Vitórias da Citroën e caos no WTCC em Marrakech

4425320140413203436RIO DE JANEIRO – Uma pole position, duas corridas, duas vitórias. A trajetória da Citroën no Mundial de Carros de Turismo (WTCC) não poderia ter começado melhor – em que pese o caótico fim de semana em Marrakech, no Marrocos. O argentino Pechito López e o francês Sébastien Loeb, lenda do Rali, foram os grandes vitoriosos da primeira rodada dupla do campeonato, a bordo do novíssimo C-Elysée.

O fim de semana marroquino de corridas foi problemático para alguns pilotos. O italiano Gabriele Tarquini se envolveu num entrevero com o Chevrolet do compatriota Gianni Morbidelli e o Honda Civic do veterano ex-piloto de Coloni, AGS, Fondmetal e Tyrrell ficou completamente destruído, impossibilitando-o de participar da prova. Também o tcheco Petr Fulin foi obrigado a desistir da corrida, mas por outro motivo: o motor do carro do francês John Filippi quebrou e não havia um propulsor reserva para substitui-lo. A Campos Racing sacrificou então o campeão do ETCC no ano passado e o grid foi reduzido a 18 carros.

Na primeira prova, os três C-Elysée dominaram de forma incontestável: Pechito López ganhou sem problemas, embora sua vantagem sobre Sébastien Loeb fosse pouco superior a sete décimos de segundo. Yvan Muller, atual campeão do Mundial de Carros de Turismo, chegou em terceiro, logo depois.

Tom Chilton foi o quarto com um dos Chevrolet RML Cruze da ROAL, seguido pelo estreante croata Dusan Borkovic e pelo português Tiago Monteiro. Entre os TC2, Franz Engstler terminou como o mais bem colocado, na 12ª posição.

Para a corrida #2, quinze dos 18 carros largaram, porque o intervalo entre as duas provas foi relativamente curto para a efetuação dos reparos necessários. E logo na primeira volta, um acidente tirou de esquadro Yvan Muller e Tom Coronel. Culpa do marroquino Mehdi Bennani, que provocou a confusão e acabou punido apenas e tão somente com um drive through. Certas decisões da FIA são realmente difíceis de se entender – mas depois o bom senso prevaleceu e o piloto da equipe Proteam foi excluído do resultado final.

A corrida foi suspensa por conta da batida e reiniciada logo depois, com 13 ‘sobreviventes’. E foi aí que Loeb, nono no grid, foi beneficiado por todos os incidentes para vencer brilhantemente logo em sua segunda participação no WTCC. Pechito López chegou em segundo, com o francês Hugo Valente em terceiro, no melhor resultado deste piloto na competição.

Tom Chilton mais uma vez foi bem, completando em quarto, seguido pelo russo Mikhail Kozlowskiy, outro que alcançou seu melhor resultado no Mundial de Turismo. Gianni Morbidelli, num fim de semana muito atribulado, foi o 6º e Franz Engstler, com a sétima posição, foi de novo o melhor na subclasse TC2.

A próxima prova em Paul Ricard será no próximo fim de semana e alguns pilotos poderão nem competir na França. Gabriele Tarquini e Tom Coronel são dois entre os que correm sérios riscos de saltar a corrida francesa. A equipe JAS e a ROAL Motorsport vão ter que ir atrás do prejuízo sob pena de ver seus pilotos do lado de fora.

Resultado da corrida #1:

1 – Josè Maria Lopez – Citroen Elysée – Citroen – 14 giri em 24’40″950
2 – Sébastien Loeb – Citroen Elysée – Citroen – 0”713
3 – Yvan Muller – Citroen Elysée – Citroen – 1”607
4 – Tom Chilton – Chevrolet Cruze – Roal – 8”222
5 – Dusan Borkovic – Chevrolet Cruze – Campos – 11”849
6 – Tiago Monteiro – Honda Civic – Honda Jas – 20”495
7 – Mehdi Bennani – Honda Civic – Proteam – 25”111
8 – Hugo Valente – Chevrolet Cruze – Campos – 29”953
9 – Norbert Michelisz – Honda Civic – Zengo – 44”583
10 – James Thompson – Lada Granta – Lada – 38”596

Resultado da corrida #2:

1 – Sébastien Loeb – Citroen Elysée – Citroen – 16 voltas em 47’50″589
2 – Josè Maria Lopez – Citroen Elysée – Citroen – 4”321
3 – Hugo Valente – Chevrolet Cruze – Campos – 7”598
4 – Tom Chilton – Chevrolet Cruze – Roal – 18”305
5 – Mikhail Kozlovskiy – Lada Granta – Lada – 19”757
6– Gianni Morbidelli – Chevrolet Cruze – Munnich – 23”117
7– Franz Engstler – BMW 320 TC – Engstler – 38”957
8– John Filippi – Seat Leon – Campos – 48”611
9– Pasquale di Sabatino – BMW 320 TC – 50”553
10– Tiago Monteiro – Honda Civic – Honda Jas – a 2 voltas

Classificação do campeonato:

1. Pechito López – 48 pontos; 2. Sébastien Loeb – 47; 3. Tom Chilton – 27; 4. Hugo Valente – 19; 5. Yvan Muller – 17; 6. Tiago Monteiro – 11; 7. Mikhail Kozlowskiy – 10; 8. Dusan Borkovic – 9; 9. Gianni Morbidelli – 8; 10. Franz Engstler e Mehdi Bennani – 6; 12. John Filippi – 4; 13. Pasquale di Sabatino e Norbert Michelisz – 2; 15. James Thompson – 1.

Anúncios

6 respostas em “Vitórias da Citroën e caos no WTCC em Marrakech

  1. A temporada deste ano será muito interessante, porém a Citroën já chegou dando um vareio impressionante na concorrência e o Yvan Muller que abra o olho pois a briga interna será muito dura com o Pechito Lopez e o Seb Loeb.

    Para quem não assistiu as corridas:

    Corrida 1 (muito chata na minha opinião) – http://www.youtube.com/watch?v=COoDN0tqvaA

    Corrida 2 (bem melhor que a primeira, com várias ultrapassagens) – http://www.youtube.com/watch?v=XzEtnNWRmcA&feature=youtu.be

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s