Breve retorno

dm_131125_indy_juan_pablo_montoya

RIO DE JANEIRO – O colombiano Juan Pablo Montoya voltará às provas da Nascar neste ano. A equipe Penske, que o contratou para disputar a temporada 2014 da Fórmula Indy, confirmou que o piloto de 38 anos estará a bordo de um terceiro Ford Fusion do time, que será inscrito com o número #12, para pelo menos duas corridas. E em circuitos ovais.

JPM será visto no Michigan Speedway, na etapa que acontecerá no dia 15 de junho e também na Brickyard 400, em Indianápolis, no mês seguinte – dia 27 de julho. Ambas as datas não têm corridas previstas no calendário da Fórmula Indy.

Interessante notar que não há, até este momento, qualquer menção a uma possível participação do sul-americano nas provas de misto, que são uma especialidade dele. Por enquanto, não há indícios de que ele correrá em Sonoma e Watkins Glen.

“Michigan e Indianápolis são duas provas importantes para a Penske. Nós sabemos que Juan tem habilidade para lutar por vitórias nesses eventos enquanto ainda se concentra em seu programa integral na Fórmula Indy”, afirmou o big boss da equipe, Roger Penske.

O colombiano está empolgado com a possibilidade de dar ao time uma vitória inédita.

“É difícil de acreditar, mas Roger Penske nunca venceu a Brickyard 400″, disse o colombiano, que venceu as 500 Milhas de Indianápolis com a Ganassi em 2000.

“Acho que Brad, Joey e eu vamos dar a Roger e à equipe Penske uma ótima oportunidade de eliminar isso da lista, e também deveremos ser fortes em Michigan”.

9 respostas em “Breve retorno

  1. Mattar a que se deve esse boom de colombianos no automobilismo norte-americano? Há alguns na Indy e o Yacaman (é assim que se grafa?) na TUSCC.

    • Caro Cleomar, não há uma explicação lógica, mas creio que a localização geográfica seja um chamariz porque a Colômbia não é tão equidistante dos EUA e o dinheiro que os pilotos levam não é tão sujo quanto o dos venezuelanos.

  2. Para um piloto que esteve fora por mais de uma década, acho que ele tem feito boas provas pela Indy…e, de casa nova, motivação nova, poderá até surpreender neste breve retorno à Nascar.

  3. Creio que simplesmente tio Roger arranjou patrocínio para um 3º carro nestas 2 provas, que são importantes.
    Como Penske demitiu Sam Hornish Jr. no final do ano passado, convocou o mais acostumado com a NASCAR dos seus pilotos da Indy.

    • Não é só isso. Tem a questão de Michigan ser uma pista próxima a Detroit, sede da Ford. E porque em Brickyard a equipe fica mais forte com três carros. Patrocínio, o Penske arruma fácil.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s