Bridgestone fora da MotoGP em 2016

2013-motogp-new-bridgestone-hard-tire-introduced-at-brno-64087_1

RIO DE JANEIRO – A Dorna, organizadora do Mundial de Motovelocidade, vai se defrontar com uma dor de cabeça para resolver: às vésperas do GP da Espanha, 4ª etapa da temporada, em Jerez de la Frontera, a Bridgestone anunciou que deixa de ser o fornecedor oficial de pneus da MotoGP após a temporada de 2015.

O fabricante japonês de pneus assinou um compromisso de renovação de contrato por apenas mais uma temporada com Carmelo Ezpeleta, CEO da Dorna, dando aos organizadores um prazo mais do que razoável para que seja fechado um acordo com um novo fornecedor, visando a temporada 2016.

Makoto Tamada 01

A Bridgestone entrou na MotoGP em 2002, como alternativa aos pneus Michelin, conquistando pole positions e pódios logo no ano seguinte e a primeira vitória em 2004, graças ao japonês Makoto Tamada (foto acima), no último GP do Brasil de Motovelocidade, realizado no Rio de Janeiro. Com a retirada dos franceses da categoria, os nipônicos figuram como únicos fornecedores de pneus da principal categoria do Mundial desde 2009.

Um leitor do blog perguntou se existe a opção da Dorna fechar com a Dunlop. Acho difícil que a marca assuma o compromisso de fazer pneus também para a MotoGP, mas não impossível. E não me surpreenderei se a Pirelli for escolhida a fornecedora única da principal categoria, pois já dispõe de tecnologia para a construção de pneus de alta performance, trabalhando no WSBK, o Mundial de Superbike.

Uma resposta em “Bridgestone fora da MotoGP em 2016

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s