Salut, Gilles

image1RIO DE JANEIRO – Lá se vão 32 anos desde o sábado, 8 de maio de 1982. Nesse dia, morreu o canadense Gilles Villeneuve, ídolo de toda uma geração que acompanhava automobilismo. Foi a primeira vez que chorei com a morte de um piloto – porque eu era fã do canadense – e não fui o único: meu pai, que estivera comigo no GP do Brasil em Jacarepaguá, naquele ano, não conseguiu conter as lágrimas de tristeza.

Em 2012, quando completou-se 30 anos da perda monumental, publiquei no meu ex-blog algumas frases ditas por ele e por outros sobre Gilles Villeneuve, que tomo a liberdade de republicar hoje, aqui e agora.

“O meu cheiro preferido é o da borracha queimada.”
(Gilles Villeneuve)

“Foi o piloto mais maluco que a Fórmula 1 já viu.”
(Niki Lauda)

“Saí da pista muitas vezes, mas me diverti muito.”
(Gilles Villeneuve)

“Ele era maluco, mas era um fenômeno. Conseguia fazer coisas que eram inalcançáveis para os demais.”
(Nelson Piquet)

“A minha estratégia? É andar o mais rápido possível o tempo todo.”
(Gilles Villeneuve)

“Penso que temos em Gilles um piloto maravilhoso.”
(Enzo Ferrari)

“Ele sempre arriscou mais do que qualquer outro piloto. Foi assim que construiu sua carreira.”
(Eddie Cheever Jr.)

“O homem é uma ameaça pública.”
(Ronnie Peterson)

“Enquanto eu queria me manter vivo, Gilles queria ser o mais rápido sempre – mesmo nos testes.”
(Jody Scheckter)

“O comendador, em pessoa, me telefonou e perguntou: ‘Você está pronto para guiar para nós?’ E eu respondi: ‘É claro que estou’”
(Gilles Villeneuve)

“Gilles foi o homem mais genuíno que conheci.”
(Jody Scheckter)

“Não se esqueçam que Nuvolari ganhou uma corrida só com três rodas.”
(Enzo Ferrari)

“Disse para mim mesmo: ‘Este é o Scheckter, este é o Andretti e eu consigo andar com eles.’ Fiquei muito satisfeito.”
(Gilles Villeneuve)

“Estava à espera de que uma Renault pudesse aparecer durante a largada, mas do nada veio uma Ferrari. Fui pego de surpresa e pensei: ‘De onde raios veio Villeneuve?’”
(Alan Jones)

“Ele é diferente de nós.”
(Jacques Laffite)

“Conheci apenas um piloto com a mesma capacidade que Villeneuve demonstrava ao controlar um carro: Jim Clark.”
(Chris Amon)

“Somente duas pessoas poderiam ter feito aquilo – Villeneuve e eu. Para mim, aquilo é a melhor memória de Gilles. Ele era uma ótima pessoa tanto fora, quanto dentro da pista. Gostava dele porque era natural. Ele era muito popular porque dizia exatamente o que estava na sua cabeça. Aquilo era muito importante para mim.”
(René Arnoux)

“Não penso em morrer. Mas aceito o fato de que a morte faz parte do jogo.”
(Gilles Villeneuve)

“Pensei que ele talvez fosse um pouco maluco.”
(Joanna Villeneuve)

7 respostas em “Salut, Gilles

  1. Pode ser considerado um dos maiores, mesmo sem ter sido campeão. Ficamos imaginando onde Gilles poderia chegar não fosse o acidente fatal…

  2. Eu vi a história toda,sua chegada na F1 e sua morte,nunca me empolguei com sua pilotagem ( se ele pilotasse para equipe pequena quebrava com o orçamento ).Contudo não posso ser contra a maioria,uma virtude? quê enxerguei nele é o fato de quê você poderia chegar nele e falar: Você ajuda fulano a ser campeão e no ano seguinte vai ser você.Qual piloto aceitaria isso?

      • Eu fiquei com receio de quê você não entendesse meu pensamento,não sei se já te ocorreu de escrever uma coisa e mesmo tendo vivenciado os fatos, agente fica pensando poxa será isso mesmo?

  3. Rodrigo,

    Pra mim foi a ultima vez que chorei pela morte de um piloto (tinha chorado antes pelo Clark e pelo Moco). Gilles foi o maior de todos, pra mim não há duvidas.

    Vou reperir uma estoria que já contei aqui: 1982, Jacarepaguá, teste de pneus, passei o dia inteiro entre os boxes e a arquibancada deserta. Um calor de sucursal do inferno, nada pra beber a não ser agua suja e quente, nada pra comer. Os carros deram pouquissimas saidas, em sequenicias de 3 ou 4 giros apenas,ficar ali era muito sofrimento por quase nada .
    Ai, por volta das 18 horas (mas ainda com boa luminosidade) o Gilles saiu e deu 3 voltas fortes. Foi a coisa mais impressionante que eu já vi na minha vida !!! Não há palavras pra descrever…Freando na Sul pra lá do Deus me livre, atravessando a 126 em angulos impossiveis para simples mortais e levando ela totalmente sob controle, como se fazer aquilo fosse facil. Saindo da Norte com a traseira escorregando forte, mas entrando na reta com o carro totalmente alinhado. Foi incrivel, valeu pela espera e pelo dia de calor, fome, sede, cansaço e tudo o mais. Pena que , pela posição da arquibancada, não dava pra ver bem o miolo da pista, mas dava pra perceber pelo barulho do motor e pelo vulto do carro a distancia, que as freadas vinham sempre no limite extremo. Ele não “telegrafava” (feito Senna, Lauda, Watson, Arnoux), era uma tocada limpa, que parecia sem esforço, uma coisa natural. Pra ele…

    Olha, eu vi ao vivo muito “gigante” guiando: Peterson, Moco, Emerson, Ickx, Piquet, Lauda, Senna, Schumacher, Andretti, Watson, Jones, Reutemann, sei lá mais quem, e ninguém, nunca, me impressionou tanto quanto esse pequeno canadense.

    Sai do autodromo tão adrenado com o que tinha visto, e tão abobado, que acabei com o meu TS semi-novo na primeira curva..

    Em Maranello o culto a Gilles é impressionante, a imagem e a memoria dele está por todo lugar. Gilles pra eles é sinonimo de Ferrari. Para o velho Enzo, Gilles era o Nuvolari dos anos 70/80. E para os cronistas de maior conhecimento, como Dennis Jenkinson e Nigel Roebuck, era o maior de todos. Para um campeão do mundo, que era reconehcidamente um piloto rapido e abusado como Scheckter, admitir que Gilles era melhor que ele, não deve ser uma coisa simples nem sem razão. Para um piloto do calbre de um Rene Arnoux dizer: ” Não me incomodo de ter sido batido por ele, porque ele é o melhor do mundo”, não deve ser facil também.

    Muto bom, Rodrigo, ter usado frases dos outros pra definir Gilles.
    Pena que no momento me ocorre nehuma outra pra adicionar aqui.

    Antonio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s