Ressurgimento

971031_10202645107282658_6425202802559514599_n

RIO DE JANEIRO – Parece que desta vez vai: a Fórmula 3 Brasil, substituta do certame sul-americano (que vinha sendo disputado só por equipes do país e, eventualmente, com pilotos argentinos) começa a temporada 2014 com um grid muito, mas muito melhor do que o esperado.

A etapa de Tarumã, neste fim de semana, conta com nada menos que 16 pilotos inscritos, sendo sete na classe principal, com os modelos Dallara F309 e nove na Light, na qual os carros ainda são os vetustos F301, que têm maior pressão aerodinâmica que os modelos mais novos (ou menos antigos, como queiram). Esses carros ainda são usados no Brasil por questões de custos e equipados com o motor Ford 2,3 litros com a grife Berta. Esses motores têm 270 HP de potência e, com cilindrada maior que os propulsores 2 litros dos demais certames de Fórmula 3 do mundo, fazem a série brasileira ser uma das mais velozes de todas.

Com diversos estreantes no plantel, a grande atração é, sem sombra de dúvida, Pedro Piquet. Aos 15 anos, o filho do tricampeão mundial de F-1 Nelson Piquet deixa para trás uma tumultuada aparição na Toyota Racing Series, na Nova Zelândia, e vai fazer o campeonato tupiniquim pela Cesário Fórmula, uma das mais vitoriosas organizações da Fórmula 3 do Brasil.

E o ressurgimento da categoria motivou também o retorno de uma querida figura da categoria: Dárcio dos Santos, tio de Rubens Barrichello, volta com a PropCar Racing e três carros. Na divisão principal, o Darcião traz o garoto Lukas Moraes, que andou uma enormidade no primeiro treino extra disputado nesta sexta em Tarumã: 56″689, média de quase 193 km/h!

Um grid razoável como este da primeira etapa, mais do que mostrar que a F-3 tem potencial a ser explorado, significa também que mais e melhores postos de trabalho para engenheiros e mecânicos podem vir a ser criados se o interesse aumentar e novas escuderias se juntarem às sete que participam da rodada dupla inaugural. Tomara que seja assim.

Estes são os inscritos da primeira rodada da Fórmula 3 Brasil:

#5 Pedro Piquet (A)
Cesário F3
Dallara F309 Berta

#11 Lukas Moraes (A)
PropCar Racing
Dallara F309 Berta

#12 Arthur Oliveira (A)
Hitech Racing
Dallara F309 Berta

#15 Raphael Raucci (A)
RR Racing
Dallara F309 Berta

#16 Alexandre Doretto (L)
PropCar Racing
Dallara F301 Berta

#18 Matheus Leist (L)
Hitech Racing
Dallara F301 Berta

#21 Vitor Batista (L)
Cesário F3
Dallara F301 Berta

#25 Gabriel Kenji Sena (L)
EMB Racing
Dallara F301 Berta

#27 Bruno Etman (A)
Hitech Racing
Dallara F309 Berta

#28 Arthur José Fortunato (A)
RR Racing
Dallara F309 Berta

#34 Matheus Iorio (L)
Hitech Racing
Dallara F301 Berta

#46 Mauro Auricchio (L)
RR Racing
Dallara F301 Berta

#53 Vitor Miranda (L)
RR Racing
Dallara F301 Berta

#84 Fernando Croce (L)
PropCar Racing
Dallara F301 Berta

#91 Leonardo de Souza (A)
Kemba Racing
Dallara F309 Berta

#99 Francisco Alfaya (L)
Capital Motorsport
Dallara F301 Berta

Foto: Luca Bassani

Anúncios

5 respostas em “Ressurgimento

  1. Torcer que dessa vez a coisa funcione direito. Eu fui numa corrida em Brasília que não tinha sequer 30 pessoas assistindo nas arquibancadas. Precisamos de categorias de Fórmula na América do Sul desse nível para preparar nossos pilotos para desafios maiores (F1, Indy, …).

  2. Boa notícia! E realmente, tomara que novos postos de trabalho possam surgir também!

    Tem algum gringo correndo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s