Em final sensacional, Thiriet by TDS Racing vence na abertura do ELMS

tdswin

RIO DE JANEIRO – A abertura do European Le Mans Series (ELMS) não podia ter tido uma corrida melhor do que a realizada neste sábado. Grid cheio, com 37 carros, muitas disputas e um final espetacular, com três competidores brigado pela vitória nos últimos cinco minutos de uma corrida com quatro horas de duração.

Ao fim de 118 voltas, a Thiriet by TDS Racing, campeã da categoria em 2012 e vice no ano passado, levou a melhor na estreia do protótipo Morgan Nissan do time dirigido por Xavier Combet. Tristan Gommendy “atropelou” nos últimos quilômetros e deixou para trás o Oreca Judd da Race Performance, com Michel Frey a bordo e o carro da Newblood by Morand Racing, que era conduzido pelo suíço Gary Hirsch. Gommendy cruzou com apenas 3″828 de vantagem para o 2º colocado, uma diferença escassa para uma corrida relativamente longa.

A movimentada corrida teve liderança inicial do Team Jota, cujo Zytek Z11SN Nissan largou na pole position. Filipe Albuquerque dominou as primeiras 23 voltas com grande autoridade e entregou o carro a Simon Dolan, que cumpriu com correção o seu turno de pilotagem e vinha na primeira posição após o reposicionamento devido às paradas de box para reabastecimento, troca de pneus, revezamento de pilotos e eventuais reparos.

Na altura da 98ª volta, quando o time já preparava a entrada do britânico Harry Tincknell para o stint final, Dolan foi surpreendido pela Ferrari F458 GTE de Duncan Cameron/Matt Griffin/Michele Rugolo, que não lhe deu espaço numa manobra de ultrapassagem – sendo que o carro italiano era retardatário e, logicamente, muito mais lento. Dolan perdeu o controle do seu protótipo, pegou pela proa o Morgan Judd #50 da Larbre Competition, então guiado por Gustavo Yacamán e os dois carros colidiram. O britânico não conseguiu evitar o forte choque do #38 com o muro de proteção, o que provocou a única intervenção do Safety Car. Felizmente, Dolan só sofreu o susto e o impacto da pancada, que provocou alguns danos materiais no carro do time.

Na relargada, o carro #34 de Michel Frey e Franck Mailleux comandou a prova, até ser ultrapassado, a cinco minutos do fim, pelo Morgan que recebeu a quadriculada na primeira posição. Tristan Gommendy, que dirigiu no último turno, superou o compatriota e também Gary Hirsch, nos instantes finais da competição.

s1_1 (17)

O Zytek #41 da Greaves Motorsport guiado por Tom Kimber-Smith/Chris Dyson/Matt McMurry teve boa atuação: chegou em 4º lugar, seguido pelo Alpine A450 da Signatech, campeã do ano passado e guiado por Nelson Panciatici/Oliver Webb/Paul-Loup Chatin. Os estreantes James Littlejohn e Anthony Wells, completados por James Walker no #28 da Greaves, não comprometeram e terminaram em 6º, na mesma volta dos vencedores.

Na LMGTE, vitória da AF Corse: apesar do contratempo que tirou o Zytek do Team Jota, o carro #55 de Duncan Cameron/Matt Griffin/Michele Rugolo recebeu a quadriculada após completar 112 voltas em 9º na geral, seguido pelo #72 da SMP Racing, que largara na pole position. Boa performance de Andrea Bertolini e seus parceiros Sergey Zlobin e Viktor Shaitar. Inclusive, os dois russos dão “duplo expediente” no fim de semana, pois também correrão na prova do FIA WEC neste domingo.

O pódio da divisão foi completado pelo Porsche #76 da IMSA Performance Matmut, em excelente corrida de Nicolas Armindo/Raymond Narac/David Hallyday. Pierre Kaffer e os Talkanitsa pai e filho chegaram em 4º lugar, secundados por Daniel Zampieri/Daniel McKenzie/George Richardson, da JMW Motorsport e por Marco Cioci/Michael Lyons/Piergiuseppe Perazzini.

Fabién Barthez, aquele mesmo que foi goleiro da seleção francesa campeã na Copa de 1998, completou em 7º lugar com a Ferrari do Team SOFREV-ASP, guiada também por Anthony Pons e Soheil Ayari. Uma penalização stop & go por queima de largada de Pons impediu, inclusive, que o trio terminasse entre os cinco primeiros colocados.

s1_1 (16)

Na LMGTC, o Team Ukraine conseguiu uma importante vitória: o carro guiado por Andrii Krugyk/Sergey Chukanov/Alessandro Pier Guidi completou a disputa em 18º na geral, a nove voltas dos vencedores na geral. Ironicamente, o carro #73 da SMP Racing guiado por Devi Markozov/Olivier Beretta/Anton Ladygin chegou em segundo – digo ironicamente, porque todo mundo sabe da briga entre Rússia e Ucrânia pela Crimeia e o quanto isto tem afetado o esporte como um todo. A 3ª posição de pódio foi da Formula Racing, graças a Mikkel Mac Jensen/Johnny Laursen/Jan Magnussen.

Após a “trifeta” Ferrari, as demais posições foram ocupadas pelo Team Russia by Barwell, com BMW Z4 GT3, pela McLaren #99 da ART Grand Prix e pelo Audi R8 LMS Ultra da Sébastien Loeb Racing.

Próxima prova: 4 Horas de Imola, dia 18 de maio, no Autódromo Enzo e Dino Ferrari.

Resultados completos do ELMS aqui.

4 respostas em “Em final sensacional, Thiriet by TDS Racing vence na abertura do ELMS

  1. Para variar nao pude conferir a corrida…mas e animador ler o post e ver que foi uma grande corrida com excelentes disputas. Aguardo tambem o post sobre a corrida do WEC…parece que a Toyota tinha mesmo escondido as garras no the prologue…e os Audi, hein…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s