WRC: Ford domina primeiro dia do Rali de Portugal

469320140404184449

RIO DE JANEIRO – Perto do que aconteceu nas três primeiras provas do WRC neste ano, o primeiro dia do Rali de Portugal, quarta etapa do Mundial da modalidade, foi totalmente atípico: a Volkswagen não teve uma sexta-feira das mais felizes e já perdeu um de seus três Polo oficiais. O finlandês Jari-Matti Latvala voltou aos velhos tempos e acidentou-se no quinto trecho cronometrado em Silves, justamente quando as condições das estradas pareciam melhores do que mais cedo, quando choveu e a lama tomou conta das trilhas. Um péssimo presente de aniversário para o piloto que completou ontem 29 anos de idade.

Para completar, Sébastien Ogier está menos inspirado do que de costume e isso explica o fato do atual campeão mundial figurar apenas em 3º lugar na classificação geral ao fim do primeiro dia, após estar momentaneamente na liderança geral. A desvantagem é de seis segundos e meio – não é nada do outro mundo e nada que Ogier não possa recuperar nos dois próximos dias de Rali. Andreas Mikkelsen, no terceiro carro do construtor alemão, teve um início claudicante, mas recuperou-se e já está em 9º na geral.

Com os problemas dos principais favoritos, a M-Sport Ford beneficiou-se e o finlandês Mikko Hirvönen junto a seu navegador Jere Lehtinen, fecham o primeiro dia do Rali de Portugal na liderança e com a missão de abrir a estrada no primeiro trecho cronometrado do sábado. Hirvonen pegou a ponta com a vitória na sétima especial, na segunda passagem por Almodovar, em que Ogier perdeu oito segundos em relação ao nórdico.

A segunda posição geral é do estoniano Ött Tanak, que faz excelente trabalho no Fiesta revezado por vários pilotos – entre eles Brian Bouffier e Benito Guerra. O piloto e o navegador Raïgo Mölder também estão no páreo e acabaram superados por apenas 3s7 em relação a Hirvönen/Lehtinen.

Mads Östberg é o melhor piloto Citroën, mas isso não indica que o norueguês reúne chances de vitória. Pelo contrário: o nórdico perdeu 25 segundos nas trilhas, o que pode lhe custar caro também na luta por um pódio. Bem próximo a ele ficou o espanhol Dani Sordo, o melhor dos representantes da Hyundai e que teve um excelente primeiro dia de Rali de Portugal, com vitórias em duas das seis passagens efetuadas.

O belga Thierry Neuville segue bem, obrigado: venceu a SS6 na segunda passagem por Ourique e está agora em 6º na geral a 42 segundos da liderança. Henning Solberg vem em sétimo, com Juho Hanninen, no terceiro i20 da Hyundai, ocupando a oitava posição. Martin Prokop, no seu Ford Fiesta não-oficial, completa o grupo dos 10 primeiros colocados.

468720140404160846

Mais uma vez o polonês Robert Kubica envolveu-se num acidente com o seu Ford Fiesta WRC, durante a SS4 que compreendeu a primeira passagem por Almodovar, que acabou interrompida por 15 minutos em razão do choque do carro com uma pedra, provocando a consequente capotagem. O galês Elfyn Evans, em sua primeira aparição no Rali de Portugal, também saiu da estrada e não completou a especial.

Entre os competidores do WRC2, liderança para Jari Ketomäa, da Finlândia. O piloto do Ford Fiesta R5 vem em 11º na geral, cinco segundos adiante de Nasser Al-Attiyah, em sua primeira aparição no Mundial deste ano. Pontus Tidemand é o terceiro na classe. O ucraniano Yuriy Protasov e seu navegador Pavel Cherepin, líderes do campeonato com duas vitórias nas três primeiras etapas, tiveram um primeiro dia bastante atribulado e estão muito atrás, ocupando apenas o 48º posto na geral.

Classificação do Rali de Portugal, dia #1:

1. Hirvonen-Lehtinen (Ford Fiesta RS Wrc) em 1.25’05”6
2. Tanak-Molder (Ford Fiesta RS Wrc) a 3”7
3. Ogier-Ingrassia (VW Polo Wrc) a 6”5
4. Ostberg-Andersson (Citroen DS3 Wrc) a 25”6
5. Sordo-Marti (Hyundai i20 Wrc) a 25”7
6. Neuville-Gilsoul (Hyundai i20 Wrc) a 42”0
7. Solberg-Minor (Ford Fiesta RS Wrc) a 1’42”3
8. Hanninen-Tuominen (Hyundai i20 Wrc) a 1’58”2
9. Mikkelsen-Markkula (VW Polo Wrc) a 2’16”2
10. Prokop-Tomanek (Ford Fiesta RS Wrc) a 2’59”2

 

Anúncios

4 respostas em “WRC: Ford domina primeiro dia do Rali de Portugal

  1. Acho que o Kubica não termina a temporada. E se terminar, não passa dessa. Ta claro que o rally é um pouco demais para ele.

  2. O Kubica precisa de um estoque de carros a sua disposição a cada etapa. Não acredito ser normal um piloto capotar ou quase despencar pirambeiras como vem acontecendo com ele rotineiramente, parece realmente ter ficado com sequelas ou limitações daquele grave acidente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s