Porsche GT3 Cup tem calendário para 2013

1328119917958RIO DE JANEIRO – A Porsche GT3 Cup Challenge Brasil confirmou suas datas para a temporada 2013. E com novidades: o certame que tem duas classes – Cup e Challenge – vai correr, além do Brasil, em outros três países.

Em abril, a categoria coordenada por Dener Pires viajará para Portugal e Espanha. A estreia do campeonato será no Circuito do Estoril e na semana seguinte, os pilotos vão para Barcelona, na Espanha, que recebe a Porsche GT3 Cup pela primeira vez em sua história.

E não é só isso: a Argentina também volta a fazer parte do calendário, com uma aparição em Buenos Aires. Outra prova do prestígio da categoria é a confirmação de duas preliminares de eventos internacionais: o World Endurance Championship (WEC) e o Mundial de Fórmula 1, este pela nona vez consecutiva.

Vamos às datas:

6 de abril – Estoril (Portugal)
13 de abril – Barcelona (Espanha)
8 de junho – Interlagos (São Paulo)
3 de agosto – Velo Cittá (Mogi Guaçu)
31 de agosto – Interlagos (São Paulo) *
21 de setembro – Curitiba (Paraná)
19 de outubro – Buenos Aires (Argentina)
24 de novembro – Interlagos (São Paulo) **
7 de dezembro – Interlagos (São Paulo)

* Preliminar do WEC, Campeonato Mundial de Endurance
** Preliminar do Mundial de Fórmula 1

Vitórias de Schneider e Baptista na última da Porsche Cup

RIO DE JANEIRO – Terminou neste domingo a temporada 2012 da Porsche GT3 Cup Challenge Brasil, com duas corridas bastante animadas em Interlagos. Com os títulos já definidos em favor de Ricardo Baptista na Cup e Sylvio de Barros na Challenge, as posições secundárias foram definidas neste fim de semana. Mas teve piloto querendo e conseguindo fechar o ano com chave de ouro. Foi o caso do próprio Ricardo Baptista, que venceu as duas provas do fim de semana na categoria Cup, não dando chance ao vice-campeão Clemente Lunardi e ao 3º colocado Fábio Viscardi, que só conquistou esta posição na última etapa, superando Marcel Visconde.

Aliás, via twitter, liguei o “desconfiômetro” – e não a bola de cristal – e cravei: “Essa corrida tá com jeito de que vai dar Ricardo Baptista.” E não deu outra: largando de oitavo, o piloto do carro #27 escalou o pelotão e venceu pela 6ª vez no ano. Regularidade a toda prova, para um piloto que mostrou constância e competência e em 17 corridas ficou só uma vez fora dos seis primeiros lugares. Um campeão com muito mérito.

Na categoria Challenge, um acidente atrapalhou a largada e cinco carros bateram. Mas a batida não prejudicou Daniel Schneider, pole position e vencedor de ponta a ponta da última etapa da temporada, com Otávio Mesquita em 2º lugar e Fábio Alves, o mesmo que nos anos 80 correu na Fórmula Ford e na Fórmula Fiat, em terceiro. O pódio teve ainda Rodolfo Ometto, Gil Farah – que também brigava pelo vice – e o bicampeão Sylvio de Barros, que largou da  última posição entre os 24 pilotos que compunham o grid da última etapa do ano.

Que pena… a temporada 2012 chegou ao fim. Mas ano que vem tem mais, com a categoria passando por outros três países, além do Brasil: Argentina (Buenos Aires), Portugal (Estoril) e Espanha (Barcelona). A Porsche GT3 Cup Challenge Brasil merece o nosso respeito e os maiores parabéns por seu profissionalismo e organização, sob a competentíssima batuta do craque Dener Pires.

Resultado da 17ª etapa da categoria Cup:

1) 27-Ricardo Baptista, 16 voltas em 27:56.805, media de 148,19 km/h
2) 81-Fábio Viscardi, a 1.921
3) 7-Clemente Lunardi, a 3.329
4) 55-Marcel Visconde, a 6.596
5) 53-Ronaldo Kastropil, a 7.468
6) 52-Beto Posses, a 13.286
7) 18-Zeca Feffer, a 13.382
8) 40-Maurizio Billi, a 14.579
9) 00-Ipe Ferraiolo, a 19.843
10) 75-Henrique Assunção, a 28.028
11) 63-Sérgio Ribas, a 34.472
12) 10-Adalberto Baptista, a 39.475
13) 11-Omílton Visconde Jr., a 40.209
14) 89-Daniel Paludo, a 42.211
15) 550-Ricardo Landi, a 57.835

Resultado da 11ª etapa da categoria Challenge:

1) 77-Daniel Schneider, 14 voltas em 27:53.757, média de 129,92 km/h
2) 51-Otávio Mesquita, a 2.543
3) 63-Fábio Alves, a 3.154
4) 8-Rodolfo Ometto, a 3.439
5) 81-Gil Farah, a 4.399
6) 1-Sylvio de Barros, a 5.314
7) 7-Tommy Soubihe, a 17.033
8) 18-Carlos Ambrósio, a 17.405
9) 25-Guilherme Ribas, a 17.812
10) 17-Marcelo Stallone, a 18.475
11) 9-Edu Guedes, a 18.668
12) 69-Ésio Vichiese, a 19.445
13) 46-Fernando Barci, a 20.266
14) 57-Jorge Borelli, a 20.879
15) 4-Gui Affonso, a 29.340

Lunardi é vice e campeão vence absoluto em Interlagos

178210_285958_27_jvsa7778RIO DE JANEIRO – Campeão antecipado da temporada 2012 da Porsche GT3 Cup Challenge Brasil em sua principal categoria, Ricardo Baptista dominou absoluto neste sábado a 16ª e penúltima corrida da temporada no Autódromo José Carlos Pace, sob calor de quase 30ºC em Interlagos. O piloto do carro #27 partiu da pole position e não foi mais incomodado por nenhum dos adversários, recebendo a quadriculada com 11″828 de vantagem para o 2º colocado.

A corrida foi muito animada, mesmo, atrás de Ricardo Baptista. A disputa pela segunda posição chamou a atenção e envolveu Daniel Paludo, 2º no grid, Marcelo Franco e Clemente Lunardi. Paludo manteve a posição até perder o controle do carro na saída da famigerada Chicane da Curva do Café e entregou duas posições para Franco e Lunardi. Os pilotos dos carros #70 e #7 brigaram bastante pela segunda posição e Clemente levou a melhor, conquistando o 2º posto e o vice-campeonato antecipado. Ele brigava pela posição com Fábio Viscardi, que desde a qualificação se queixava do comportamento do carro e acabou em oitavo – resultado que com a inversão dos oito primeiros nesta corrida lhe dá a pole position para a etapa de encerramento do campeonato.

Paludo ainda perdeu a 4ª posição para Pedro Queirolo, numa excelente manobra do piloto do carro #13, que o ultrapassou no Mergulho. O gaúcho foi ultrapassado por Beto Posses pouco depois e quase que perde o 6º lugar no pódio para Marcel Visconde nos metros finais. Marcel, que agora briga pelo terceiro posto no campeonato com Fábio Viscardi, larga na primeira fila amanhã ao lado do oponente.

A corrida deste sábado teve o retorno de Constantino Júnior, substituindo Guilherme Figuerôa, que machucou o braço numa viagem de motocicleta para a Argentina. O mineiro chegou em 11º lugar, resultado pouco condizente com seu histórico na Porsche Cup, categoria à qual retornará em 2013. O carioca Ipe Ferraiolo fez sua estreia, mas acabou tendo problemas e não terminou a corrida. Largará amanhã da penúltima posição porque Ricardo Landi entra no Porsche #64 substituindo Henry Visconde, que hoje foi o décimo-sexto colocado.

178209_285964_077_jvsa8028Na Porsche Challenge, que faz sua última prova do campeonato neste domingo, Daniel Schneider foi o mais rápido do treino classificatório, quatro décimos melhor que Edu Rocha Azevedo. A luta pelo vice-campeonato está entre três pilotos: o pole Schneider; Gui Affonso, quarto colocado do grid e Gil Farah, sétimo mais rápido. O grid terá 25 pilotos, algumas estreias e o bicampeão Sylvio de Barros, sem tempo cronometrado, partindo da penúltima fila. Vai ser uma corrida bem divertida…

Grid da Porsche Challenge (tempos do Q1 entre parênteses):

1) 77-Daniel Schneider, 1:45.951 (1:46.069)
2) 88-Eduardo Azevedo, 1:46.322 (1:46.449)
3) 4-Gui Affonso, 1:46.356 (1:46.453)
4) 8-Rodolfo Ometto, 1:46.425 (1:46.384)
5) 19-Franco Giaffone, 1:46.523 (1:46.192)
6) 51-Otávio Mesquita, 1:46.532 (1:46.218)
7) 81-Gilberto Farah, 1:46.692 (1:46.454)
8) 9-Edu Guedes, 1:46.902 (1:46.506)
9) 11-Jonnhy Freire, 1:47.365 (1:46.433)
10) 7-Tommy Soubihe, 1:47.833 (1:46.972)
11) 17-Marcelo Stallone, 1:46.980
12) 63-Fábio Alves, 1:47.079
13) 46-Fernando Barci, 1:47.284
14) 69-Ésio Vichiese, 1:47.357
15) 18-Carlos Ambrósio, 1:47.381
16) 91-Tom Brandão, 1:47.796
17) 10-Carlos Silveira, 1:47.879
18) 82-Renato Benedetto, 1:47.949
19) 57-Jorge Borelli, 1:48.443
20) 13-Zé Ricardo Viana, 1:48.691
21) 52-Rodolfo Toni, 1:48.920
22) 31-Marcello Sant’Anna, 1:49.124
23) 25-Guilherme Ribas, sem tempo
24) 1-Sylvio de Barros, sem tempo
25) 16-Ludovico Pezzangora, sem tempo

Resultado da corrida #1 da Porsche Cup:

1) 27-Ricardo Baptista, 16 voltas em 28:00.084
2) 7-Clemente Lunardi, a 11.828
3) 70-Marcelo Franco, a 12.811
4) 13-Pedro Queirolo, a 17.097
5) 52-Beto Posses, a 19.891
6) 89-Daniel Paludo, a 21.497
7) 55-Marcel Visconde, a 21.818
8) 81-Fábio Viscardi, a 23.977
9) 53-Ronaldo Kastropil, a 25.963
10) 18-Zeca Feffer, a 27.938
11) 1-Constantino Júnior, a 30.018
12) 36-Charles Reed, a 39.284
13) 63-Sérgio Ribas, a 45.611
14) 10-Adalberto Baptista, a 51.774
15) 11-Omílton Visconde Jr., a 1:02.323
16) 64-Henry Visconde, a 1:08.809
17) 40-Maurizio Billi, a 1:33.348
18) 75-Henrique Assunção, a 3 voltas
19) 00-Ipe Ferraiolo, a 6 voltas

Porsche Cup: Schneider e Viscardi, os melhores da sexta-feira

RIO DE JANEIRO – O mesmo calor massacrante desta sexta-feira aqui no Rio também deu as caras em São Paulo, no primeiro dia de treinos livres da última rodada da Porsche  GT3 Cup Challenge, disputados no Autódromo José Carlos Pace. Tanto que, em ambas as divisões – Cup e Challenge – os melhores tempos foram registrados mais cedo, com a pista ainda menos comprometida pelo forte calor.

178150_285683_81_jvsa7882Obrigados a andar no circuito de 4,314 km em razão do uso da chicane, diferentemente das etapas preliminares do WEC e da Fórmula 1, a Porsche GT3 Cup ficará bem longe de estabelecer grandes marcas neste fim de semana. A melhor volta da Cup foi de Fábio Viscardi em 1’42″652, embora na segunda sessão o piloto do carro #81 tenha sido superado por apenas 0″006 em relação a Marcel Visconde, o mais rápido à tarde. No total, dezoito dos vinte inscritos aguardados treinaram nesta sexta-feira. O fim de semana das duas últimas corridas da Cup neste ano marca a estreia do carioca Ipe Ferraiolo, que competiu em grande parte do ano na Challenge. De carro novo, ele foi o 10º mais rápido no primeiro treino e 13º no segundo.

178142_285666_077_jvsa8028Na divisão Challenge, com seus carros de 420 cavalos, várias novidades, como a estreia de novos pilotos – Tom Brandão, Rodolfo Toni e José Ricardo Viana, o regresso de Fernando Barci e a ‘queda’ de Otávio Mesquita para esta subclasse, o mais rápido do dia foi Daniel Schneider, que briga pelo vice-campeonato, com o tempo de 1’45″451, quatro décimos abaixo de Edu Rocha Azevedo e meio segundo melhor que Gil Farah. O bicampeão antecipado Sylvio de Barros ficou em quinto, atrás do paranaense Guilherme Ribas.

O sábado é de treinos classificatórios para os pilotos de ambas as classes e a Cup disputa sua 16ª etapa à tarde. No domingo, após a Corrida do Milhão da Stock Car, acontece primeiro a última prova da Challenge e depois a última corrida da classe Cup em 2012.

Resultados de hoje – Categoria Cup:

1) 81-Fábio Viscardi, 1:42.652, média de 151,29 km/h
2) 89-Daniel Paludo, 1:42.887
3) 27-Ricardo Baptista, 1:42.919
4) 7-Clemente Lunardi, 1:43.325
5) 53-Ronaldo Kastropil, 1:43.335
6) 70-Marcelo Franco, 1:43.336
7) 55-Marcel Visconde, 1:43.336
8) 52-Roberto Posses, 1:44.151
9) 36-Charles Reed, 1:44.343
10) 8-Ipe Ferraiolo, 1:44.632
11) 63-Sérgio Ribas, 1:44.654
12) 40-Maurizio Billi, 1:44.715
13) 13-Pedro Queirolo, 1:44.737
14) 75-Henrique Assunção, 1:45.258
15) 11-Omilton Visconde Júnior, 1:45.332
16) 10-Adalberto Baptista, 1:45.368
17) 18-Zeca Feffer, 1:45.469
18) 64-Henry Visconde, 1:49.024

Segundo treino:
1) 55-Marcel Visconde, 1:44.311, média de 148,89 km/h
2) 81-Fábio Viscardi, 1:44.387
3) 27-Ricardo Baptista, 1:44.400
4) 7-Clemente Lunardi, 1:44.555
5) 53-Ronaldo Kastropil, 1:44.718
6) 70-Marcelo Franco, 1:44.794
7) 13-Pedro Queirolo, 1:44.963
8) 63-Sérgio Ribas, 1:45.035
9) 75-Henrique Assunção, 1:45.065
10) 40-Maurizio Billi, 1:45.114
11) 18-Zeca Feffer, 1:45.188
12) 89-Daniel Paludo, 1:45.299
13) 8-Ipe Ferraiolo, 1:45.299
14) 52-Roberto Posses, 1:45.327
15) 36-Charles Reed, 1:45.648
16) 10-Adalberto Baptista, 1:46.044
17) 11-Omilton Visconde Júnior, 1:47.035
18) 64-Henry Visconde, 1:48.433

Resultados de hoje – Categoria Challenge

1) 77-Daniel Schneider, 1:45.451
2) 88-Eduardo Azevedo, 1:45.864
3) 81-Gilberto Farah, 1:45.982
4) 25-Guilherme Ribas, 1:46.164
5) 1-Sylvio de Barros, 1:46.203
6) 11-Johnny Freire, 1:46.214
7) 7-Tommy Soubihe, 1:46.217
8) 4-Gui Affonso, 1:46.634
9) 8-Rodolfo Ometto, 1:46.714
10) 19-Franco Giaffone, 1:46.978
11) 46-Fernando Barci, 1:47.063
12) 63-Fábio Alves, 1:47.264
13) 51-Otávio Mesquita, 1:47.566
14) 57-Jorge Borelli, 1:47.659
15) 18-Carlos Ambrósio, 1:47.660
16) 10-Carlos Silveira, 1:48.029
17) 17-Marcelo Stallone, 1:48.274
18) 13-Zé Ricardo Viana, 1:48.346
19) 31-Marcello Sant’Anna, 1:48.854
20) 52-Rodolfo Toni, 1:48.889
21) 69-Ésio Vichiese, 1:49.104
22) 82-Renato Benedetto, 1:49.691
23) 91-Tom Brandão, 1:50.441

Segundo treino:

1) 88-Eduardo Azevedo, 1:46.652
2) 25-Guilherme Ribas, 1:46.740
3) 81-Gilberto Farah, 1:46.837
4) 77-Daniel Schneider, 1:46.875
5) 51-Otávio Mesquita, 1:47.053
6) 8-Rodolfo Ometto, 1:47.169
7) 19-Franco Giaffone, 1:47.317
8) 7-Tommy Soubihe, 1:47.390
9) 4-Gui Affonso, 1:47.496
10) 11-Johnny Freire, 1:47.513
11) 63-Fábio Alves, 1:48.019
12) 18-Carlos Ambrósio, 1:48.188
13) 17-Marcelo Stallone, 1:48.326
14) 46-Fernando Barci, 1:48.444
15) 57-Jorge Borelli, 1:48.835
16) 9-Edu Guedes, 1:49.162
17) 91-Tom Brandão, 1:49.177
18) 52-Rodolfo Toni, 1:49.557
19) 13-Zé Ricardo Viana, 1:49.625
20) 31-Marcello Sant’Anna, 1:49.830
21) 10-Carlos Silveira, 1:50.269
22) 82-Renato Benedetto, 1:50.531
23) 69-Ésio Vichiese, 1:50.657

Porsche conhece campeões de 2012

RIO DE JANEIRO – Preliminar mais uma vez do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, a Porsche GT3 Cup Challenge conheceu neste domingo seus campeões antecipados da temporada 2012. Com a matemática amplamente favorável, Ricardo Baptista e Sylvio de Barros tiveram o privilégio de comemorar os títulos, que representam também o bicampeonato de ambos no certame (muito) bem organizado por Dener Pires.

Ricardo Baptista largou se dando ao luxo de saber que a vitória era apenas um detalhe na corrida da categoria Cup. Bastava terminar numa boa posição que o título viria. Partindo da pole position, o piloto do carro #27 levou o carro até o fim e chegou em 2º, pouco mais de três segundos atrás de Clemente Lunardi, o piloto que venceu mais vezes no ano – seis ao todo.

A terceira posição ficou com Marcel Visconde, depois que Fábio Viscardi, que ainda reunia chances retóricas de ser campeão, dependendo – claro – de uma grande combinação de resultados, sofreu um acidente na curva do Laranjinha, quando quebrou a ponta de eixo do seu Porsche. O piloto felizmente nada sofreu. Viscardi foi o único, aliás, que não completou a corrida da Cup, onde Marcelo Franco foi o quarto e o pódio foi completado por Daniel Paludo e Maurizio Billi.

O campeão disse o seguinte após a corrida. “Errei na largada e quase perdi não apenas o primeiro, mas também o segundo e o terceiro lugares. Depois disso, passei a seguir o Clemente, mas meu carro saía muito de frente e de traseira. Meu objetivo era conquistar o título e o segundo lugar bastava para isso”.

Segundo lugar também foi a posição obtida por Sylvio de Barros na corrida da categoria Challenge, que abriu a programação do domingo em Interlagos. O piloto do “Mach 5” também era, a exemplo de Baptista, o pole position. Mas não largou bem e foi superado primeiro por Daniel Schneider e depois por Edu Rocha Azevedo, que liderou praticamente de ponta a ponta, até a quadriculada.

Sylvio não se incomodou por perder a dianteira e seguiu seu caminho rumo ao bicampeonato da Porsche Challenge, chegando menos de meio segundo atrás do vencedor. Gil Farah foi o 3º, seguido por Edu Guedes – que fez a volta mais rápida da categoria na prova – Franco Giaffone e Guilherme Ribas.

Resultado final da prova da Porsche Cup:

1) 7-Clemente Lunardi, 16 voltas em 26:54.128, média de 153,699 km/k
2) 27-Ricardo Baptista, a 3.362
3) 55-Marcel Visconde, a 9.746
4) 70-Marcelo Franco, a 10.485
5) 89-Daniel Paludo, a 16.844
6) 40-Maurizio Billi, a 19.693
7) 99-Tom Valle, a 20.020
8) 51-Otávio Mesquita, a 20.956
9) 53-Ronaldo Kastropil, a 21.161
10) 10-Adalberto Baptista, a 40.101
11) 13-Pedro Queirolo, a 40.356
12) 75-Henrique Assunção, a 40.662
13) 11-Omilton Visconde Júnior, a 46.359
14) 18-Zeca Feffer, a 46.904
15) 8-Cristiano Piquet, a 47.334
16) 36-Charles Reed, a 47.500
17) 63-Sérgio Ribas, a 49.881
18) 52-Roberto Posses, a 1:11.198*
19) 81-Fábio Viscardi, a 11 voltas (ponta de eixo/saída de pista)
*Punido em 30 segundos

Resultado final da prova da Porsche Challenge:

1) 88-Eduardo Azevedo, 16 voltas em 27:52.326
2) 1-Sylvio de Barros, a 0.435
3) 81-Gilberto Farah, a 10.156
4) 9-Edu Guedes, a 10.391
5) 19-Franco Giaffone, a 13.099
6) 25-Guilherme Ribas, a 18.516
7) 11-Johnny Freire, a 19.633
8) 10-Carlos Silveira, a 23.232
9) 18-Carlos Ambrósio, a 33.912
10) 69-Esio Vichiese, a 39.911
11) 31-Marcello Sant’Anna, a 48.104
12) 16-Ludovico Pezzangora, a 48.581
13) 23-Carlo Collet, a 50.062
14) 57-Jorge Borelli, a 56.990
15) 63-Fábio Alves, a 61.508*
16) 17-Marcelo Stallone, a 103.709
17) 77-Daniel Schneider, a 1 volta
18) 66-Bruno Henriques, a 1 volta
19) 55-Caê Coelho, a 8 voltas
20) 4-Gui Affonso, a 11 voltas
* Punido em 30 segundos

Líderes faturam poles na Porsche Cup

RIO DE JANEIRO – Os líderes das categorias Cup e Challenge da Porsche GT3 Cup fizeram muito bem o seu papel nos treinos classificatórios para as corridas preliminares do GP do Brasil de Fórmula 1: Ricardo Baptista e Sylvio de Barros vão sair na pole position das duas classes, respectivamente, na manhã deste domingo no Autódromo José Carlos Pace.

Apesar da ameaça de chuva, os pilotos foram para a pista cumprir o seu trabalho e Ricardo fez uma volta excepcional, perto do recorde absoluto da Porsche Cup, registrado por Ricardo Rosset. O piloto do carro #27 cravou 1’38″992 e ficou a quatro décimos da marca do antigo campeão da categoria. Baptista, com uma combinação de resultados, pode ser consagrar campeão mais uma vez.

Ele foi 0″237 mais rápido que o vice-líder e 2º colocado no grid Clemente Lunardi e seis décimos mais veloz que Fábio Viscardi, terceiro no grid e no campeonato. Embora os nove primeiros ficassem no mesmo segundo, o equilíbrio só existiu, de fato, entre a 3ª e 9ª colocações, com Beto Posses em quarto a apenas dois milésimos de Viscardi. Marcelo Franco e Marcel Visconde, pilotos que venceram corridas em 2012, dividem a terceira fila. Charles Reed conquistou um ótimo 7º tempo, seguido por Maurizio Billi, Daniel Paludo e Henrique Assunção, que completou os dez primeiros do grid.

Na categoria Challenge, para os modelos 997 GT3 Cup de 420 cavalos de potência, antigamente usados pela turma ‘de cima’, Sylvio de Barros registrou a pole position com 1’41″488, tempo insuperável e nada menos que seis décimos abaixo da marca do vice-líder da temporada, Daniel Schneider. O piloto do Porsche #1, ornado com a decoração “Mach 5” do Speed Racer, poderá ser bicampeão da Challenge neste domingo.

O grid terá ainda Gil Farah em terceiro, Edu Rocha Azevedo em quarto, Gui Affonso em quinto e Johnny Freire em sexto. Já o estreante Carlo Collet não fez feio: cumpriu um bom treino e vai largar da 15ª posição, logo atrás do velho conhecido Carlos Ambrósio, que a exemplo de Collet disputou dezenas de provas de Rali. Collet, de carros e quadriciclos. Ambrósio, a bordo de motocicletas, andou até no Dakar.

As provas da Porsche GT3 Cup acontecem de manhã e, ao contrário das outras etapas, não haverá transmissão no site da categoria via live streaming, porque as imagens são de direito da Formula One Management (FOM). Uma pena.

Confira o grid da classe Cup:

1º Ricardo Baptista – 1’38″992
2º Clemente Lunardi – 1’39″229
3º Fábio Viscardi – 1’39″635
4º Beto Posses – 1’39″637
5º Marcelo Franco – 1’39″701
6º Marcel Visconde – 1’39″800
7º Charles Reed – 1’39″819
8º Maurizio Billi – 1’39″851
9º Daniel Paludo – 1’39″959
10º Henrique Assunção – 1’40″026
11º Ronaldo Kastropil – 1’40″065
12º Pedro Queirolo – 1’40″147
13º Sérgio Ribas – 1’40″226
14º Otávio Mesquita – 1’40″232
15º Tom Valle – 1’40″390
16º Zeca Feffer – 1’40″523
17º Omílton Visconde Jr. – 1’41″133
18º Adalberto Baptista – 1’41″290
19º Cristiano Piquet – 1’41″419

Classe Challenge:

1º Sylvio de Barros – 1’41″488
2º Daniel Schneider – 1’42″100
3º Gil Farah – 1’42″146
4º Edu Rocha Azevedo – 1’42″278
5º Gui Affonso – 1’42″318
6º Johnny Freire – 1’42″369
7º Edu Guedes – 1’42″606
8º Franco Giaffone – 1’42″678
9º Fábio Alves – 1’42″699
10º Guilherme Ribas – 1’42″802
11º Carlos Silveira – 1’43″342
12º Marcelo Stallone – 1’43″509
13º Ludovico Pezzangora – 1’43″691
14º Carlos Ambrósio – 1’43″820
15º Carlo Collet – 1’44″075
16º Ésio Vichiese – 1’44″102
17º Bruno Henriques – 1’44″562
18º Marcelo Sant’Anna – 1’44″573
19º Caê Coelho – 1’45″056
20º Jorge Borelli – 1’45″569

Porsche Cup abre trabalhos em Interlagos

RIO DE JANEIRO – Evento suporte da Fórmula 1, a Porsche GT3 Cup Challenge Brasil cumpriu nesta sexta-feira de muito calor em Interlagos os primeiros treinos livres para suas duas divisões: a Cup e a Challenge. Na primeira, para os carros mais velozes e pilotos com maior experiência com os modelos feitos pelo fabricante alemão, Ricardo Baptista, líder do campeonato e favorito ao título antecipado já neste fim de semana, liderou a folha de tempos com margem de 0″037 para Clemente Lunardi, um de seus principais rivais. Marcel Visconde foi o terceiro mais rápido e Fábio Viscardi, que ainda reúne remotas chances de ser campeão, fechou o dia em quarto.

Os pilotos reclamaram que o calor forte da sexta-feira provocou tamanha perda de aderência dos Porsches em Interlagos que os tempos não puderam servir de parâmetro, aliados também à sujeira na pista e ao excesso de óleo que brota do asfalto.

Na Cup, duas novidades para o fim de semana: a volta de Tom Valle, ausente das pistas desde junho por problemas pessoais; e a participação de Cristiano Piquet, que já fizera algumas provas na Cup e também na Challenge ano passado. Tom foi o oitavo mais rápido em seu regresso e Cristiano fez o último tempo, pois Adalberto Baptista não andou.

A classe Challenge, com 20 carros na pista nesta sexta-feira, teve muito equilíbrio, com seis pilotos andando dentro do mesmo segundo. Edu Rocha Azevedo saiu na frente da turma, com a marca de 1’42″557, apenas 0″018 abaixo do tempo do líder e atual campeão da categoria, Sylvio de Barros. O paranaense Guilherme Ribas, os cariocas Fábio Alves e Marcelo Stallone, e o paulista Daniel Schneider completaram os mais rápidos.

Os tempos de hoje:

Categoria Cup

1) 27-Ricardo Baptista, 1:40.029, média de 155,079 km/h
2) 7-Clemente Lunardi, 1:40.066
3) 55-Marcel Visconde, 1:40.257
4) 81-Fábio Viscardi, 1:41.053
5) 53-Ronaldo Kastropil, 1:41.057
6) 70-Marcelo Franco, 1:41.086
7) 52-Roberto Posses, 1:41.106
8) 99-Tom Valle, 1:41.297
9) 89-Daniel Paludo, 1:41.317
10) 40-Maurizio Billi, 1:41.420
11) 51-Otávio Mesquita, 1:41.455
12) 13-Pedro Queirolo, 1:41.558
13) 75-Henrique Assunção, 1:41.719
14) 36-Charles Reed, 1:41.817
15) 63-Sérgio Ribas, 1:41.994
16) 18-Zeca Feffer, 1:42.334
17) 11-Omilton Visconde Júnior, 1:42.403
18) 8-Cristiano Piquet, 1:42.820
19) 10-Adalberto Baptista, sem tempo

Categoria Challenge

1) 88-Eduardo Azevedo, 1:42.557, média de 151,256 km/h
2) 1-Sylvio de Barros, 1:42.573
3) 25-Guilherme Ribas, 1:42.998
4) 63-Fábio Alves, 1:43.096
5) 17-Marcelo Stallone, 1:43.124
6) 77-Daniel Schneider, 1:43.354
7) 81-Gilberto Farah, 1:43.707
8) 4-Gui Affonso, 1:43.755
9) 16-Ludovico Pezzangora, 1:43.946
10) 11-Johnny Freire, 1:44.023
11) 19-Franco Giaffone, 1:44.137
12) 9-Edu Guedes, 1:44.148
13) 18-Carlos Ambrósio, 1:44.321
14) 66-Bruno Henriques, 1:44.752
15) 69-Esio Vichiese, 1:45.080
16) 10-Carlos Silveira, 1:45.282
17) 57-Jorge Borelli, 1:45.408
18) 55-Caê Coelho, 1:45.436
19) 23-Carlo Collet, 1:46.149
20) 31-Marcello Sant’’Anna, 1:46.683