Toyota domina e vence mais uma no FIA WEC

Spa-WEC-Victory-2-for-Toyota-Michelin_articlethumbnail

RIO DE JANEIRO – Aos que tinham dúvidas acerca do potencial do TS040 Hybrid da Toyota, principalmente depois do Prólogo em Paul Ricard – quando o desempenho dos dois protótipos foi muito questionado, pela diferença em relação às rivais, os japoneses vieram não só com a resposta da vitória das 6 Horas de Silverstone como também repetiram a dose neste sábado. Mais uma vez, a trinca do carro #8 guiado por Sébastien Buemi/Nicolas Lapierre/Anthony Davidson chegou na frente, fazendo a tripulação disparar na liderança do Mundial de Pilotos da classe LMP1 com 50 pontos. E tudo isso antes das 24 Horas de Le Mans, que dão pontuação dobrada para os vitoriosos.

Spa-WEC-Race-number-stories_articlethumbnail

O triunfo enfático da Toyota, segundo consecutivo em 2014, coloca uma enorme pulga atrás da orelha dos germânicos. Audi e Porsche vão juntar os cacos e dimensionar o tamanho da sova que levaram na pista. A turma de Stuttgart até que mostrou serviço e o #14 de Romain Dumas/Marc Lieb/Neel Jani liderou a corrida partindo da pole, por um bom período. Após alguns problemas técnicos, perderam uma volta e acabaram na 4ª posição. Já a corrida do #20 foi muito mais atribulada, cheia de percalços, desde o início. Primeiro tiveram problemas com a suspensão e depois, várias falhas mecânicas. Acabaram em 23º lugar, vinte e três voltas atrasados.

Novamente a Audi tornou-se a maior derrotada no início do FIA WEC. Fica claro que a mudança de regulamento foi um tiro no pé da turma de Ingolstadt e a opção pela categoria 2MJ na Equivalência de Tecnologia é um retrocesso de desempenho dos R18 e-tron quattro. Mesmo assim, o Audi #1 fez uma boa corrida dentro das limitações do protótipo e o brasileiro Lucas Di Grassi salvou um importante 2º lugar, ao lado dos parceiros Tom Kristensen e Loïc Duval.

O carro #2 de Marcel Fässler/Bénoit Tréluyer/Andre Lotterer também não foi páreo na briga pela vitória, encerrando a disputa em 5º lugar, à frente do R18 e-tron quattro longtail de Filipe Albuquerque/Marco Bonanomi. Mau sinal? Cedo para dizer. Le Mans é território Audi nos últimos anos e não se pode dizer que os “quatrargólicos”, para usar uma expressão comum no blog do Flavinho Gomes, são carta fora do baralho.

A Rebellion Racing usou a prova de Spa como teste dinâmico do novo R-One. O carro parece ter potencial, mas precisa de desenvolvimento. Cinco dias de testes não representaram nada: o carro ganhou muita quilometragem neste fim de semana e, mesmo com 10 voltas de atraso, o #12 de Nick Heidfeld/Mathias Beche/Nicolas Prost completou a prova na sétima colocação. O #13 teve um sem fim de problemas e foi o único carro que abandonou a disputa na Bélgica.

2014-6-Heures-de-Spa-Francorchamps-WEC-Adreanal-GT3-1041_hd

Na LMP2, a KCMG começou bem e na frente, mas o protótipo Oreca Nissan do time de Hong Kong foi perdendo terreno no correr da disputa e a vitória, pela segunda prova consecutiva, foi do #26 de Roman Rusinov/Julien Canal/Olivier Pla, que também disparam na liderança do campeonato com duas vitórias e os mesmos 50 pontos da turma da Toyota na LMP1. Em segundo ficou o trio da Jota Sport, com Marc Gené/Simon Dolan/Harry Tincknell, seguidos por Richard Bradley/Matthew Howson/Alexandre Imperatori. A SMP Racing ficou longe da briga pelo pódio: o carro #27 de Nicolas Minassian/Sergey Zlobin/Maurizio Mediani, inclusive, pagou um stop & go por queima de largada e não conseguiu mais se recuperar.

2014-6-Heures-de-Spa-Francorchamps-WEC-adrenal-jr7-9888_hd

Como sempre, na LMGTE-PRO as brigas por posição garantiram a emoção ao longo das 6 horas de disputa. Os Aston Martin Vantage começaram fortes e em dado momento, chegaram à dobradinha, com Stefan Mücke e o brasileiro Fernando Rees andando muito. Porém, prevaleceu a maior coesão da dupla da AF Corse no carro #51: vitória de Toni Vilander/Gimmi Bruni, seguidos por Patrick Pilet/Jörg Bergmeister, que conquistaram o segundo lugar após uma luta sensacional com a outra Ferrari do time italiano, guiada pela dupla James Calado/Davide Rigon.

O carro #97 de Bruno Senna/Darren Turner/Stefan Mücke completou em quarto, seguido por Fernando Rees/Alex MacDowall/Darryl O’Young, num bom fim de semana da tripulação do #99.

2014-6-Heures-de-Spa-Francorchamps-WEC-Adrenal-DSC-0037.JPG_hd

A disputa na LMGTE-AM foi menos intensa e a vitória também pertenceu aos italianos da AF Corse, com a Ferrari de Mirko Venturi/Marco Cioci/Luis Perez-Companc levando a melhor após completar 149 voltas na pista belga. A Aston Martin levou as posições seguintes de pódio com Richie Stanaway/Kristian Poulsen/David Heinemeier-Hänsson e Pedro Lamy/Paul Dalla Lana/Christoffer Nygaard.

Agora é esperar pela cereja do bolo: a edição 2014 das 24 Horas de Le Mans, a 82ª da história da prova francesa. E do jeito que a coisa vai, melhor a Audi pôr de uma vez por todas as barbas de molho. Duvido muito, no entanto, que a Toyota chegue a Sarthe achando que pode “chutar cachorro morto” na França, porque, repito, a prova francesa é território alemão há mais de 10 anos.

6 respostas em “Toyota domina e vence mais uma no FIA WEC

  1. Assisti a primeira hora e pouco mais de uma hora no final. Só quero acertar a loteria do mesmo jeito que ando acertando corridas… Spa é fabulosamente espetacular.

  2. E nos últimos anos, Le Mans foi vencida pelo time que dominou as etapas anteriores…ou seja…Toyota de novo? Parece que sim!!

  3. Me parece que esse ano Le mans será da Toyota…..os Porsche parecem até mais rápidos mas mecanicamente não aparentam estar prontos ainda…. Esse regra de compensação de desmpenho parece um pouco complexa, será que a Audi ainda teria como voltar atrás nessa decisão e entrar na mesma categoria das outras duas ?

  4. a Toyota conseguiu o que queria : a choradeira desde 2012 parece ter dado resultado. como a Porsche dificilmente tera a confiabilidade necessaria pra ganhar LM, as mudanças no regulamento parecem ter caido no colo da Toyota. ficou mais evidente a razão da alteração do EoT apos o prologo, onde nao havia motivo pra mudança. como a Porsche acabou de chegar e a Audi transformou LM em sua casa, chegou a hora de dar uma oportunidade de ouro pra Toyota dominar e nao ameaçar sair do WEC, como aconteceu em 2012.

  5. Crise na Audi!!

    Calma lá. A Porsche disse que só mostraria todo o potencial de seu carro em Le Mans. Algo que também deve valer para Audi e até mesmo para a Toyota.

    Devemos esperar uma grande corrida em junho.

    E a Rebellion, como eu já esperava, vai repetindo o desempenho dos carros atrasados em desenvolvimento e testes. Conseguiram botar na pista um carro bem mais lento que o anterior, de duas temporadas atrás. Desempenho de LMP2. Devem fazer feio em Le Mans.

  6. Muito interessante. O Audi é muito bom de curva e de frenagem mas de reta… é “só” 10 Km/h mais lento de reta que os Toyota que são disparados os carros mais rápidos. O Porsche é um carro balanceado: anda bem de reta e de curva tem uma ótima estabilidade, freia bem, muito equilibrado. O problema até agora é a confiabilidade. Agora o Toyota virou a diversão do WEC até agora. Primeiro que depois que o piloto aperta o boost e os 1000 HP entram em cena o carro simplesmente voa. A velocidade sobe num ritmo maior do que Audi e Porsche, e o top speed é absurdo, eles passam no meio da reta tranquilamente e vão embora. Mas eles precisam freiar bem antes. E de consumo e estratégia eles estão muito bem.

    Na P2 o OAK Morgan da G-Drive continua muito bem equilibrado em relação a trinca de pilotos. na GTE-PRO a Ferrari mostrou que em pistas de alta é muito forte, assim como a Aston Martin. E na GTE-AM a Ferrari mostrou o quanto é boa nessa pista de Spa.

    Vamos para Le Mans !!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s