinamarquês Mads Rasmussen – todos, por sinal, de Ferrari. Andriy Kruglyk fez a sétima marca mais rápida do grupo, com Boris Rotemberg em oitavo. Alexandre Prémat, de volta à Europa após um tempo na V8 Supercars australiana, foi o nono com a McLaren MP4-12C GT3 da ART Grand Prix. Olivier Beretta fechou o top ten do primeiro treino livre da divisão.

Anúncios

Uma resposta em “ELMS, The Prologue: Morand Racing abre trabalhos na ponta

  1. Empolgante estes treinos do ELMS…que venha logo o dia 20/04, que por sinal, ainda será véspera de feriado no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s